terça-feira, junho 23, 2009

Enquanto isso, no novo emprego de Carrie...


- ...mas, então... eu queria saber a sua disponibilidade de horário.

- Ah, no momento meu horário ainda está livre.

- Puxa, que maravilha! Essa é a resposta que a gente sempre quer ouvir! Que tal sexta à noite?


Toma, to-toma, to-toma, toma. Otária.

10 comentários:

ila fox disse...

Ahhh com o tempo vc pega a malícia... hehehehe ;-)

Karine disse...

KKKKKKKKKKK Você aceitou ou pediu um outro horário?

ila fox disse...

Quando me perguntam sobre disponibilidade de horário e tal, eu respondo que nos finais de semana eu não trabalho. Não existe nada pior que só poder dormir até tarde UM dia da semana! NHAAA :-P

Alexandre Avelar disse...

Ah,semestre que vem eu tb darei aula sexta à noite. É um horário excelente, principalmente se vc não faz chamada.

Carrie, a Estranha disse...

Ila,

POde crer.

Karine,

Aceitei. Mesmo porque todas as universidades daqui só tem turno à noite.

Ila,

Mas dficilmente eu vou trabalhar de manhã. Não há turnos pela manhã.

Alexandre,

POis é! Imagine uma aulinha de Antropologia pro curso de COmunicação, segundo período?

Bjs

Alvaro disse...

E não deu pra dar uma contornada? Do tipo: quando eu disse livre me referia ao horário comercial, nas sextas à noite é justamente quando eu tenho (e inventar na hora uma coisa qualquer).

Se bem que quando a gente é apanhado de surpresa nem sempre dá pra ter esse jogo de cintura todo...

Carrie, a Estranha disse...

Alvaro,

Mas o turno lá é só noite, então essa desculpa de horário comercial não rolava. Tudo bem. É só por um semestre. É bom q eu faço uma média.

Stella disse...

Hahahaha... pior que eu também não aprendo. :~

rs Boa sorte!!

Beijos!

VanOr disse...

Ula maria! O bom de dar aula sexta à noite é que, se tiver algum aluno gato, você já sai da sala de aula pra night com o bofe a pretexto de confraternização. Às vezes rende um namorico e alguns décimos a mais na nota final, hahaha.

Carrie, a Estranha disse...

Hahahaha...Vanor...é...pode ser, mas faculdade particular a coisa é mais complexa.

Stella,

Qeu puxa!

Bjs