sexta-feira, agosto 08, 2008

Dúvida existencial-mulézinha - 3 dias.


Então, Bial. Eis que acho que vou me render ao mundo das escovas inteligentes de produtos comestíveis (chocolate, morango, chantilly, açúcar...). Calma, calma Milema! Eu sei que meu cabelo é liso, mas é que ontem teve aqui em casa uma amiga minha de tempos de colégio, a Karine. Sabe aquelas amigas que sempre sabem tuuuudo sobre tratamentos estéticos, embelezadores e tem todas as dicas? Pois é. Essa é minha amiga Karine. Todo mundo tem uma amiga Karine na vida. Às vezes a gente é a amiga Karine de certas amigas. Antenadéeeeerrima com as novidades. Daí ela me convenceu – e eu também vi o cabelo dela, que está elooooorme, lindo, liso e com reflexos (coisa que eu nem gosto muito, mas no caso dela ficou ótimo) – de que a melhor maneira de eu hidratar e cuidar da eletricidade do meu cabelo é fazer o que ela fez: uma escova inteligente de cana de açúcar. E disse o quanto é prático, que ela também fez antes de uma viagem pra Nova York, e que eu não preciso fazer nada que o cabelo fica ótimo, com brilho, piriri pororó, que se eu secar só com o secador fica parecendo que eu fiz uma escova mega blaster ultra power, pororó piriri, e que ela ligaria pra cabeleireira dela naquele momento dizendo que era um caso “de vida ou morte” e fazia ela me atender de qualquer jeito e ia comigo e além disso era um preço ótimo...

Ah é, outro pequeno detalhe: é em Barra Mansa, pois essa minha amiga mora lá (ok, ninguém é perfeito). Mas, pensando bem, é um ótimo lugar pra se fazer esse tipo de tratamento. Afinal, as mulheres de BM são todas patricéeeeeerrimas e arrumadéééérrimas, então qual o melhor local para se fazer uma escova inteligente?

Então eu vou pagar minha língua duplamente: 1) sempre dei esporro nas minhas amigas que têm cabelo liso e fazem, tipo a Dani, a Patrícia...logo, Formiga Irmã mandou eu pedir perdão a elas. Ok, perdão, meninas. Perdão. 2) Vou fazer em Barra Mansa. Na Suineland. Aquele estranho local que abriga os barramansuinos. Perdão, Suineland! Perdão.

Pronto. Agora posso fazer?

Meus medos: o cabelo ficar boi lambeu total. Diz a Karine que vai ficar, pelo menos nos primeiros dias. Mas que ela pede pra mulher não fazer nas pontas, no caso do cabelo dela, que é pra não ficar muito espigado (aquele aspecto de chapinha que eu detesto). Pensei em pedir pra mulher aplicar menos produto, mais na raiz.

E essa escova não é daquelas que você precisa ficar sem lavar cabelo 3 dias, nem prender. Não. No mesmo dia você pode lavar.

Formiga Irmã, mega especialista em assuntos capilares, inventora da escova (sim, ela fala que ela inventou a escova na infância e mundo copiou),pessoa que sonha com o dia em que inventarão uma pílula do cabelo liso, que é pro cabelo já vir liso de dentro do couro cabeludo, que já fez relaxamento, alisamento, escova progressiva, inteligente, italiana, cujo armário é uma filial da Shampoo & Cia, uma pessoa que me fez entrar em todas as farmácias da Europa para ver as novidades e ir atrás de Kerastáse até os confins da puta que o pariu diz que “mal não faz”. Ela acha que eu não preciso, mas se quero fazer, tudo bem.

Vejam bem: eu adoro cabelos encaracolados, cacheados, ondulados e crespos – Fló, Milema e Formiga Irmã quase me batem quando eu falo isso e dizem que queriam que eu tivesse pra ver o que é bom. Gosto mesmo (não, mas não queria trocar). O problema é que meu cabelo tá elétrico. Cabelo elétrico é a pior coisa. E olha que eu uso fluidos siliconados, hidratantes com filtro solar e outros finalizadores.

(Se por acaso algum homem chegou até aqui deve estar descobrindo um mundo novo de possibilidades, não é mesmo? Toda uma nomenclatura que vocês nunca sonharam que poderia existir, não é verdade, garotos? Isso não é nem metade de tudo que existe no mundo cosmético/estético. E o pior: vocês nem notam – a não ser meu primo Marco Túlio).

Além disso, esse tipo de escova, por não levar formol (ou levar uma quantidade mínima, não sei), é volátil então vai saindo com o tempo. Logo, se ficar uma merda, daqui a pouco sai – seis meses, mais sai.

Tipo, eu tô em crise com meu cabelo, tô achando ele um cocozinho e não quero viajar assim. Ele tem fiozinhos elétricos arrebentados – o que me leva a usar o secador com mais freqüência, o que só aumenta os fiozinhos arrebentados...círculo vicioso!

O que vocês acham, meninas? Preciso de um apoio nesse momento difícil.

13 comentários:

Ana Luísa disse...

Carrie, sinceramente? Eu não faria isso. Sabe por quê? A água (não a água, óbvio, mas provavelmente a quantidade de cloro que se põe na água) dos EUA é diferente. O meu cabelo (que é liso, mas não escorridão; tem uma leve ondulação) fica lisão lá nos EUA. E na Europa também. Ou seja, se você alisar aqui, você corre o risco de lá ele ficar ainda mais liso...

Beijos e muito boa viagem!

samanta disse...

Acho que a Ana Luisa tem razao. Mas tem o meu caso, por exemplo... No Brasil, meu cabelo é cacheado. Aqui, nao tem jeito de ficar igual. Ele nao cria cacho nao a base de porrada. Em compensaçao, fica liso, mas fica ELETRICO porque o ar é mais seco. Enfim, nao faço ideia de como seu cabelo vai reagir as mudanças climaticas.

bjs e boa sorte.
ps: opniao, eu faria! Mas isso é porque eu conheço o meu cabelo.

LadyoftheFlies disse...

Eu acho que voce devia fazer sim. Pelo menos para mim a agua daqui nao faz a menor diferenca, o que afeta o meu cabelo (que e ligeiramente ondulado) e a humidade e a temperatura. O meu cabelo fica bem liso quando esta frio (tipo la para o meio/final de outubro) porque o frio aqui e seco e fica um CAOS no verao (a partir de maio) porque a humidade e o calor aqui sao insuportaveis. E tem mais: durante o verao e quase impossivel secar o cabelo com secador porque o calor e a humidade transformam todo o esforco em uma empreitada inutil que so resulta em cabelo arrepiado e cheio dos tais fiozinhos eletricos arrebentados que voce tanto odeia. Qualquer coisa que voce possa fazer para evitar o cabelo "frizzy" no verao e o uso de secador e uma otima ideia.
Beijo
Raquel

F. Reis disse...

Meniiiina, faz sim! Concordo com a sua irmã: mal não faz!


beijo!

Marcele disse...

Faz! Faz! Faz! Faz!
Boa Sorte!
Marcele

Carrie, a Estranha disse...

Ai, pessoas! Tantas questões! Tantas variáveis! rsrsrs...

Tá, vou fazer.

Bjs

Anônimo disse...

Aeeeeeeeeeeeee!!!!!! Vamos fazer!! Vai ficar gata!!!
Karine

Anônimo disse...

caso fique oleoso demais tem uma solução aqui http://www.bemresolvida.com.br/?p=2054
bjs e boa viagem!

flavoli disse...

Faça djá!! Meu cabelo é ondulado, mais para liso, mas tava também todo quebrado, elétrico, como vc chama e fiz a escova progressiva de queratina e ameeeeeeeeeeei!

Já fiz de novo 2 vezes (aliás, estou precisando fazer a 3a.) e, pelo menos essa que eu fiz, não fica lambido não.

Se joga!

Beijos e boa viagem!

Liliane disse...

Você já tentou usar pente de madeira??? Bem meu cabelo é cacheado e eu não curto esse estilo super liso não, mas se teu cabelo é liso então se joga mesmo... Mas acho que um pente de madeira resolvia a eletricidade...
boa sorte

Milema disse...

Te dou todo apoio. Seja la se for de cana de açucar, papai, açaí, morango, chocolate, merengue com morango... a única coisa q muda é o cheiro. Elas são´ÓTIMAS!!!!! Claro que nao se comparam a toda poderosa progressiva, mas o cabelo fica mais bonito, o "frizz" diminiu pra caramba e mto mais fácil de pentear. Vc vai adorar...Peça msm p ela nao fazer nas pontas, pq seu cabelo é mega bom e nao precisa.

Magui disse...

Fazendo ou não fazendo, experimente o shampoo Elsève Liss Intense Extreme. É ótimo! O cabelo fica maciérrimo e os arrepiados somem. E tem um creme de tratamento leave-in da mesma linha que também é super.
Meu cabelo também fica lisérrimo em NYC, mas não é por causa da água e sim do clima que é mais seco do que no Rio.

Alice disse...

Faz logo essa porra, menina!!! Manda brasa!!! kkkkkkkk