domingo, junho 14, 2009

Velhos hábitos II

(Eu, Fló e Fumiga Imã. V Party. Siiiiim! Eu adoro batom vermelho!)


Ai. Ai eu toda. Depressão pós-andrelândia em alto grau.

A festa foi muito, muito, muito boa. Clima de camaradagem e reencontro entre amigos. Surpresa de amigos que apareceram de repetente, como a Dani. Povo que eu não encontrava há tempos, como Luciano Titi. Meu amigo Gustavo, de Petrópolis, que agora mora em Brasília, que não ficou pra festa, mas pelo menos pude conversar e conhecer a sua filhinha fofa. Lançamento do livro do Cósnis, festa do Kadu...muita coisa boa.

A festa foi linda, gente! Teve rock and roll do Figurótico, uma banda de Barra Mansa, amiga da galera - uma das poucas coisas boas que Barra Mansa já produziu, além da minha amiga Karine e da Marcele (tá bom, e da família delas). Teve discurso da Fló e agradecimento pra mim! Teve eu e Gegê tentando agradecer - quer dizer, eu agradecendo e Gegê mudo do meu lado - e a mala do Gugu interrompendo. Aliás, teve o Gugu dando peixinho no chão e me perseguindo pelo salão com a língua pra fora (ainda bem que era só a língua, né?) - claro que no dia seguinte ele não se lembrava disso - mas o que esperar do Gugu, né verdade?. Teve meu primo Cássio assumindo a batera. Tiveram fotos, muuuuuitas fotos, das mais antigas às mais novas...deve ter eu pulando na frente da filmadora o tempo todo...realmente um evento inesquecível.



Segue o discurso da Fló. Seguem algumas fotos. Você vê na íntegra, no meu orkut - afinal, privacidade pra quê né, messs?


Conforme dissemos no email que enviamos a muitos de vocês o objetivo dessa festa é comemorar o momento em que nos deparamos com esta linda cidade, seus moradores e eventuais agregados (como nós!!!). Queremos nesta noite celebrar a alegria e as mudanças geradas em nossas vidas em virtude deste confronto tão especial. Encontros e desencontros proporcionados por Andrelândia fizeram de nós pessoas melhores e mais felizes. Até porque 12 e 20 anos de convivência não são pouca coisa... E quantas histórias temos para lembrar!!!!!! A primeira delas teve início em 1989, quando visitei a cidade pela primeira vez... na verdade segunda, pois já tinha passado férias em uma fazenda aqui, mas isso é outra história... Verdadeiramente considero que minha “iniciação” se deu quando vim à cidade trazida pela Aline e acompanhada de mais duas amigas, Karine e Gabriele (a primeira delas retornou uma vez e a outra jamais voltou a cidade!). A partir daí foram várias idas e vindas, nem sempre tão fáceis (já que nem sempre tinha lugar pra ficar e dinheiro pra viajar), mas todas divertidíssimas e cheias de emoções!!! Passei por várias casas (Casa das tias, do Mamago, da Daniele e Gisele, na época de ouro, do Alex, da Carla, etc) e por quase todos os hotéis da cidade (Mônica, Rivelli, Nogueira), enfim... até chegar a Casa do GG, em 1994, onde permaneço até hoje, mas em condições diferentes, já que tenho a casa dele como o meu segundo lar e me considero parte da família!!! A trajetória por aqui é longa e o prazer de vir a esta cidade sempre foi tanto que quando possível ainda trazia “agregados”, em geral amigas próximas, desejosas de saber o que tanto eu fazia por aqui. Além dessas amigas, em 1997, a minha irmã Fernanda começou a freqüentar a cidade de Andrelândia comigo. Na época, nós duas morávamos fora de casa, uma em JF e a outra no Rio, mas não tínhamos o hábito de viajar juntas. Pertencíamos a grupos diferentes e a idade e o meu temperamento reservado (sim pq eu era um bicho do mato, uma incógnita para a família!) também nos separavam. Morria de medo que ela contasse a minha mãe que eu pegava carona na estrada e bebia cachaça!!! Que tolice!!!



Assim, outra coisa boa que aconteceu, talvez a melhor delas, foi que Andrelândia nos aproximou e nos fez vencer uma barreira que pensávamos ser intransponível!!!! Nos tornamos grandes e verdadeiras amigas... fiéis, cúmplices, parceiras!!! Além dessa amizade, muitas outras foram construídas ao longo desses anos todos a partir das experiências vividas e compartilhadas. Aqui me tornei a V8 (apesar de ter ganhado esse apelido no Mato Grosso do Sul), a Fló, a Flora, a Flocos... Ganhei uma nova identidade e fortaleci a minha personalidade!!! Posso dizer que sofri uma verdadeira metamorfose... em todos os sentidos!!! No aspecto capilar, como diz a minha amiga Aline, evoluí de um “black power” para um cabelo liso, louro e lindo, e no aspecto etílico, superei a minha Mestre (ela mesma)!!!! Enfim, só tenho que agradecer a Deus por ter me permitido viver tudo isso... todas essas histórias. Acredito que nada na vida acontece por acaso... não foi atoa que das três amigas que vieram, só eu voltei e permaneci!!! Sei que os laços que me unem a esse lugar são gigantescos e não pretendo me desvencilhar deles tão cedo!!! Por fim, até porque já falei demais, quero muito a agradecer a presença de todos vocês, amigos queridos!!! Que vieram aqui hoje e se dispuseram a festejar conosco esses anos de alegria!!! Espero e desejo que possamos continuar celebrando a amizade e o amor por Andrelândia!!! Por mais 10, 20, 30 anos...


Obrigada minha amiga Aline por ter me trazido aqui há 20 anos atrás.


Obrigada Geraldo e João Roberto, meus grandes amigos e irmãos do coração, por me acolherem sempre tão bem e pelo amor e carinho incondicional!!!


Obrigada a todos... de coração!!! Estar aqui hoje não tem preço!!! Amo vocês!!!




A banda.



Cassinho, meu primo.


Lançamento do livro do Júlio, meu Cósnis.


O gênio autografando a obra.



João Fanquico, bincando de cantar no lançamento do livro do pai. O problema é que ele não se conformava em ver o microfone desligado. Reparem no chiclete no fundo da boca.

5 comentários:

Marcele disse...

Linda a foto de vcs três! O figurótico é realmente mt legal, dá aquele orgulhinho básico de ser da mesma terrinha!
Ah, e obrigada pela parte que me toca....rs.
ps: pelo q pude perceber pela foto.... acho que 12 kgs é exagero, hein Carrie!!!!
Bjinho

Stella disse...

Ah, que bom que foi tão legal assim!!! Muito bonito (e em certas partes engraçado) o discurso dela! :)
Então, que tenham muitas festas tão legais quanto essa pra vocês! ;)

Beijo e boa semana pra ti!

ila fox disse...

Carrie, te mandei um e-mail no seu yahoo. ;-)

Carrie, a Estranha disse...

Marcele,

Vc sabe q o preto disfarça né, amigammmm? E pra quem tá ligeiramente obesinho, believe me, 10 kg não são naaaada. POderia emagrecer uns 17 e continuaria normal.

Stella,

É, foi muito legal!

Oi, Ila! Só fui repsonder seu comentário agora.

Bjs

ANDRÉ CARELLI disse...

Bem, já que não fui incluso como uma das "poucas coisas boas que BM já produziu" - e sem querer inflamar bairrismos estúpidos e cafonas (tipo Andrelândia vs. São Vicente, ou Penapolense vs. XV de Piracicaba, e por aí vai), talvez fosse bom lembrar duma outra coisa boa que BM já produziu outrora: Volta Redonda!! Sim, a CIDADE DO AÇOaçoaço (eco da Rádio Globo AM)era distrito de BM e saiu de sua costela... Ahh, se não fosse a "sederúzica", hein...?! Que, aliás, após devidamente privatizada, transformou uma Cubatão II em aprazível logradouro, graças ao dindim dos impostos (que o antigo cabidão-de-emprego estatal nunca gerou) do judeu Steinbruch e ao prefeito florista, que acaba de voltar ao trono. E é a cara do Fofão!! ME-DA!!