terça-feira, setembro 30, 2008

Descobertas

Finalmente eu comprendo o conceito de meia-estação, bem como a existência de coisas outrora impenetráveis para o meu embotado intelecto, tais como, por exemplo, a manga três quartos, sete oitavos e o sobretudo de outono. Todas essas idéias eram, para mim, tão abstratas e incorpóreas quanto o Imperativo Categórico kantiano e a Idéia Absoluta hegeliana.
Mas infelizmente deu uma esquentada de semana passada pra essa. Uns 10 graus acima. Estamos com 70 e poucos. Saco.
Mas ainda assim consigo usar minhas botas e não transpirar até derreter e isso é ótimo.

3 comentários:

Helena disse...

Tenho saudades das minhas botas! Em Lisboa continua calor e ainda ando a "chinelar".

Carla disse...

Meia estacao pra mim e' nao saber o que vestir de manha porque tenho trabalho, almoco fora e aula a noite, provavelmente tres estacoes num mesmo dia. E' tambem nao ter aquecimento central no trabalho ainda e saber que aquele povo fofo da escola ainda ta com o ar condicionado rolando solto, porque eles tem um calor que nao sei de onde vem.
Mas assim, quando eu consigo acertar na temperatura e no figurino, e uma delicia. Adoro moda de outono porque a gente nao fica suando dentro da roupa, nem precisa se vestir feito se fosse pegar uma nave espacial.

Lívia disse...

Como moro em São Paulo, aqui sabemos bem o que é meia estação. Afinal, dependendo a época do ano, temos as 4 estações no mesmo dia! hahahahahahahahahahaha
Roupas multi-uso são ótimas! Principalmente essas mangas em vários tamanhos!