sexta-feira, novembro 03, 2006

Coralha


Almoço em família. Eu e Formiga Irmã ouvindo Formiga Mother contar um caso. Os casos de Mother são sempre recheados de personagens e situações que, se você não prestar muita, mas muita atenção, voa. E ai de você se pergunta alguma coisa que ela já disse! É esporro na certa. Mas tudo bem. A gente tava acompanhando – com uma certa dificuldade, mas acompanhando – um caso de uma família recheada de nomes estranhos, mas mantendo a linha, sem fazer nenhuma piada de duplo sentido. Eis que de repente, não mais que de repente e sem aviso prévio, Formiga Mãe dispara:

- Porque aí a Coralha...

Hein? Como assim? Coralha? Será que eu não entendi bem? O nome da criatura é realmente Coralha? Eis que Formiga Sister me confirma. Pronto. Ataque de riso sem fim, Formiga Mãe reclamando, que onde já se viu, “muito riso, pouco siso” e outros ditados dignos do Nome da Rosa, que aliam riso frouxo a poucas idéias.

Mas, cara (lho)! Tem condição um ser humano se chamar Coralha e você ficar impassível diante disso? Você continuar comendo seu arroz com feijão normalmente, como se nada tivesse acontecido! Ainda mais que "caralho" é o palavrão que eu mais falo. E minha mãe sempre reclama que eu falo muito palavrão. Agora encontrei uma solução pra esse impasse! Daqui em diante só falarei Coralha! É só uma inversão das letras “o” pela “a”. Ao mesmo tempo, parece uma mistura de coragem com caralho. Então é um misto de interjeição, palavrão e sei lá mais o quê. Acho que a gramática terá que ser revista baseada na Coralha (pergunto a Formiga Sis, que é professora de português, a qual tipo de interjeição “coragem!” pertence – se lembram que as interjeições são de vários tipos? - ela responde “ah, deve ser uma interjeição de...coralha” Sem condições, caros leitores).

Aí começamos a imaginar porque cargas d´água o pai dessa criatura resolveu colocar esse nome dela.

Eu: Vai ver a mãe se chamava Amália.

For Sis: E o pai...Coral!

Eu: Vai ver a mãe se chamava Cora.

For Sis: E o pai...caralho!

Chegamos à conclusão de que não tem explicação uma pessoa se chamar Coralha. Não dá. Tudo bem a pessoa se chamar Cora, Coralina, Carolina, mas...Coralha?

Outras situações surreais:

- Coralha, vai lá com sua amiguinha, a Imelda.


Também pode ser usada para designar o ato de enrubescer:

- Aí eu fiquei coralha de tanta vergonha!

Na boa, isso é que nem a Riroca, filha da Baby Consuelo. Se fosse comigo eu entrava com processo pra mudança de nome.

Pior do que isso só um amigo meu que namorava uma menina que tinha dois irmãos: Bráulio e Shana. Já pensou? Quem vai? Ah, vamos eu, Bráulio, Shana...Seria que nem você se chamar Juceta.Tem nomes que...não dá. Os pais dessas crianças nunca foram à escola. É a única explicação. Já imaginaram a quantidade de humilhações que essas pessoas passam? Eu sou solidária. Proponho a criação de uma comunidade no orkut intitulada: "Meu nome é um trocadilho", ou "Meu nome dá margem à pidadas de duplo sentido" ou ainda "Papai nunca me amou".

Formiga Mãe acha tudo isso muto bobo. Disse que estamos parecendo um primo nosso que, ao chamar um frei americano, cujo nome era Meldon, errou e chamou de Boston. Hahahahaha...e isso não é hilário?

PS: Se você por acaso se chama Coralha ou conhece alguma Coralha, me desculpe. Não é nada pessoal, não tive a intenção de ofender ninguém. Mas com um nome desses você precisa realmente de muita coralha de pau.

10 comentários:

anna v. disse...

hihihi, sensacional. mas afinal coralha é sua parente?! dá uma busca no google, vai que é um nome comum em algum canto!

Carrie, a Estranha disse...

Coralha não é minha parenta, com a graça de Nosso Senhor!!!

bjs

Joana disse...

nossa ri muito desse nome... adorei

Joana disse...

ah, aqui nao neva muito nao... essa regiao eh meio sem sal. nada de muito interesante. em compensacao o mike eh de vermont e a gente sempre vai pra la no inverno, e eh lindo!! achei a casinha no maine otima ideia..!

Ale disse...

Eu ja conheci uma Shelega...
Isso sim da piadas de duplo esntido.

marilia disse...

caramba, carrie, passo aqui todo dia, mas sem muito tempo pra comentar..
mas esse nome, não pode passar em branco!
um abraço

Milema Medeiros disse...

Vc está impagável neste texto. Estou rindo muuuuiiiito!!!Parabéns!!

Milema Medeiros disse...

Esqueci de colocar no post acima q conheço uma mulher q se chama Aurocedes. E este nao é o único nome estranho da família.

M.Eduarda disse...

Meu Deus ahahahaha! O mundo é realmente muito estranho...
beijos

Jussara disse...

Ahahaha, o último parágrafo, antes do PS, fechou com chave de ouro.