segunda-feira, setembro 22, 2008

Pra quem gosta das aventuras de Zorba...

Hoje eu posso dizer com certeza, pois ambas ficamos em casa o dia todo (eu saí de manhã, mas ela ainda dormia): não houve banho. Não houve banho, isso é fato. Certeza absoluta. De onde concluí uma coisa: ela só toma banho quando precisa sair pra trabalhar - ela não trabalha todo dia, às vezes fica uns dois dias em casa, depois some três. E com certeza ela não deve tomar banho na casa dos "clientes" (calma amigo leitor novo, ela não está no ramo da prostituição). Nem sei se ela dorme de fato na casa dos clientes ou fica vigiando a energia que flui. Hoje ela saiu, mas aqui perto (saiu com a roupa que ela dormiu. Juro!!! Uma calça preta e blusa de oncinha. Tudo bem, nem tinha cara de pijama - de fato acho que nem é - mas é a roupa que ela dorme todos os dias. Só botou uma jaqueta por cima).
Dente ela também não escova. Nunca ouvi (o banheiro é do meu lado, era pra euouvir alguma coisa). As coisas dela de escovar os dentes (pasta, escova) ficam dentro de um armário. Aliás, escovar dente não é uma coisa muito comum aqui, eu acho. Nunca vejo ninguém escovando no banheiro da faculdade, na academia, nada.
Engraçado é que as vezes eu ouço o barulho do secador sem ter ouvido o do banho. Quer dizer: acho que ela molha a franja (sim, ela usa franja) e seca. Só pode.
Muito estranho.
Fora isso, tudo bem.
Ah é: quando tava calor pra carááááleo, ela dormia sem ventilador. Agora, que caiu uns 10 graus, ela liga o ventilador direto e bota um cobertor. Juro pra vocês! E uma outra coisa que eu supunha ser um ventilador é um "neutralizador de íons", o que porra isso signifique.
Meda.
Hoje ela disse pra eu usar os cafés dela, por favor, porque ela não toma mais café e ela pertenceu, outrora, a um Clube de Café. Até me ensinou a mexer numa engenhoca de fazer café que ela jura que é muito mais rápida e prática do que o meu café. Ela tem cafés de todos os lugares do mundo - e eu comprei um café horroroso.
Sem sacanagem: não aumentei nenhuma das informações, apenas relato o que eu vejo.
Um cromo!, como diria nossa amiga purrrtuguesa, Helena.
E por falar em purrrtuguês, prometo ficar quietinho, como disse seu Manoel, proprietário do apartamento em cima do meu no Rio, em momento antológico de nossas discussões.
Mas eu não podia privar meus leitores de tão bizarra narrativa.

5 comentários:

Pati Linden disse...

Não, não, nãããããããão nos prive das aventuras da Grega. Eu AMO! Really. Dou muitas risadas. Essa de ela sair com a roupa que dormiu... Caramba! O que eu acho legal nisso é que em uma cidade como NY, ninguém deve nem ligar na rua para isso, né?
Beijos pra vc, aproveite a Big Apple e siga nos relatando essas tuas experiências.
Pati Linden

Helena disse...

El Grega, no seu melhor!

Ela é muito "Faz o que eu digo mas não faças o que eu faço", um provérbio popular português. Com'é possível a criatura não se banhar!, nem escovar os dentes!, nem dormir em cama essa mulher dorme!

:)

Carrie, a Estranha disse...

Helena,

Nós tb temos esse ditado aqui - quer dizer, lá no Brasil.

Pat,

Vc não tem looooouuuução.

Bjs

Tati Tatuada disse...

Assim, tipo, por mera curiosidade, a El Greca não exala odores?
Nem um lencinho para arejar as partes?
Ai meus sais.
(mas que eu adoro essas histórias....)
Beijo.

Carrie, a Estranha disse...

Tati,

Pois é! Exatamente! Eu acho q ela toma uns banhos Tchecos. Sabe o famoso Tcheco, tcheco? Pois é. Escuto barulho de água da torneira da pia. Acho q ela molha a franja, lava o pé, talvez, a axila...sei lá (pior q aqui não tem bidê nem jatinho dágua, né? Já pensou...). E taca perfume, porque ela tem bons perfumes. E maquiagem. Olhando ela montada vc nem percebe q não houve banho.

Muito de vez em qdo eu sinto um cheiro de "cabelo", sabe? Mas é raro.

Bjs