terça-feira, agosto 04, 2009

Constatações no meio da tarde


Ok, eu sei que o orkut é uma ilusão, como quase tudo na vida - mais do que quase tudo na vida – mas, é que às vezes eu olho a vida de algumas pessoas, pessoas que eu sequer conheço, que eu não conheço os problemas, os dramas as angústias, e me dá uma inveja...penso porque eu não sou essa pessoa, ou sou amiga dessa pessoa, ou qualquer coisa dessa pessoa.

Será que sou só eu? Deve ser. Afinal, como diria Fernando, o Pessoa: “nunca conheci quem tivesse levado porrada. Todos os meus amigos tem sido campeões em tudo. E eu, tantas vezes reles, tantas vezes vil. Tantas vezes incomensuravelmente parasita” (citando de cor).

[É, é claro que é o segundo "nunca" estava errado. Do contrário não faria sentido no todo do post. E é claro que sob o heterônimo de Álvaro de Campos. Tá bom pra todo mundo, agora?]

11 comentários:

*Ta* disse...

Calmaaa !! Eu tbm já tive essa estranha vontade de ser alguém que eu nem conheço, mas que pelo orkut, passa a impressão de ser uma pessoa mais feliz, mais legal, mais bem sucedida e mais amada do que eu !! Logo essa vontade passa... hehehhe !!!

Q chique, citando Fernando Pessoa de cor!! ;)

Bjos!

Ângela F. disse...

não é fernando pessoa, ghata. é álvaro de campos.

***GrAzI disse...

Eu tbém penso nisso olhando "orkuts alheios"... rsrrrs... em situações extremas já me peguei olhando para uma janela acesa de uma casa ou prédio e imaginando cenas de absoulta perfeição e irrealidade né? Como diz o ditado "a grama do vizinho sempre parece mais verde"...
Um beijo da sua leitora de Curitiba!

B. disse...

ô! 'brigada. Por me fazer sentir que não sou a única "louca" nesse mundo.

Carrie, a Estranha disse...

Ta,

É, eu sei q o coisa de momento...

Angela, ghata...

Álvaro de Campos é um dos heterônimos do Fernando Pessoa. Assim como o Alberto Caeiro, Ricardo Reis e até ele mesmo. Os heterônimos tinham personalidade própria, biografia, data de nascimento e tudo mais. Existem milhares de estudos sobre o porquê dele fazer isso, pois não eram simplesmente pseudônimos, mas alteregos. Veja essa citação de Álvaro de Campos:

"Quanto mais eu sinta, quanto mais eu sinta como várias pessoas,
Quanto mais personalidades eu tiver,
Quanto mais intensamente, estridentemente as tiver,
Quanto mais simultaneamente sentir com todas elas,
Quanto mais unificadamente diverso, dispersadamente atento,
Estiver, sentir, viver, for,
Mais possuirei a existência total do universo,
Mais completo serei pelo espaço inteiro fora."

Espero q tenha clareado um pouco.

Grazi,

Beijo para o povo de Curitiba! (daquelas loucas, né? Que acha q é a Hebe).

B,

Todos nós somos assim. Sò que alguns mentem.

Bjs a todas

ila fox disse...

Carrie,

Tem aquela sábia frase:

No Orkut todo mundo é feliz, no Twitter todo mundo é infeliz, no MSN todo mundo é ocupado.

Não se esqueça. ;-)

Carrie, a Estranha disse...

Ila,

Rsrsrs...sabia dessa, não. Por que todo mundo é triste no twiter?

Stella disse...

Olha, já vi muita gente que eu pensei "cara, eu queria ser amiga dessa pessoa!" Mas e a coragem pra falar com a tal? :x

rs

Humano é um bicho esquisito mesmo.

ila fox disse...

Carrie,

É que no twitter a maioria só reclama, hehe.

Vinicius Andrade Pereira disse...

é, deve ter sido citado de cor, mesmo. Pq a frase é " Nunca conheci QUEM TIVESSE levado porrada..." Que muda completamente o sentido, concorda?...

bjs
Rimão dos Meios

Carrie, a Estranha disse...

Isso, isso, isso, Rimão! Mas o sentido era esse! O segundo "nunca" entrou de gaiato. Hehehehehe...talvez um ato falho. Ou dois negativos anulem o sentido...

Bjs