quinta-feira, janeiro 03, 2008

De olho nas três letrinhas


Quem pensou que esse seria um post sobre o aumento das “contribuições” do governo, como a IOF, errou. Na verdade as únicas letrinhas que me interessam são IMC. Índice de Massa Corporal. O tanto de gordura que você tem no corpo que é medido por uma relação entre altura e peso (peso dividido por altura ao quadrado. Clique
aqui para calcular o seu e ver a tabela). Logicamente uma medida mais apurada é aquela que você faz no médico ou na academia, que mede o índice de gordura de cada parte do seu corpo. Mesmo porque, as pessoas são diferentes, tem ossaturas diferentes, musculatura mais ou menos desenvolvida... Além disso, nesses exames você consegue medir a massa magra, isto é: a quantidade de músculo e osso que você tem no seu corpo. Ninguém pode ter só osso e músculo. A gordura é fundamental para a sustentação do corpo. O problema é quanto de gordura você tem.

O meu IMC é 29,6. Categoria “Acima do peso” ou “sobrepeso”, mas ainda não é obesidade (que começa em 30). Alerta laranja. Minha meta é chegar em 22,8, o que é considerado normal (sendo que a tabela da “normalidade” começa em 18,5 e vai até 24,9). A maioria das modelos entra na categoria de Baixo Peso III – desnutrida. Não é isso que eu quero. Nem quero Peso Baixo I nem II. Quero normal. Portanto, não, não estou exagerando em querer emagrecer 20 quilos. É o que eu preciso para estar dentro da faixa do "normal". E nem é o mínimo. Já estive até 22 quilos mais magra e ainda achava que podia emagrecer mais um pouquinho. Hoje eu sei que isso era maluquice da minha cabeça. Mas 20 tá bom. Tá legal. Com quinze eu já fico razoável.

Já sei, já sei, vocês devem estar pensando: fala logo o peso, porra! (tá, vocês são mais educados que eu). Não, eu (ainda) tenho vergonha. Quando eu emagrecer 10 kg, quem sabe...eu já tive muito mais vergonha de falar sobre isso. Hoje em dia eu prefiro falar, falar, falar...mesmo porque essa vez será a derradeira. Eu nunca mais vou me deixar engordar mais de 10 quilos. Nem se eu ficar grávida. Chega. Deu.


(Eu juro que eu vou falar de outros assuntos...)

6 comentários:

Alvaro disse...

Querida;
Acabo de fazer o teste e saber que para chegar ao topo da categoria "Normal" (tipo recém saído do Sobrepeso, onde pelo visto me encontro...) tenho que perder a bagatela de N-O-V-E kilos!

Ai, ai... Eu quero uma recontagem, já!!!

Bjs

Carrie, a Estranha disse...

Que isso! Não, recontagem! Como assim? Será q vc fez certo?

Alvaro disse...

Acho que fiz a conta meio por alto, mas contei certo, sim.
É que eu meço 1,76. Pra facilitar, fiz a conta com 1,75; com essa altura, pra eu ficar na normalidade teria que pesar 76 (para um IMC de meros 24,8!). Como eu estou pesando 85...

Se eu usar os tais 1,76 a coisa melhora um pouquinho - mas só um pouquinho (passo a poder pesar 77)! Saco, né?

É, essa matemática corporal é cruel!...

Beijoca, do
Alvaro

Bella disse...

pode falar sobre isso baby, eu to adorando pq to nesse mood e é ótimo ter alguém assim, passando pelas msms coisas e compartilhando. tipo, não estou sozinha, sabe como???
mil bjs e seguindo em frente!

Raposinha disse...

Eu fiz o cálculo e deu patéticos 18,22, abaixo do peso (leve). Eu queria ser normal... to magra demais, homem não gosta de mulher magra demais.
Ahhh, este mundo em que vivemos viu... parece que a gente nunca consegue estar feliz com nada, nhé.

Carrie, a Estranha disse...

ÁLvaro,

Clica lá e faz direito!

Bella,

Q bom q tá servindo pra alguém.


Raposa,

Hahahaha...eu, siceramente não consigo entender quem não consegue engordar. Tão fácil! Rsrsrs...mas dizem q é muito mais difícil alguém q tem dificuldades em engordar, engordar do q um gordo emagrecer. Bom, se adiantar aí vão umas dicas:

Castanha
Azeite
Chocolate
Pães e bolos integrais

E além disso, malhar! Se não engorda de forma feia. Fazer musculação e ginástica.

Bjs