terça-feira, outubro 16, 2007

Esportes radicais ou alargando as portas da percepção


Hortifruti, nove da manhã, pós feriadão. Pior que
Meca , no final do Ramadã. E o que é pior: só dona de casa profissa. Nada de amadoras feito eu. Acho que aquelas mulheres já tavam até com a janta pronta. E os homi do hortifruti passando com caixa nas costas, pedindo licença; carrinho atravancando meu caminho; neguinho gritando preço, perguntando preço, falando preço; comendo uva. Jisus, toma conta! Saí até tonta.

Qualquer dia desses tentarei experiências mais radicais. Irei à feira.

Salada lavada e picada pra semana, sopa pra semana, roupa estendida no varal. Strogonof de soja com creme de leite light, arroz integral e salada de almoço. É nóis de Eco. Simbora escrever tese.

Acho que minha ressaca de sábado definitivamente foi embora – mas essa noite tive um sono meio tumultuado, com direito a acordar suando depois de pesadelo. Isso porque anteontem eu dormi que nem pedra, à noite inteira na mesma posição - de lado.

2 comentários:

Azure disse...

Melhor que isso só ir no shopping na véspera do natal.

Dissimulada disse...

hahaha se hortifruti é Meca, feira é mercado persa...rsrsrs prepare-se, embora eu ache muito mais divertido