quinta-feira, fevereiro 22, 2007


Eu só vou falar bobagem, porque eu tô estressada. Então vai ser só BBB e novela. Me desculpem as pessoas que não moram no Brasil e que não vão entender nada. Ainda mais porque eu tô puta com o Descartes e o Cogito dele. Cogito de cu é rola.

*

Vi o barraco bebebístico. Fala sério. Mil vezes fala sério. Queria ver se tirassem a calcinha a força de alguma daquelas garotas. O escândalo que elas fariam. Não é à toa que o Bial deu uma chamada em geral. Claro que o Alemão também errou em primeiro rir e depois brigar – ainda mais mandando se foder. Enfim. Tá todo mundo errado, mas o Alemão tá mais certo.

Mas a culpa de tudo, como diria minha tia, é do mijo do capeta. Ela. A marvada da bebida. E ontem ainda tinha tchorda. Catchatcha. Pinga.

*

Então o povo da novela das oito descobriu que existe fome na África? Que as pessoas morrem de Aids? Sei. Isso porque tinham médicos e jornalistas assistindo.

Diogo ficou a novela inteira pra mostrar a porra do caralho do vídeo e resolve mostrar justo no Carnaval? Nossa, que pessoal animado! Nem eu sou tão animada no Carnaval assim.

*

Tô boa não. A culpa deve ser da pisada pronada. Ou do Descartes.

2 comentários:

Cris disse...

cra, e agora aquela íngua do alberto é líder. líder! numa palavra: phudeu!

ah, eu acho descartes outra íngua, se você quer saber. um chato de galocha com aquela história de cogito. daquela época sou mais o Vico, que escreveu aquela obra prima "A ciência nova" e parece ter fumado baseado antes. aquilo é uma viagem sideral!! na boa, você tem que ler vico pra se recuperar de descartes pra sempre... bjs

Tatiane disse...

Pimenta nos olhos dos outro é refresco, quando Alemão falou em tira a cueca e a calcinha do povo, todo mundo se revoltou, mas na hora de tirar dele, tava lá todo mundo botando pilha. Essa novela, meu Deus, cada coisa que acontece mesmo, que não dá pra creditar.
Beijos