quinta-feira, abril 19, 2007

Gôda vai ao circo


Tia Deceles (Para saber mais sobre Tia Deceles leia o post Anjo Estabafado) me liga no meio da tarde. Pra me avisar que o controle do DVD dela foi arrumar em Juiz de Fora e que é pra eu levar o meu que ela manda arrumar também - os caras da (des)autorizada que eu fui aqui me enrolaram, fiquei puta, briguei com eles; o camelô queria me vender por 40 e eu continuo descontrolada. O DVD dela também é AISTAR, também da Casa & Vídeo. Aí ela quer mandar arrumar e me dar de presente. Duvido que os caras arrumem – se aqui no Rio já foi mó enrolação – mas, presente não se recusa.

Quando ela termina o assunto, diz, com a voz mais empolgada do mundo, quase de uma criança: “Hoje eu vou ao Circo!!”. Rápido parênteses: tia Deceles ama circo. Já foi convidada pra fugir com um palhaço, certa vez, quando era jovem. Ficou tão nervosa que começou a chorar. Fecha parênteses.

Aí ela começa a me contar animadamente quem vai que ela foi de dia comprar ingresso quatro reais na hora seria cinco e que o vendedor coçava o saco e o sovaco enquanto mexia na maçã do amor e vendia os ingressos e que ela já avisou que ninguém vai comer nada no circo que o circo é super bacana se chama circo de Moscou e que alugou o parque de exposições que tava parecendo crisma porque é o mesmo lugar onde se crismam as crianças cheio de cruz e que os palhaços foram fazer piercing não sei com quem mas palhaço com piercing, tia? pois é tempos modernos (sim a fala da Gôda é toda assim, sem ponto, mil informações por segundo) e que tinha um palhaço muito bonitinho lá que se chamava Ping Pong magrinho e no final ela foi se despedir dele e chamou-o de Pif Paf cuidado pra ele não te chamar pra fugir hein, tia? Ah, não! Ele tem idade pra ser meu neto e que a minha outra tia falou Deceles, lembre-se que o palhaço não é você e que então é pra eu levar o controle quando eu for e que ela tinha que tomar banho porque hoje era o dia de glória dela, porque ela ia ao circo e que pena que eu não estaria lá para ir ao circo.

Uma lufada de riso no meio da tarde. É como se eu tivesse aberto uma porta e uma grande caravana daquelas dos romances de Gabriel Garcia Márquez tivesse passado pelo meio da minha sala, com uma trupe cheia de bufões e personagens de um outro tempo que nada tem a ver com o Tempo. Gôda. Minha Guducha vai ao circo. Minha Guducha felliniana, almodovariana vai ao circo. Espero que não a roubem. Ela é minha. Depois de tanto rir meus olhos se enchem de lágrima. Pode haver coisa mais delicada e frágil do que uma pessoa que diz que hoje é o seu dia de glória porque ela vai ao circo? Gôda é o circo e trouxe um pouquinho dele pra mim.

10 comentários:

Cris disse...

ai que coisa linda! eu quero, eu quero uma guducha pra mim...

Carrie, a Estranha disse...

rsrsrs...posso te emprestá-la...

Gisele disse...

que delicia este post.....lembrei de quando ia naqueles parques em Andrel, muito engraçado, não tinha nada demais, mas pra gente era tudo lindo e nos divertiamos muito...

Alline disse...

Pois eu tenho medo de circo. Porque há mtos anos atrás (mtos mesmo, eu nem nascida era) pegou fogo num circo em Niterói e morreu um monte de gente. Minha avó contava esta história e dizia mil coisas horríveis das pessoas que morreram queimadas. Traumatizei.

E ah, qdo eu vi o Paulo Vilhena falando de Volta Redonda quase te liguei, ahahahaha.

Mas se o Gilberto Braga cisma com VR, o Manoel Carlos cisma com Niterói. Tem sempre um tio distante, um bêbado, ou uma mãe ausente que moram em Niterói...e as pessoas VIAJAM para visitá-los em Niterói.

Maluco, eu morei em Niterói a vida toda e estudei na UERJ uns mil anos. Ia todo santo dia pro Rio e depois voltava pra Nikity. E chegava em casa antes da minha amiga que morava em Bento Ribeiro.
Cara, nego é mto sem noção.

Beijocas

Carrie, a Estranha disse...

Gi,

Pois é.

Alline,

Esse incêndio em Niterói é famoso. Foi até tema de Linha Direta! Daí q nasceu o Gentileza, o poetá/profeta q escrevia poesia pelas ruas do Rio. Eu tb não gosto de circo. Eu tinha medo do Carequinha! Hahaha...uma vez meu pai me fez andar num elefante! hahahah...quase morri de medo! Tinha 4 anos!

Gente, Niterói é muito mais perto do q um monte de lugar! Eu tb já trabalhei na barra e ia estudar em Niterói e chegava muito mais rápido em Niterói do q na Barra. Absurdo!

bjs

ella disse...

Ah, eu adoro isso!
Só não tenho inveja porque meu mundo é feito dessas tias Fellinianas e Almodovarianas também. ;)

Essa do Rabino eu nunca Soube(l).
Mas não é impressionante como isso rendeu?

Procure um Plano Hospitalar ( é diferente do Plano de saúde), onde vc paga só hospital e exames. Li isso em algum caderno de Economia.

bjs, menina

Carrie, a Estranha disse...

Não, Ella! Eu preciso de consultas! Médicos. Ë a única hora em q o plano adianta.

Ione disse...

Adorei o teu texto. Acho que vou ler de novo. :)

Hetie disse...

Que delicia!
Pif Paf / Pong Pong... tem sua logica!
Beijos,
Hetie
(tem logica para mim que sou igualzinha a sua tia! (ja te falei, neh? pois eh!)

Carrie, a Estranha disse...

Rsrsrs...sim, são ambos nomes duplos e onomatopéicos, né?

Deixe o link pro seu blog q eu eu perdi e esses dias fui entrar e descobri q não tinha.

bjs