segunda-feira, junho 18, 2007

A novela


Adivinhem quem voltou a dar problemas? Siiiim! Quem respondeu “o seu I-pod” acaba de ganhar um pênis Montreal (e quem respondeu “o seu cérebro” leva uma porrada)!

E lá vou eu para a Twilight Zone da loja da Apple – sim, porque aquele lugar é um universo paralelo como já comentei aqui. Gente, hoje tinham exatas cinco pessoas (contando comigo), tentando consertar seus I-pods. Um cara estava pela segunda vez, assim como eu. O outro me indicou uma marca chamada San, eu acho. Disse que tem há oito meses e não dá problema nenhum.

E os caras são tão filhas da puta, mas tão, tão, tão que o sistema deles é o seguinte: você deixa seu I-pod lá. Se for problema no hardware, a Apple cobre. Se for no software eles consertam e fica em 147 reais (coisa que eu já paguei). Detalhe: você não pode NÃO querer o serviço de software. Uma vez que você deixa o I-pod lá você concorda com o fato de que se for um problema de software eles vão arrumar e você vai ter que pagar. Eu não entendo nada de leis do consumidor, mas algo me diz que isso é ilegal.

Resultado: tinha um cara lá com um modelo shuffle que, quando a mulher disse isso pra ele, falou que preferia comprar outro novo, por 200.

Agora alguém me explica: quem disse que o tal do I-pod é o máximo? Gente, a parada é horrível! Dá problema a vera, é cheia de frescurinha, do tipo ter que atualizar toda hora...ah é! A última dica que eu recebi da garota da loja é que eu não posso deixar a bateria descarregar totalmente, pois o computador não tem força suficiente pra carregar I-pods – a não ser que você tenha uma entrada USB2.

Uma amiga me disse que se eu não clicar em “remover hardware” e esperar o aviso de “pode ser retirado com segurança” dá problema. Agora mesmo eu vou ter que medir a temperatura, fazer uma reverência voltada para o Vale do Silício com uma maçã na boca e louvar o santo nome de Steve Jobs três vezes! Faça-me o favor...

Se você, amigo leitor, está pensando em comprar um aparelho de MP3 compre o mais barato. 1) As chances de você ser assaltado(a) – onde quer que você more no Brasil – são grandes. 2) As chances dele dar problema são de 99,9999% - e os 0,000001% são surdos. Como é possível uma marca ter tanta fama e ser tão ruim. Não compre Apple. Não compre I-pod. Eu odeio a Apple. Eu odeio I-pod. I hate apple. I hate I-pod (tentando fazer com que os caras da apple entrem aqui e me dêem um brinde pra eu parar de falar mal deles).

4 comentários:

JH disse...

enchaquecas da revolução industrial...

volte ao XIX... a.C.!

Anônimo disse...

eu acertei, portanto tô esperando o prêmio, o maior que tiver por aí. Esse conselho de comprar o + pereba eu já recebi e vou seguir. Inspire, expire, conte até 10 .Bjs
Sandra Lee

Hetie disse...

Carrie, querida, olha so o que acabei de receber!!!! yepa!!!!Beijos...depois me conta se saiu mesmo, ok?

Hetie,

Recebemos a sua mensagem e gostaríamos de agradecer a sua atenção diante de nossas publicações e a sua preocupação em nos comunicar sobre o erro cometido.
Quanto ao seu pedido, saiba que na edição de julho/07 publicaremos uma errata na seção "Sua Opinião" mencionando a correção devida. Qualquer dúvida, por favor, fale conosco novamente.

Abraços,
Luciana Trafani
Atendimento ao Leitor
Revista CLAUDIA

Jussara disse...

Poxa, e eu só comprei o meu pq sempre ouvi falar suuper bem da Apple e do I-pod.
Realmente tem essa parada aí do “remover hardware”; uma vez eu tirei o carregador sem clicar nessa coisa, e deu tilt no meu pc novinho!! quase tive um troço.
Por que não comprei um radinho bem baratinho no camelódromo?por quê?por que me deixei enganar pelas propagandas??