quinta-feira, setembro 06, 2007

Tã nã nã nã (clap, clap). Tã nã nã nã (clap, clap). Tã nã nã nã. Tã nã nã nã. Tã nã nã nã (clap, clap).



Sei que a primavera nem bem entrou, mas já é dia das bruxas na mansão White! Pintei meu cabelo de preto. Negro. Como a asa da graúna. Como a virgem dos lábios de mel. Como a Mortiça Adams (pegou o título? Hãn? Hãn? Pegou?). Ou melhor, como a Wednesday, a garotinha – como bem já me apelidou Único Cunhado em um momento não único de inspiração.

Sei que essa informação é fundamental para a vida de vocês, então vou dar detalhes: não tava dando mais. O vermelho já tinha desbotado muito além da conta e me vi diante de um dilema capilar, uma encruzilhada cabelística, um desses momentos em que você sente que precisa tomar uma decisão, precisa se encher de coragem e fazer o que precisa ser feito (muitos "precisa" hein, leitor?). Ou refazia as mechas, pois só o tonalizante não dava mais no couro, ou voltava a ser morena. Ok, podia ter passado um castanho médio ou escuro que fosse. Ou podia ter comprado uma bicicleta. Ou aberto uma coca cola. Enfim.

Ontem fiquei procurando fotos pra mandar pra coletânea onde vai sair o conto da Lucrécia. De preferência fotos em que eu não assustasse as criancinhas (tarefa difícil, viu?). E todas as fotos eram de períodos onde eu acabara de pintar os cabelos. Então era aquele vermelho muito, muito, muito vermelho. Daí eu pensei: ou volto a ter esse cabelo ou vou pro outro extremo. Como já tava enjoada do vermelho – que dá muito mais trabalho e gasta mais, além de tudo – resolvi ir pro preto. Nada de castanhinho. Preto (suuuuper interessante todos esses detalhes. Acho que vocês nem vão dormir pensando nessa revelação).


Das vantagens de voltar a ser morena:


1) Não manchar mais toalhas de banho e lençóis – o preto mancha menos.

2) Poder usar batom vermeeeelho e unha vermeeeelha tudo ao mesmo tempo, sem medo de ser feliz (juro que não houve conotações petistas, mas quando vi já tinha saído).

3) Poder usar blusa vermelha.

4) Não ter medo do vermelho em geral. Nem de rosa. Aliás, de cores em geral.

5) Poder ficar vermelha e não ouvir o comentário de que você está da cor do seu cabelo.

6) Não ser confundida com uma integrante do grupo Rebeldes.

7) Ter um figurino de Haloween pronto.


Das desvantagens:


1) Não ser mais parada na rua com pessoas perguntando que tinta você passou.

2) O preto é radical. O preto é o último degrau, o ultimate fighting do mundo das tintas. É o céu. O teto. Pra pegar outra cor por cima há poucas opções: deixar crescer ou passar máquina zero. Ou passar por um processo sinistro chamado decapagem.

3) Ter um figurino de Haloween pronto.


E tem aquela história das fases, né? Cabelos são marcos simbólicos de fases. E essa fase vermelha foi muito boa, mas acabou.

13 comentários:

Andrea disse...

Black is the new black...a moda é cíclica.

André Rafael disse...

Como a asa da graúna foi jóia, Carrie.
É sempre bom mudar.

Anônimo disse...

Ameeega, antes de tudo, preto é báááásico. Bjs


Sandra Lee

Jussara disse...

Queremos fotos!!!
Carrie, tô querendo fazer mechas puxando pro vermelho no meu cabelo,mas agora fiquei desanimada; mas vc pintava o seu ou só fazia mechas?eu não tenho coragem de pintar, pq meu cabelo já é seco, se eu pintar, vai detonar; e tb, ele é escuro, não chega a ser preto, então meu cabeleireiro falou que pra tinta pegar é difícil e blá blá.
Mas acho que vc deve ter ficado bem de preto, pq vc é bem clara, fica um contraste legal.

Bella disse...

meninaaaaa, eu já fiz exatamente isso. há mto tempo atrás eu pintava meu cabelo de vermelho vermelhaço e qdo não deu mais eu passei pretaço por cima. ficou sinistrooooooooo! o comentário da minha mãe foi exatamente igual ao seu: ela disse q eu parecia da família adams!!
mas sabe q dps de algumas lavagens o pretaço foi aliviando e reflexos vermelhos começaram a ressurgir e no fim das contas ficou castanho o cabelo. aff! dá mto trabalho ser menina! :-)

Anônimo disse...

Back to Black!!

Carrie, a Estranha disse...

Fãs,

Obrigada pelo apoio.

Jussara,

Eu acho q a opção para quem tem cabelo escuro é ou fazer mecha - que detona - ou descolorir o cabelo todo - que detona mais ainda. Mas veja com o cabeleireiro.

Mas eu gostei do preto, pretaaaaço. Quero q desbote, não - mas, sei q vai desbotar e meu cabeleireiro disse q onde tem mecha ia ficar acobreado.

Bom, é isso, fãs. Fotos eu vou ficar devendo, por enquanto.

bjs

KARINA F disse...

bem, carriewhite, eu, ao contrário, tenho problemas com o dark total. meu cabelo é preto, azulão, nunca passei tinta nessa joça, mas sou adepta do alongamento (já fiz...ninguém merece!) e agora, estou na fase liso total. o "probrema" é que todo mundo pensa que pinto o cabelo. vou comprar shampoo e a mocinha indica shampoo para cabelos tingidos e eu fico pasma. e eu pergunto se ela achou que eu pinto o cabelo e ela diz que sim. eu digo que não e a bonitinha faz uma cara de "tá bom que eu acredito". um saco! eu queria pintar o cabelo de ruivo, acho lindooooo. bem c.f.mas branca do jeito que eu sou, com a sombrancelha preta e grossa, no way. ai,ai, como eu queria mudar a cor. nem mecha pega. ah, os peitos tb acham que é silicone. é, eu sou uma mentira. sõ eu é que não sei. beijos.. e tenho certeza que v deve estar mais linda, escritora.

Anônimo disse...

Veja bem ... se vc passar máquina zero pode ser confundida com a Britney Spears ... hihihi

Milema Medeiros disse...

Seu cabelo ficou ótimo preto.E mudanças sao sempre bem vindas!!!

Ila Fox disse...

Carrie, eu já passei pela fase Ruiva, é lindo, é mágico e tudo, mas vermelho infelizmente é o primeiro a desbotar e o último a sair do cabelo...
Quando entrei na faculdade conheci uma garota ruiva natural, era lindo, um tom escuro... e quando eu olhava o meu ruivo mais artificial que ki-suco me deu um desanimo... :-(
Eu lembro que quando resolvi não ser mais ruiva (meu bolso e minha paciência não me permitia) entrei no mesmo dilema, ou pintava de preto ou começava um lento e doloroso processo de luzes claras e escuras... como meu cabelo naturalmente é loiro, lá fui eu partir para as madeixas mais "naturais" possível.
Bom, no começo foi um desastre né? aquele laranjão desbotado com algumas mechas loiras e secas... enfim, depois de 4 anos meus cabelos estão como a 10 anos atrás, loiros, com mexas mais claras, a diferença é que agora preciso pagar para conseguir o mesmo efeito de antes... nhépaciência... hehe

Andrea disse...

Esse ceheirinho...é mofo?

Carlos Aquino disse...

Dulce maria pura !