segunda-feira, janeiro 04, 2010

Abortar missão Floripa.


Minha viagem pra Floripa subiu no telhado. Aliás, quem subiu no telhado foi o pai do meu amigo, onde eu ia ficar. Tá morre-não-morre no CTI e como eu já passei por isso com o meu pai e sei que é um momento extremamente desconfortável e que pode durar dois dias ou dois meses, achei que não era uma boa hora pra ir. Deixei meu amigo à vontade e ele disse que realmente não é um bom momento pra ir, pois ele não poderia me dar atenção. O pai dele vai fazer uma cirurgia para diálise peritonial (já não pode fazer hemodiálise) e a família precisa fazer um treinamento intensivo pra mexer nisso, daí eles precisam ir todo dia pro hospital. Amanhã ele faz duas cirurgias. Além de tudo o pai dele é cardíaco.

Liguei pra agência (sim, eu sou caipira – ou antiga, como preferirem – para compras de passagem e ainda ligo para “o meu agente de viagens” ao invés de comprar pela internet como todo mundo. Gosto de passagem impressa, que mané “é só dar o localizador”) e eles viram que a multa é de 100 lágrimas - como diria um amigo meu. Pra remarcar eu ainda – além da multa – teria que pagar a diferença tarifária da ocasião, caso houvesse. Sendo assim, preferi cancelar e perder “apenas” 100 reais do que pagar 100 e ainda correr o risco de ter uma diferença. Sem contar que não estou certa de qual data poderei ir. Provavelmente só nas férias de julho, mas não gosto de fazer as coisas assim com tanta antecedência. Vai que até lá eu já esteja morando em Dublin, né Ana? ;)

Bosta. Tava toda empolgada, tinha comprado biquíni e maiô e short...fica pro Cruzeiro, né? Pelo menos não perdi o dinheiro total.

Acho que vou voltar para Capitarrr, então. Mas hoje vou ver Avatar! Sim, está passando na Província. Tenho que aproveitar para ver blockbustters na Província e outros filmes na Capitarrr.

2 comentários:

ila fox disse...

Puxa é tão ruim ficar na expectativa...

Para estas horas que os planos não saem como a gente quer, sempre procuro me lembrar da frase da minha vó "Deus sabe o que faz"

Marcele disse...

Desmarcar passagem é uó mesmo! Dá aperto no coração e nó na garganta! Uma M!
Concordo com a parte de que análise na provínvia não é uma coisa muito, digamos... confortável! rs. Em vários aspectos!!!
Beijoooo e um 2010 fantástico pra vc!

ps: doida pra ler o post pós cruzeiro... fico só imaginado seus relatos, estilo Bruno Mazzeo no Cilada! kkkk.