quarta-feira, novembro 07, 2007


Cansada. De maneira geral. Passei o dia limpando a casa, colocando as coisas no lugar. Depois resolvi varrer o chão. Passar pano molhado no chão. Passar álcool no chão. A pessoa é um pouco obsessiva.

Consegui vedar a janela do banheiro. Antes eu limpei a janela que nunca tinha sido limpa - pelo menos não nos nove anos em que eu moro aqui. Depois vedei ralos com fita crepe.

Aí já era quase de tarde, né? Saí. Fiz coisas na rua.
Vocês estudaram? Escreveram alguma coisa do capítulo? Não? Nem eu.
A Gi veio da Zona Rural pra cá. Fomos tomar chopps no Belmonte e comemorar seu aniversário - seu não, leitor; o dela.

Belmonte é um boteco (pra quem não mora no Rio) que, nos dias de semana fica muito cheio e muito cheio de homem. Milagrosamente é um dos locais que tem mais homem do que mulher.

Tamos eu e Gisele sentadas, quando de repente, eis que de repente, chega um carinha de terno nas duas meninas do nosso lado. Com aquele papo: “oi, gostaria de te conhecer, meu nome é Fulano”. Preguiiiiiiça, muita preguiça dessa abordagem. E é claro que o cara ia chegar nas meninas e nunca na gente, por exemplo. Sem ser preconceituosa - ok, sendo preconceituosa, afinal quem não tem nenhum preconceito que atire a primeira pedra - elas eram aquele estilo “mamãe vou à caça” de ser e se vestir. A morena até era bonita. É o que eu disse no outro post: o celibato não é a pior opção.

De repente as duas meninas levantam com o cara e vão. Motel, já? Que rápida essa juventude! Não. Eles estavam indo ali pra fora. Acho que é pra ter mais livre acesso. Sei lá.

Pagamos a conta, levantamos e saímos do bar. Tava o cara, um amigo e mais duas amigas.

Muita função. Muita preguiça.

Tô aqui vendo um Saia Justa (que eu detesto, registre-se) sobre vestidos dos anos 50. Lindo. Nos anos 50 homens não abordavam mulheres em bares. Aliás, as mulheres nem iam a bares. Enfim.

Cansada. Muita função hoje (em dia).

E ainda ganhei chocolates chilenos! Que, obviamente, foram imediatamente deglutidos TODOS depois de chopps e comidas, porque a rehab foi ali e já volta.

Segue minha pequena homenagem à Menina Gisele, cuja amizade eu nunca me canso. Não, as fotos não são de hoje, mas de um mega-evento ocorrido um mês atrás. PARABÉNS GI! Que nós nunca cansemos de ser nós - o que diabos isso signifque. Tenho muito orgulho de você, garouuuta! E de mim. Enfim, da pessoa que nos tornamos enquanto a nossa amizade crescia. Quinze anos? Por aí. Mais muitos quinze anos.

(Essa foi a primeira tentativa - malograda - de nos auto-enquadrar. Eu segurando a máquina. Os olhos sonolentos de Gisele são devido ao fato de já ser quase sete da manhã)


(Segunda tentativa...)



(Até que uma alma caridosa - e menos bêbada - tomou a máquina e nos enquadrou)

11 comentários:

KARINA F disse...

putz, que bonito.é legal ler e ver essas coisas. me deu saudades da nana.copiarei-te e postarei tb uma foto minha e da nana. que sorriso lindo, hein!beijos, carrie

Andrea disse...

Homem de Belmonte é muuuuuito palhaço-patético. Er...e todos têm namorada. Uó.

Gisele disse...

Aline.......adorei a homenagem, linda e estamos otimas nas fotos e modestas tb, como sempre.....hahaha.
Ah!!! Concordo como comentário da Andrea, tive a leve sensação dos homens ali, serem comprometidos.
bjsssss.
Vou copiar as fotos ok??

Carrie, a Estranha disse...

Gi,

Achei q tinha te mandado estas. Acho q não mandei justamente por elas estarem fora de enquadramento.

Essa modéstia é q prejudica a gente, né?

Bjs

Anônimo disse...

morri de inveja!!!! do encontro, pq da homenagem, sei que meu dia vai chegar!!!! rsrsrs.
queria estar junto!!!!

Bjs

Fló

Milema Medeiros disse...

Tb morri de inveja das fotos e da homenagem!!!!

Bárbara disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bárbara disse...

homem de belmonte já é uma categoria, né? e daquelas de nível baixíssimo. é muito engraçado como parece ser sempre o mesmo grupo com as mesmas cantadas. mais engraçado ainda é ver como as meninas "mamãe vou à caça" acreditam... vc já passou por lá aos domingos? tem um grupo q rende boas gargalhadas. eu fico curtindo o chopp e a empadinha e me divirto constatando q realmente o celibato não é a pior opção. bjs

Carrie, a Estranha disse...

Meninas, não briguem! O dia de vcs chegará!

Bárbara, vamos combinar de tomar umas ali?

Bjs

Dani Machado disse...

Eu nem fiquei com ciúmes!!!!! (Entrei aqui só p falar que tinha ficado, mas já que todas ficaram, o meu passou!)
A inveja que ficou foi do sorriso....que delícia!!!!!!

Bárbara disse...

vamos sim. vou te mandar email.
bjs