segunda-feira, outubro 16, 2006



Eu quero dar porrada no personagem do Marcos Paulo (direito de minoria? Então larga a Nívea Stelman e vai namorar uma gorda! Só se ela fizer parte de outra minoria. Das acéfalas, né?).

Eu quero dar porrada na Reginecologista Duarte (direito de minoria? Então larga o botox e aparece com ruga! Avante, pelancas! Unidas venceremos!).

Eu quero que algum dos caralhos dos meus computadores reconheçam o meu I-pod e abasteçam-no - porque o mundo já é muito duro, sem música é mais duro ainda. Eu boto pra recarregar e o I-tunes finge que não é com ele, vira pro lado e ignora. Espero que não seja nenhum pobrema glave.

Eu não consigo ver a Ranata Sorrah sem lembrar da minha prima Maysa. Porque eu me lembro da Heleninha Roitman, logo...

Eu não falo mais sobre novela, mas a menininha do Poltergeist, que mora dentro da minha TV me conta TU-DO.

Daniele Winitis, de suco de maracujá, toda maquiada, com um babydoll laranja e aqueles dentão branco de dar mêda. Tava que nem eu – isto é, Carrie, a Estranha – no meu livro/filme, depois que despejam aquelas coisas em mim no baile.

Eu acho que eu vou tomar o quinto copo de suco de maracujá.

A moça lorinha não quer dar pro Tiagão porque “está numa fase muito boa do namoro, de mão dada e passeiozinho”??!!??%#$%$. Eu me recuso a falar qualquer coisa sobre esse assunto. Acho que é sem comentários.

Há há. Todos se metem na vida de todo mundo na vila? Há. Puuuxa.

Pessoas dizem que eu pareço a Viviane Pasmanter. E pra não soar falso demais, dizem: “ah, mas ela é mais bonita que você”. Será que acham que isso é elogio?

É ela, a Ana Carolina e a Rafaela Fischer. Eu meleço. Pior é quando a pessoa tenta explicar e diz “acho que é o jeito”. Hãn-han. Jeito de sapatão? Jeito de barraqueira? Jeito do mau humorada?

Eu acho que eu quero pipoca. Será que meus pontos ainda dão?

Eu quero ter um pônei.

PS: Se você é um PEREIRA e não entendeu nada, só está aqui por causa das fotos, ignore tudo isso e continue descendo a página.

15 comentários:

Pereira disse...

Ufa! ainda bem que vc me orientou... ja tava me perguntando se entrei no blog certo... rs

Carrie, a Estranha disse...

Eu não tô falando? Eu conheço a família q tenho...

Tereza Cristina disse...

KKKKKKKKKKKKKK
Essa loira é mesmo passada... Estava comentando com o meu marido (soa tããão babaca: meu marido!!!)que o papo dos dois foi "tipo assim" século passado. Mãos dadas??? Não!! Melhor é dar outras coisas... rsrsr. Esse Maneco!!!...
Adorei a sua mãe/babyssauro. Ando tão carente, com saudades da minha que às vezes acho que vou enlouquecer. (acho que já disse que perdi a minha fofinha em março deste ano e não estou suportando a falta). Dê muitos beijos nela por mim...
beijos
*adoro o seu texto. Me senti uma Pereira...
**Você não parece a Pasmanter, nem a Ana Carolina, nem a Rafaela. Você é a A.P., vulgo Carrie, tão estranha quanto autêntica...

Anônimo disse...

Recado para Teresa Cristina
Tenho certeza que Carrie e meus outros filhos que ao todo são so cinco!!! não se incomodam de dividir a mãe com voce
Eu com a maior alegria recebo o seu beijo e lhe mando outro bem
grande no seu coração
Mother

Tereza Cristina disse...

Muito obrigada, Mother. Adorei o seu beijo com gosto de mãe! Me emocionou muito o seu carinho. Tenho certeza que a minha mãe não faria diferente. (Ai que nó na garganta...)
Com certeza seus filhos herdaram muito de você!!!(Posso chamá-la de você??). Já "conheço" Formiga Sister que é uma fofa, Rimão do(s) Meio(s) tecnológicos que é uma fera e a Carrie da qual sou fã. Os outros também devem ser maravilhosos.
Muito obrigada

Carrie, a Estranha disse...

Tananananaã...
Q lindo, esse momento terno.
Tá bom, eu empresto mamae. Vc tem um papai pra me emprestar?
Bjs

Tereza Cristina disse...

Carrie, fica com ciúme não....rsrsr
Ela é maravilhosa....
Eu tenho um pai de 80 anos, destruido pois descobriu (tarde demais....)que perdeu a grande mulher da sua vida. Infelizmente ele não havia percebido nem valorizado isso em 60 anos de casamento. Bom, agora o leite derramado está...
Se quiser eu empresto, mas ele não é uma pessoa fácil não...
Mas a minha queridinha você teria adorado. Ela era super, hiper, ultra mãe. Exatamente como a sua. Acho que as caçulas (também sou!) recebem o filé de mãe!
beijos fraternos

Anônimo disse...

Tereza Cristina,

Eu fui caçula dez anos e depois veio a minha Formiga-Carrie, que eu amo muito!!Foi um presente do Papai do Céu e dos da terra.
Acho que quis me pronunciar porque tenho a sensação de que ninguém ama mais a minha mamy que eu. E acho q tenho o filé dela. Às vezes brinco que nunca mais me separarei dela. Mas é sério!!!
É bom tê-la na minha vida.
E tenho o maior prazer em dividi-la com vc Tereza. Uma pessoa tão especial.
E já que estou dividindo acho que posso chamá-la de irmã, não?
Beijos para as minhas irmãzinhas Formiga e Tereza.
Bibi

Carrie, a Estranha disse...

Se acha essa Formiga Sister. Acha q ela ama mais a minha mãe q eu! Humpf!

Roberta Carvalho disse...

Tb fiquei com medo da Winnits maquiada de baby dool laranja e suco de maracujá na cara.

Anônimo disse...

rsrs
Eu não acho, é verdade!!!!rs
Eu amo a mãe mais que todos e tb te amo muuiiiiittoooo. Tb mais q todo mundo...rs
Beijos,
Formiga Sister

Tereza Cristina disse...

Nossa, agora é que o nó da minha garganta apertou....
Bibi, você é a "cara" da sua mãe! Carinhosa e doce! Adorei a idéia de ser sua irmã. Adoro vocês!!!
Muitos beijos fraternais

Carrie, a Estranha disse...

Tereza,

Rimão do(s) meio(s) vai falar aí em Vitória (é Vitória q vc mora, né?). Acho q na federal, aí. Depois divulgo.

Bjs

M.Eduarda disse...

Carrie... suas observações sobre a novela são sempre as melhores! Eu juro que a maior parte delas passaram pela minha cabeça enquanto eu estava assistindo (às vezes não acredito que eu possa assistir essa porcaria!).

Não querer o Thiago Lacerda é FUEDA né! hehehhe

beijos

Tereza Cristina disse...

Carrie, não deixe de avisar. Eu moro em Vitória e trabalho na UFES. Também já trabalhei na UFF, em Nicty, de 2000 a 2003. Sabe como é, marido transferido para o Rio e eu de contrapeso. Pena que não te conheci antes...
beijos