sexta-feira, outubro 19, 2007

Em primeira mão


Vou ser madrinha de uma menininha! Sim, meu primo Juninho, irmão mais velho de Primo Poeta, será papai pela segunda vez. Sua namorada, a Arielle, está grávida de uma menina. É a primeira menina na casa deles, composta de Juninho, Primo Poeta e MT. Primo Poeta tem um filho e meio (só nasce em dezembro), homens. O primeiro filho do Juninho é homem. E agora uma menininha. Eu sabia que era menina. Bom, eu também sabia que o de PP seria menina até o ultra-som me contrariar. Meu sexto sentido tem mau contato.

E eu vou ser madrinha. E vou orientar minha afilhada. Vou dar conselhos. Ela vai vir passar férias aqui, ela vai me visitar quando eu morar em Nova York e, quem sabe até lá eu já terei meus pequenos Artur e Catarina e ela vai brincar com eles. Ela vai vir pra minha casa quando brigar com os pais. E eu vou deixar ela dormir com o namorado (calma, Juninho, calma. Brincadeira. Amigo, amigo...).

Eu descobri que eu preciso de um homem (opa! Isso eu também já sei há tempos, dirá o leitor pândego ali da esquerda) cujo bisavô seja ruivo para ter um filho ruivo. Parece que são as leis da genética (tô em dúvida se é avô ou bisavô). Como eu também quero ter gêmeos – a Catarina e o Artur – e eu descobri que também pula uma geração eu preciso de alguém que tenha os pais gêmeos. Super fácil.

E, aliás, é um ótimo jeito de abordar homens. “Oi, meu nome é Carrie. Você tem um dos pais gêmeos e um dos bisavôs ruivos?”. Eles quase não vão achar estranhos. Quase não vão sair correndo gritando por socorro.

Você conhece alguém que preenche os requisitos acima, caro leitor? Mande fichas de inscrição para mim com exame de DNA, foto e currículo e eu submeterei a um exame prático, psicotécnico e de conhecimentos gerais.

13 comentários:

samanta disse...

carrie,
ate onde sei, filhos gemeos sao determinados pela genetica da mama e nao do pai. Nesse caso, vai ficar dificil...

Jussara disse...

Ahahaha, adorei o post.E parabéns pela afilhada!!

Carrie, a Estranha disse...

Samanta,

Humm...sério? Puxa...

Jussara,

Bigada!

Anônimo disse...

Alguma chance de realizar os exames prático, psicotécnico e de conhecimentos gerais sem provas de DNA, foto e currículo? E parabéns pela homenagem em VR.

Leitor pândego da esquerda.

Carrie, a Estranha disse...

Hahaha...sim, leitor pândego, caso os exames sejam realmente satisfatórios podemos pular os itens obrigatórios.

Obrigada pela homenagem.

Bjs

Milema Medeiros disse...

Ai,ai,ai... O Juninho deve estar doido por ser pai de uma menina. Vc vai adorar ser madrinha. Qto aos pretendentes, nao conheço nenhum q obedeça os requisitos, mas ficarei de olho. Bjinhos!!!!

KARINA F disse...

olha, só porque é vc, eu posso emprestar a marida já que quando criança era ruivo, ruivo, ruivo de dar dó de tão vermelho.mando fotos, dna, é trabalhador, bom marido, lava roupa, louça, ajuda em tudo, uma boa marida, uma Brastemp, mas é só porque é pra ti e daí vc empresta pra mim de vez em quando....o filha ou a filha porque o marido eu quero de volta.Beijos.

emprestar seus filhos-os estranhinhos-seria ó-te-mo. menina. se tiverem essa coisa inexplicável que vc tem, eu entro até na justiça e digo que são meus..brincadeira, brincadeira.

Carrie, a Estranha disse...

Ô, q bonitinho, KArina! Fiquei tocada, mas acho q vou tentar achar uma marida só pra mim.

Bj

Anônimo disse...

É Aline, já tá sabendo da afilhada. Acho que hoje foi o dia mais impactante da minha vida, me deu um frio na barriga e uma bambeza nas pernas que eu nunca tinha sentido antes, acho que a Sabrina tá vindo justamente para mudar esse machismo. Com certeza será uma experiência muito diferente e acho que isto vai me fazer mudar em muitas coisas, mudanças que acho que só me farão bem. Tenho a impressão de que vou começar a ver muitas coisas com outros olhos. Agora é aproveitar a parte boa, que é ver um bebezinho lindo nascendo e crescendo. Um beijão.

Bella disse...

nossa, além de quere um homem tem q ter todas essas características?? tá exigente vc, hein? assim fica difícil querida. na altura do campeonato desde q seja homem, pra mim tá valendo! hahahaha! bjs

Carrie, a Estranha disse...

Puxa, Sabrina? Que legal! Não é o mesmo nome q sua mãe queria colocar caso ela tivesse uma filha? Que bacana.

Bom saber q vc está passando por todas essas mudanças. E é bom poder compratilhá-las. Tenho orgulho de vc, cósnis.

Bella,

Ah é. Fiquei enjoada agora! rsrs

Bjs

Anônimo disse...

É isso mesmo Aline, é o mesmo nome que minha mãe queria dar se saísse alguma menina aqui em casa. Como é a primeira, tá aí a homenagem. Só tô com medo dessa menininha nascer sambamdo, pois neta da KK e nascendo em pleno Carnaval... Um beijão. Juninho

Anônimo disse...

beleza, Carrie!

tô dando uma passada pra dar um alô!

tô devendo uns comentários e leituras...

é que tem horas que eu fico de saco cheio de internet, blogs, emails...

meu blog mesmo é um espaço cheio de vazios... hehehe

queria ter essa energia toda pra atualizar!!

parabéns pela "madrinhez" (cuma!?)... ou seja: por se tornar madrinha. hehehe...

é isso!

abs

JH