quinta-feira, novembro 27, 2008

Smells like (fucking) holiday spirit!!

A semana foi corrida e curta. Tô pregada e passo só pra dar um alô.


Impressionante essa porra de Thanksgiving. Isso é maior que o Natal! Hoje tinha um terço da turma na aula que eu assisto. As pessoas fazem filas nas lojas pra comprar tortas de abóbora, peru, comidas...Pela cidade, feirinhas natalinas espalham-se com presentes para todos os gostos (hoje eu comi um wafle com Nutella, nem conto pra vocês o quanto estava bom), pinheiros sendo vendidos, decorações pela rua, musiquinhas de Natal sendo tocadas em alto-falantes aqui em Astoria. Todo mundo já deseja "happy holidays" e todos te perguntam o que você vai fazer no Thanksgiving - eu, popular como sou, dispensei 2 convites, a saber: Will, meu amiguinho, disse que eu tinha dito pra ele que iria pra Connecticut pra casa dos pais dele. Nem me lembro. Na certa ele comentou e eu respondi cariocamente "ah, vou sim". O outro convite foram das malucas amigas da Zorba que vão fazer um jantar e queriam que cada um trouxesse um prato do seu país. Onde eu arrumo uma feijoada nessa cidade eu nem imagino. E o outro convite, o que aceitei, foi pra almoçar na casa da irmã de uma amiga, a uma hora de NY, que eu não vejo a 16 anos. Visto que ela está morando a seis horas de NY, quase no Canadá, acho que será a única oportunidade de nos encontrarmos.


(Fui a Grand Central Station comprar minhas passagens e aquilo estava pior do que a Novo Rio antes do Carnaval ou Semana Santa! Gente sentada pelo chão, filas intermináveis...)


Também estarão lá os agradáveis pais dela, que, no auge da minha adolecência tinham uma locadora de vídeo (sim, video) que servia de fachada pra mãe dela fofocar pra minha mãe que eu ficava bêbada no Hi Fi do clube (ok, eu tinha 14 anos, não é muito legal ficar bêbada aos 14 anos, mas isso não é motivo pra me dedarem). Além disso, são dessas pessoas que vieram pros EUA no esquema "Sol-novela-América" e precisam falar mal constamente do Brasil. A mãe dela chegava a interceptar as nossas cartas, das amigas (sim, cartas, de quando não existia e-mail) pra ela não sentir saudades. Além disso, essa minha amiga já era americana antes de vir pra cá (in a bad way). Já tô até vendo o tipo de conversa que a mãe dela vai puxar: "Carrie, mas você vai dar aula, no Brasil, você não se importa em ganhar uma miséria?". E aí eu tenho que explicar que universidade não é tão miséria assim...mas irei com o coração aberto e a mente pura. E um soco inglês no bolso, just in case.

Anyway. Se eu não ficar bêbada e for expulsa de lá antes, devo voltar à noite ou de manhã. Talvez seja melhor à noite. É. Mas não deve ter nem bebida.


Karine, qual é o nome dos pais dela, mesmo? Rosaly? Rosalice? O pai era algo tipo Paulo, Carlos...nome de pai. Minha falta de memória pra nomes piora a olhos vistos.

Voltamos djá, djá. Torçam por mim, crianças. Façam as tarefas, não puxem as tranças das das coleguinhas e dividam os brinquedos.


Happy Thanksgiving for everybody!


PS: E a sua lista de Thanksgiving, caro leitor? A que você daria graças esse ano?

12 comentários:

ila fox disse...

Nossa, dia de ação de graças é coisa tão de americano né? por que a gente não tem isso aqui? :-/

Tudo bem que dispenso o peru, mas no geral gosto de comemorações pois deixar a semana com um ar de alegria, sei lá.

Este lance de fazer comida tipica do país nao dá muito certo...
Carrie, vc tem coragem de comer a Moussaka da Zorba? ou um Souvlaki?

Carrie, faz pastel!!! isso, é super brasileiro apesar da gente só ver japones fazendo isso por aqui!

Anne disse...

Ai, li o ocmentário da Ila e fiquei com vontade de comer pastel. Pastel é tãooooo delicioso, né? é, tem tempo que eu não como pastel.

Carrie, eu vou dar graças esse ano por dezembro. Que finalmente tá chegando. Pra esse ano acabar logo. Obrigada, Dezembro.

(mentira, mentira. eu sou uma exagerada. tenho váaarias coisas pra agradecer. mas que to doida pra esse ano ir logo embora, isso eu to!)

Bibi disse...

Adorei entender o que significa Thanksgiving.
Há cerca de um mês consegui falar esta palavra, dada a minha dificuldade com o inglês. E ao consegui falar, descobri o significado. Acho fantástica a praticidade da língua inglesa. Agradecer e dar, ou dando.
Tenho muito o que agradecer, Queria q aqui no Brasil tb tivesse essa data. Acho bonito agradecer qando o ano ainda esta vivo.
Queria tá indo pra um lugar comer peru e torta de abóbora. Deve ser uma delícia.
Agradeço pela familia que tenho, em especial, por ter uma Formiga.
Agradeço amar o que faço, cada vez mais.
Agradeço por estar indo dentro de seis dias, em companhia da pessoa que mais amo, encontrar a outra pessoa que mais amo neste mundo.
Beijos e Thanksgiving a todos!!!!
Formiga Irmã

trinity disse...

Carrie,

bom eu quero aproveitar pra agradecer:
Ter conseguido concluir a 1ª fase da pós;
Por ter estar com "saúde de ferro";
Por ter minha mãe e meus amigos perto de alguma maneira nem que seja virtual.
E a vc Carrie por oferecer este espaço no seu blog pra gente agradecer, refletir e principalemnte a rir!


Ile,

pastel quem faz mto no Brasil são aqueles chineses de unhas encardidas, non?

ila fox disse...

Ahhh sim, sim, confundi os orientais, são os chineses mesmo! ;)

Hmmm que vontade de comer um pastel (apesar que meus ultimos exames de sangue estranhamente deram colesterol alterado...)

tak disse...

Hum, como representante da classe oriental dos leitores do blog, digo que o pastel bom mesmo é o de feira com caldo de cana (e sim, a maioria destas barracas é de japoneses, pelo menos em São Paulo. Os chineses são maioria naquelas pastelarias tradicionais, não nas de feira. Ah! E nunca confunda um japonês com um chinês ou um coreano. É pior que chamar brasileiro de argentino! Muito pior!) E eu teria muito o que agradecer nesta época de ações de graça, como por exemplo o retorno do meu time à primeira divisão...rs!!! Beijo e happy thanksgiving!

Mama And Papa disse...

Tenho MUITO, MUITO que agradecer todos os anos e agradeco muito mesmo. Este ano especialmente, pela minha saude, pois Jesus pode ter me chamado, mas eu nao fui (como uma outra amiga me disse: vc se fez de surda, ne?!..hahahah); mesmo tendo sido muito burra (pensando no lado financeiro) porque todo mundo ta morrendo de medo de perder o emprego e eu, num ato colossal de apice de loucura, larguei meu emprego; apesar de estar ainda desempregada, se nao o fizesse, ia acabar morrendo la (entenderam?!)....e, finalmente, vou ser vovo...iebaaaaaaaaa!!!!! uma vovo muito doidona, mas vou ser....(depois do susto da surpresa, estou curtindo) e nao vejo a hora de ver a carinha da Rebeca da Granny de Miami....E nao posso deixar de agradecer a minha amiga blogeira Carrie querida do coracao, que me diverti muito e nao me deixa ficar muito deprimida...(fora agradecer o maridao, os filhos, etc, etc...) sou muito sortuda....
muitos beijos para vc, sua mamae e sua irma que li estarao chegando ai essa semana...divirtam-se muito....)

ila fox disse...

Carrie,
Este ano eu agradeço pelo final ter sido mais legal que o começo, pois este ano em si tava uma merda.
Prontofalei!!! hahaha



Tak,

Ah, eu não confundi japones com chines nãããooo, afinal, eu sei que os japoneses são mais bonitos que os chineses (chinês normalmente é mais alto tbm). Wakata? ;-)

Yeaaah, voltamos pra primeira divisão, u-huuu! :-P

Anônimo disse...

Vixi, acredita que eu esqueci o nome do pai dela? Sempre chamei de tio... A mãe é Rosali. Não encontrei com eles quando fui aí. Eles estão morando na Flórida. Aproveite e mande um beijo para todos, inclusive Fabiana and Husband + Nicole (quem eu conheci somente na barriga...) Cuidado com os comentários que ouvirá e capriche nos que dirá. rsrsrs Estou louca para saber tudo. Tire umas fotos também. Bjs e Happy thanksgiven day. Karine

Anônimo disse...

Eu... agradeço à CAPES, por ter me concedido um sanduíche de mortadela para merendar ano que vem; agradeço à fessora mericana que tá me ajudando nessa empreitada louca e papelada interminável; a você e a seu blog por já ir desvendando alguns mistérios dessa terra daí, e... ah, tem mais agradecimentos em outras áreas bem sucedidas, mas não pega bem publicar, não é? hahahaha
Então... that's it!
(e aí, comeu peru?)
beijocas, Amana

MARCELE disse...

Carrie, Boa sorte!!!! Acho que talvez vc possa precisar... rs.
Bjssssssss
Marcele

Carrie, a Estranha disse...

Ila,

Fritar pastel? Tá louca? Mais fácil fazer feijoada! Rsrsrs...Acabei não precisando fazer o prato típico, pois fui pra casa dessa amiga - quem tinha pedido os pasteis foram as amigas del Greca.

Anne,

Que isso, menina! Um ano q vai logo embora é um ano a menos na nossa vida. Um ano mais perto da morte.

Bibi,

Meu Balu! Tão pequenina e tão fofa! Eu dou graças por ter um Baru!


Trinity,

Ah, muito obrigada pela parte q me cabe nos seus agradecimentos! Eu tenho muito mais a agradecer pelos leitores q tenho. Acredite!

Tak

Como diferenciar um chinês de um japonês e de um coreano?

Hetie,

Digo o mesmo q disse pra Trinity! Eu é q tenho a agradecer esses leitores fofos!

Karine,

Gilberto é o nome do pai dela. Vou te mandar um e-mail contando tudo.

Amana,

Obrigada, obrigada. Eu agradeço ter retomado o contato com pessoas tão bacanas qto vc.

Uau, fiquei curiosa sobre as "outras áreas bem sucedidas, mas não pega bem publicar". Rsrsrs

Marcele,

You can even imagine!

Bjs