terça-feira, fevereiro 27, 2007

The show must go on

MA-RA-VI-LHO-SA a edição do Big Brother de hoje. Perfeita. Trilha sonora, enredo. Tudo. Manipulado? Claaaaro!! But, who cares? Quem falou que programas de realidade são pra mostrar a realidade? De realidade já basta a realidade!

Vi no blog do Alberto e do Airton – sim, eu voto, entro no site, entro nos blogs, xingo; não, não tenho mais nada pra fazer, tô tensa, meu orientador não responde e essa é a minha forma de descarregar as energias – que a Globo elegeu o Cowboy como vilão e o Alemão como mocinho. Claro!! Essa é a graça do programa! A coisa toda só acontece quando se descobrem os lados da história e passa-se a jogar com eles. E eles – produção – são espertos o suficiente pra ver quem vai cair nas graças do público. Essa tá quase em termos épicos. Com direito a vingadores e intrigas palacianas. Até uma sombra demoníaca no Albosta colocaram.

Aí vêm as famílias dizerem nos blogs: “ó, meu filho não é assim, estão manipulando”. Reloooou!! Quem mandou entrar no BBB? Umas – dentre as muitas – razões que eu nunca, jamais, em tempo algum participaria de um programa desses é que eu não agüentaria a pressão. Simplesmente não agüentaria. Entrar no BBB é vender a alma ao diabo.

Porque é lindo ver um casal apaixonado, ainda que eles ainda não tenham se pegado de fato. Aliás, é mais lindo ainda. É quase um amor medieval. Só de côrte. Ainda que o Limão não saiba onde fica a Idade Média.

Porque a gente é tudo mulezinha.

Porque a gente via os cristãos morrerem na arena e achava o máximo e pedia mais.

Porque a gente ia pra praça ver as bruxas serem queimadas e achava o máximo e pedia mais.

Porque a gente ia ao teatro elizabetano, tacar tomate podre nos atores e interferir na trama e achava o máximo e pedia mais.

Não, eu não tô querendo dizer que Shakespeare tem a mesma qualidade dramatúrgica do Big Brother. Longe disso. Mas há duas coisas que prendem atenção do público: sexo, violência e poder. Que quase sempre se confundem, pois alguns são meios de se atingir os outros. Édipo Rei, Hamlet, Fausto, Titos Andrônicus...só reiventamos os clássicos.

Só que cada era produz a tragédia que consegue, com os meios que dispõe.

Não podemos esquecer que é entretenimento, galera. Não é filantropia, não é merecimento. É novela. Empatia ou não dos personagens para com o público.

E agora não adianta chorar não, moçada! Não adianta tentar limpar a barra, não! A fúria vingadora de nosso anjo germânico se abaterá sobre vocês!! Há há há há...(risada malévola).

9 comentários:

Andrea disse...

Isso aí, Carrie...BBB é CIR-CO!

Carrie, a Estranha disse...

Bem lembrado, andrea!

Panis et circense!

Cláudio disse...

Muito bom, Carrie. É isso aí. Hoje eu assisti ao BBB. É claro que há manipulação, sempre houve. Reality shows SÃO obras de ficção. E por que o espanto? Mesmo se sairmos da área do entretenimento: jornalismo é obra de ficção (principalmente o telejornalismo). Aliás, nossa própria memória, nossa própria visão da realidade são obras de ficcção (num outro nível, mas são).

jh disse...

e vc ainda vai falar no meu blog que sua análise do BBB poderia não ser séria?!

olha aí... citando Édipo Rei, Hamlet, Fausto, Titos Andrônicus!

concordo com a análise. BBB é tipicamente produto da "sociedade do espetáculo". hehehe... essa referência vc deve lembrar dos tempos de iacs.

e comentando o comentário: assino em baixo do que disse o Cláudio: jornalismo é obra de ficção também.
tudo é espetáculo!

falÔ!

Carrie, a Estranha disse...

Cláudio,

Pois é! Esse foi meu problema com o jornalismo! Eu simplesmente não conseguia ver como eu seria "neutra, imparcial e objetiva", como meus coleguinhas e professores acreditavam piamente - sim eles acreditavam, sim!!

Ah, JH, mas o seu blog é realmente sério! Não sério num sentido chato, mas sério pq fala de coisas importantes.
Sim Guy Debord é sempre uma boa lembrança!!

Bjs

M.Eduarda disse...

Querida eu estou AMANDO esse bbb! Eu só tinha gostado de 2 versões anteriores: a do Dohmini e a do Jean. Essa está conseguindo ser ainda melhor! Esse cowboy consegue ser pior do que o G! Lembra dele? hehehe!
Agora estou torcendo por um paredão Alemão x Cowboy!
Tomara que a Globo manipule nesse sentido! hahaha
beijos

Anônimo disse...

Oi querida!
Que bom te encontrar de novo!
Vê se não perde meu blog dessa vez...rs

E quanto ao BBB, eu confesso que fico bastante curiosa, mas não chego a visitar os blogs...rs

No entanto, tô indo lá globo.com pra ver o 'capítulo' de ontem que perdi...rs

Beijo grande e obrigada pela visita,
Alice
www.asmaravilhasdopaisdealice.blogger.com.br

Cris disse...

fófi, melhor análise de BBB ever. vou postar um link no meu blog. tô longe, mas nao perco arrie white de vista. ô, vício!!! bjks

Carrie, a Estranha disse...

Uia! Q fooofa!!

bjs