quinta-feira, abril 03, 2008

Diga-me como dormes e eu te direi quem és


A pissoua agora só dorme de lado. De lado, abraçada num travesseiro. O que me faz acordar com o pescoço duro. Já passei por várias fases. Já gostei de dormir de bruços, mas comecei a acordar com dor na lombar. Depois descobri que a melhor forma era dormir de barriga pra cima. Ótimo.

Não tenho a menor paciência para o tal “dormir de conchinha”. Eu sempre demoro a dormir e fica a pessoa roncando e pesando em cima de mim. Ah, não. No way. Faço que nem o Ross com a Rachel: espero dormir e empurro pra longe de mim (se lembram desse episódio? O Chandler diz que não consegue dormir abraçado na Mônica e a Rachel tira mó onda dizendo que ela e o Ross dormem abraçadinhos. Quando ela sai o Ross conta a “técnica” pro Chandler. Ou é o contrário – o Chandler conta pro Ross).

Aliás, detesto dormir acompanhada. Quando tenho que dormir com qualquer pessoa, por qualquer motivo que seja – por exemplo, quando a casa está cheia e eu tenho que dormir com Formiga Irmã ou Formiga Mãe – acho um saco. Eu não caibo. Eu já sou grande pra uma cama de casal. Quer dizer, eu não sou tão grande. Sou espaçosa. Pra dividir, então...não dá. Além disso eu sou uma pessoa idosa, cheia de manias.

Uma das melhores coisas é tomar banho, colocar aquela camisola/pijama velhinho e deitar numa cama com lençol cheiroso, meus travesseiros de pena de ganso, meu colchão duro, muito duro e dormir uma boa noite de sono – eu e Dona Henriqueta. Outra mania que eu desenvolvi foi aquela máscara de avião, pra vedar luz. Na rede de lojas natureba-McDonalds-Mundo-Verde existem aquelas máscaras com essências de ervas, cada qual para cada problema. Quase que eu tive que trazer todas, porque eu tenho todos os problemas, como vocês sabem – e os que eu não tenho eu passo a ter só de ler as indicações. Acabei me decidindo pela de camomila (Lembrei daquele filme, “O amor não tira férias”, onde o quarto da Cameron Diaz tem um sistema de persianas que descem e escurecem o quarto todo à qualquer hora do dia. Magavilha! Detalhe: o meu quarto pode ser escuro. Quando estou em locais “estranhos” não gosto de tudo muito escuro, não.)

Música eu vareio – como diz o outro. Às vezes durmo com, outras não. Às vezes durmo com o som, outro com o I-pod. E agora meu dentista inventou de eu dormir com uma placa contra bruxismo. Depois de eu quebrar uma obturação de amálgama e tirar uma lasca de um dente ele achou mais aconselhável eu fazer uma plaquinha, ainda mais porque eu mudei a obturação pra resina – e antes que eu ficasse sem língua, quem sabe, na melhor das hipóteses.

Vocês já dormiram com alguém que range dentes? Eu já. É um barulho sinistro. Algo que você nunca associa a dentes. Parece uma porta fechando, uma manivela...troço horroroso! Mas eu ainda não cheguei nesse estágio. Mas...eu chego lá. Vocês já acordaram com um tapa? Eu já. A pessoa meio que teve um pesadelo e meteu a porrada em quem tava do lado – no caso esta que vos fala. Vou te contar. Situação...eu sei o que vocês estão pensando. Não foi por querer. Mesmo. A pessoa tinha uns pobreminha de neuvro.

Pois bem, agora a pissoua aqui só consegue dormir de lado, encolhida e abraçada num travesseiro. Posição fetal total, facilmente interpretável por estudante de psicologia de primeiro período - ou não, pois às vezes um charuto é só um charuto e uma posição fetal é só uma posição fetal, cal pobrema? Ainda por cima, com todos esses acessórios supracitados: placa nos dentes, tapa-olho, fone no ouvido. Visualizem a cena. Não dá nem duas horas depois e o tapa-olho tá no chão, eu cheia de marquinha de dente no braço, porque eu tirei a placa sem sentir e dormi em cima dela, e o I-pod, coitado, jaz pendurado pelo fio, gritando socorro e pedindo asilo político no compartimento do som. Também gosto de dormir com o pé pra fora do lençol e/ou cobertor, não importa o frio. Também só levanto da cama pisando com o pé direito. E sempre levanto no meio da noite pra fazer xixi. E tenho meio que um xixi nervoso: se eu fico sem sono toda hora eu acho que eu quero fazer xixi.

Ai, ai...Muito trabalhoso ser eu. Algo me diz que eu não deveria confessar essas idiossincrasias em público, mas meu lado exibicionista é masoquista.

9 comentários:

André Rafael disse...

Estranhices, quem nao tem?
Mas bruxismo, na. Nao e' legal.

(Foi mal, tou sem acentos - os cumputadores do lado de ca' nao gostam.)

;)
Beijo

Ila disse...

Carrie, acho que todo mundo tem manias para dormir...

Eu estou numa de por travesseiro no meio das pernas, nunca tinha dormido deste jeito, agora na minha cama são 3 travesseiros: o da cabeça, o da perna e o pequenininho de estimação.

Não consigo dormir de barriga pra cima (as vezes que consigo é pesadelo na certa) o que me dá uma certa aflição de me imaginar numa cama de hospital e não poder ficar de lado para dormir, e aquelas fios enfiados nas veias... O.O

Bom, acho que também tenho xixi nervoso. Teve uma época que eu acordava umas 4 vezes no meio da noite para ir no banheiro, só percebi que não era natural quando minha amiga grávida de 7 meses disse numa manhã que tinha acordado 5 vezes para ir no banheiro, por causa da bexiga comprimida pelo bebê. :-/

Ai que este assunto de cama me deu um sono...

Cris disse...

ah, eu gosto de dormir juntinho, mas cada um tem as suas manias. o que eu acho legal é aquele momento em que a gente meio que acorda, durante a madrugada e abraça o outro. pra mim não tem nada melhor. bjs

Lenissa disse...

Eu já dormi com um range-dentes. Não é legal. Eu também durmo em posição fetal, que no meu caso é mesmo só posição fetal. Eu acordo com o ipod enrolado nimim. Não consigo ir pro lado de lá da cama enorme de casal, que agora jaz como leito de um só. Lá é o lado dos meus livros, e é bom acordar no meio da noite e vê-los. Quando exporadicamente tem alguém no lado de lá, eu não gosto do sopro no ouvido do dormir em conchinha. Mas o resto é bom, bom de+mais. O pé fica pra fora também, mesmo no frio - pq nada me prende - nem o lençol. Tenho 4 travesseiros (2 meus - 2 herdados) e dormimos todos bem embolados e abraçados. Nunca acordo pra fazer xixi, a não ser que tenha ocorrido bebedeira na noite anterior. Eu adoro receber mensagens no celular à noite, mesmo! Adoro o quarto-escuro, mas não curto nada ana cara... Mas isso tudo meu deu um sono e nostalgia de hoje pela manhã... ahhhhhh bocejos... Bjs

Milema disse...

Ai q blz!!!!To conseguindo comentar de novo. Saudades de vc. Bjinhos
Ps.: A posição fetal é uma posição correta, ergonomicamente falando,para dormir.

Carrie, a Estranha disse...

Andréééé!!!

NZ?

Clis,

É, é...isso é legal.

Lenissa,

Vixe! Mas vc não amassa os livrinhos?

Mi,

Eu vi! Vc até comentou duas vezes! Eu sabia q vc seria capaz, garooouta!


Bjs

Andrea disse...

Sempre leio seu blog, mas nunca comento. Hoje resolvi comentar só para te corrigir! Na verdade o chandler não consegue dormir com a Janice, quando ele casou com a monica já sabia da técnica. rsrsr
Beijos!

OLNEY disse...

Ah! Será que vc é tão complicadinha assim mesmo ou é só "charme"?

Anônimo disse...

Nunca pensei que mais alguém dormisse com os pés descobertos até no inverno.