terça-feira, janeiro 11, 2011

BBB - Impressões iniciais: MÊDA!

Chegou aquele momento do ano insuportável para alguns dos meus leitores. Neste momento vários se vão e não mais retornam. Outros chegam justamente por causa disso. É o momento do BBB. Sim, eu vejo BBB. Tem gente que usa crack, tem gente que transa com defunto, outros comem bosta. Eu vejo BBB e me isento de maiores satisfações sobre o ato. Também não vou levantar bandeira. Quem não gosta, não gosta. Simples assim. Sem maiores teorizações sobre.

Todo BBB eu começo dizendo que não vou ver. Termino, no último dia, chorando junto com o vencedor...coisa horrorosa. Vergonhosa mesmo.

Em geral eu só começo a ver depois de barracos armados, lá pela quarta semana, mas hoje acabei vendo o início.

Fui com a cara: o engenheiro mecatrônico; a Diana (gay?); o negão jornaista (Lucival, Percival, sei lá. gay?), a mariner investigadora de polícia que mora em Miami de Coronel Fabriciano (aliás, cidade onde minha irmã mais velha, Formiga Senior, nasceu).

Não fui com a cara: a globeleza passista da X-9 oi-sou-alegre-o-tempo-todo; o Rodrigo goleiro.

Troféu mondo bizarro: a vesga (senti uma vibe Taty Crazy People); a gorda trissexual; Ariadna (a transexual).

O resto não tenho muita opinião formada ainda. Mas sou muito volátil em termos de BBB.

Miacabo com nego se cumprimentando como se fosse - u-hu - amigão! E também com os discursos de entrada. Sempre igoal. Completamente igoal. Sou-teimosa(o)-corro-atrás-do-que-quero-não-tolero-injustiça-mas-no-fundo-sou-manteiga-derretida. Com a variação sou-alto-astral-mas-não-levo-desaforo-pra-casa.

Mas hoje eu estava refletindo sobre a importância do BBB na minha vida acadêmica. BBBs sempre acontecem em momentos cruciais de minha existência acadêmica: qualificação; defesa de tese e agora estudos. Muitos estudos. E sempre dieta. Porque em geral eu dei aquela engordadinha básica final de ano, então é sempre o período daquela dietinha básica.

É reconfortante estudar o dia inteiro e ver BBB pela noite. Me dá uma espécie de paz. Uma espécie de alívio moralista, misturado com uma inveja da inocência que eu nunca tive. Sim, inocência. Ingenuidade.

Provavelmente não me fiz entender, mas deixa pra lá.

6 comentários:

peter schiling disse...

entender é para os fracos.

Paula Clarice disse...

Eu acho que possivelmente é por aí mesmo. A gente assiste BBB, melhor dizendo, a gente consome o "lixo cultural", como quem medita. É a hora de esvaziar a cabeça, de visualizar coisas bonitas pra gente, colocar tudo em perspectiva (principalmente as cobranças todas a que respondemos o tempo todo). Provavelmente eu também não consegui me explicar, mas provavelmente eu te entendi. [conversa de doido?]

ila fox disse...

Nossa, a Globeleza jogo-do-contente e a Michelly sou-muito-feliz achei altamente irritantes!

Gazzy1978 disse...

Pior eu, q fiquei comentando o BBB ontem com o meu namorado... pelo telefone! Falando as baixarias q li na net, sem lembrar quem eram os gays da casa e falando esse-tem-cara-de-viado, olha-só-como-metade-se-parece-com-os-do-BBB-passado, comparando esse-parece-o-Dourado, essa-parece-a-gorda-que-não-lembro-o-nome (só para constar, era a Elenita), essa-é-a-Geisy-antes-de-ganhar-um-pouco-de-dinheiro (Tico Santa Cruz q me perdoe, mas a Geisy Arruda deu uma recapeada no visual), etc... Que bom q não sou só eu, minha mãe e meu namo q fazemos isso!!! Melhor ainda: q bom q tenho seu blog pra ler sobre isso - e visão sem ser globística!

Andréa disse...

Eu tbm faço como vc: só vejo lá pela quarta semana. No entanto, leio blogs e fico com a timeline cheia de opiniões acerca de. Dei uma olhada no site oficial e fui com a cara de alguns: O engenheiro bonitíssimo e único c/ cara de hetero no programa, a Ariadna e a Diana. Vamos ver se continuo a gostar deles lá pra quarta semana...

Lilith disse...

Falei que este ano nem ia acompanhar o BBB, mas o começo do programa coincidiu com a semana final da novela...daí já viu né...fico vendo a novela e depois emendo com o BBB...
Mas eu gosto muito de ouvir suas opiniões sobre o BBB...sempre me divirto...rs...bjão.