sexta-feira, dezembro 03, 2010

Que puxa

Que dia foi esse, meu Deus.

Três bancas.

Banca 1: minha orientanda, super complicada, tentando pela terceira vez monografia - numa ela plagiou, na outra foi reprovada. Não vai, não estuda, não faz as mudanças que a gente pede. Resultado: reprovada.

Banca 2: trabalho mais ou menos. O cara ex-integrante de grupo de extermínio da região, ex-presidiário. Dez com louvor tá bom, querido? (brincadeira. Ou não).

Banca 3: minha melhor orientanda, fazendo ainda o pré-projeto é esculachada na banca, por motivos completamente desnecessários, na minha humilde opinião.

Aluno perguntando nota, bomba atrás de bomba pra resolver, vista de prova, 2ª chamada, 5ª chamada...como diria Formiga Irmã: eu sou de um tempo onde caso você ficasse doente perdia até ano. Hoje em dia o problema é do professor. O aluno ameaça com advogado, processo etc.

Final de semestre é um in-fer-no.

Qué dizê...será que ainda dá pra tentar salvar um baseado ali no alto-forno 3?

8 comentários:

Paola Bracho disse...

Queria ler os pensamentos da minha orientadora...kkkkkkkkkk

raq disse...

já vi aluno indo acompanhado da mãe exigir que o professor desse uma prova de 3a chamada porque ele faltou a 1a por sei lá o que (provavelmente não tinha estudado) e na 2a porque não podia adiar as férias... e era aluno de graduação! com a mãe apoiando! os caras acham o que? que o professor só faz isso? fica a disposição de um aluno em particular? esse professor é o que mais publica na área dele, tem diversos projetos de pesquisa (de valor muito alto) com as maiores empresas do país. orienta uns 12 alunos de doutorado e mestrado. e tem que ficar criando prova extra pra um aluno que perdeu as provas sem motivo aparente? numa certa altura a mãe ainda saiu com essa: "olha, eu sou advogada" (ameaça?). cara, eu tive que sair de perto pq o professor descascou a mãe e o filho. sério, o que esse povo pensa?

Alessandra disse...

Na entrevista de mestrado do meu amigo, a (que viria a ser)orientadora dele deu meia dúzia de foras na banca que queria detonar com o projeto do garoto. E no final disse em alto e bom som: "Já chega, né? Não adianta ficar detonando que é com ele que eu vou ficar mesmo. Obrigada, querido. Ano que vem nos vemos mais."
Eu adorei! Queria essa orientadora pra mim!
Ah, e ontem ouvi de uma mãe que compreensão de texto não devia ter gabarito. Que não há erro nesse tipo de questão e que o filho dela deveria ter levado todos os pontos. Eu ri, né? Depois tive que explicar tim-tim por tim-tim que neste tipo ou em qualquer outro tipo de atividade, maçã é maçã e banana é banana. Nessas horas eu tenho vontade de cantar "Qual a diferença entre o charme o funk?" pra esses pais loucos acharem q eu sou louca também e pararem de encher meu saco.

erica disse...

Ai, querida! Te entendo! pior é aluno mentiroso, que diz para vc que tem orientador externo e que vc precisa fazer muito pouco... e vc vai ler a monografia e é impossível que o orientador externo, com doutorado e pós-doc ( e daí? eu também sou!) leu aquela porcaria (para ser fina!) e aprovou! E quando vc reprova a monografia é acusada de tudo quanto é coisa e sua mãe chamada de tudo quanto é nome! (vc não leu meu trabalho 15 dias antes da data de entrega, com tema alterado por "desprezo", "falta de cuidado com a gente", etc!isso porque avisei que não corrijo nada em cima da hora!) E me pergunto: eu mereço gente louca?
Fora ameaça de aluno que vc pega colando e avisa que traficante X é quem paga a mensalidade!
Essa p*&%$ desse ano não vai acabar não?!

Carrie, a Estranha disse...

Paola,

Vc é uma boa menina?

Raq,

Qdo me dizem "olha, eu sou advogada(o)" a resposta q eu tenho vontade de dar é: "bem feito".

Alessandra,

É uma boa estratégia. Ou então q nem aquele vídeo: "qual a diferença entre Lutero e Kant? Um é iluminista, o outro protestante".

Erica,

Toca aqui, irmã. Te entendo.

Bj

Anônimo disse...

Jesus acende a luz!!! Eu vim dizer que fim de semestre é um inferno pra qqr cristão - aluno ou professor mas depois dos depoimentos, coloquei meu rabinho de aluna entre as pernas!! (não que eu seja sem noção assim, eu entrei na fila do bom senso pelo menos uma vez!)Pq vcs, teachers, tem de lidar com cada tipinho, viu?? God bless you!

Teca

ila fox disse...

Carrie, aqui em BH um aluno acabou de matar um professor de faculdade à facadas. Algo me diz que o infeliz bombou e achou que é a culpa do professor. Ainda não sei maiores detalhes, mas é lamentável. :-(

ila fox disse...

Ah, aqui uma matéria sobre o assassinato: http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2010/12/07/interna_gerais,196913/professor-universitario-morre-ao-ser-esfaqueado-por-aluno-dentro-de-faculdade-no-lourdes.shtml