quarta-feira, julho 11, 2007

Fim das aulas


Hoje tive que beber meio copo de vinho na hora do almoço. Encerramento do meu curso e o professor – que também é meu orientador – levou uma garrafa de vinho chileno para o almoço depois da aula. Quer dizer: se eu não faço pelo menos nem um brinde isso pode ser visto como uma desfeita. Quem sabe pode até comprometer o parecer dele sobre a minha pessoa. Quem sabe até eu perderia a bolsa. Não pode.

Em compensação não comi os quindins nem o doce de leite, ambos de Viçosa (sim, há pessoas de todos os lugares do Brasil no curso, além de uma argentina e uma espanhola), levados por uma amiga – e reza a lenda que esse quindim foi eleito o mais gostoso do Brasil e o doce de leite é produzido na universidade. Mesmo com todo mundo insistindo. E melhor: não senti a mínima vontade.


*

A vingança é um prato que se come frio. Gelado, eu diria. Já disse isso? Algumas centenas de vezes, né? Mas é que não me canso de me surpreender com isso. São tantos os exemplos e vindos de tantas as partes. A vingança é gelada, mas é doce. E a melhor vingança é viver bem. Nada não. Só pensando alto.

*

Eu tô tão feliz. Tão, tão feliz...

2 comentários:

Cláudio disse...

Parabéns, Carrie! Por tudo o que você relatou aqui...

Quanto à vingança gelada e doce, eu diria que é um sundae. Um sundae mágico com zero calorias.

Carrie, a Estranha disse...

Ai, Claúdiio...foi a melhor definição q eu vi de vingança. Um sundae de zero calorias.

bjs