quinta-feira, novembro 20, 2008

E lá vamos nós...

Tô em tempo de porrar a Zorba. Dois dias sem TV. Acabei de passar um e-mail pra ela, dizendo que não tem condição. Terceira vez que isso acontece. Sabem o que ela respondeu? Oh, Carrie, me desculpe, mas é que a fila pra pagar estava muito grande. Daí ela não pagou, foi pagar muito depois – provavelmente ontem – e só vão religar daqui a três dias. E que ela me reembolsa. Respondi dizendo que eu realmente gostaria de ser reembolsada. Da primeira vez fiquei quieta. Da segunda também. Agora chega. Quero receber o dinheiro dos meus dias sem internet. Que seja merreca, mas eu quero. Porra, tomanocu grega fedorenta filhadaputa! Pagando os tubos por essa pocilga e nem os serviços pelos quais eu paguei estão ok?

Além disso, fui entrar no banheiro quando cheguei da rua e caiu um quadro na minha cabeça. Sim. Um quadro. O que faz um quadro no banheiro? – a pergunta que não quer calar. Eu sei, ela não tem culpa disso. A menos que eu entre numa onda paranóica e ache que ela está tentando me boicotar. Não acho que seja o caso.

Mas imagine você, caro leitor, entrando calmamente depois de um dia de trabalho no seu banheiro e cai um troço em cima de você. Minha primeira impressão é que tinha alguém pulando em cima de mim. Nem machucou, mas foi um susto! Acho que foi pressão. Por eu ter tirado fotos do apartamento inteiro de Zorba. O quadro se rebelou e quis me bater.


* * *

Quando eu estudava Comunicação, naquela cidade do outro lado da poça (da baía de Guanabara), dentre os muitos malucos – e bota malucos nisso – que chefiaram o departamento, um dos meus favoritos era um cara de Cinema (porque minha faculdade tinha Cinema, então a concentração de malucos era maior do que geralmente já são as faculdades de Comunicação em geral, e ainda por cima o pior tipo de maluco: o maluco cabeça. Aquele que acha que é artista e todo artista é um pouco louco essas merdas todas). Pois bem, essa figura era o maluco clássico. Aquele com olho vidrado, que fica te olhando sem dizer nada. Pra piorar as coisas ele era idêntico, igualzinho a Maria Betânia, um pouco mais grisalho do que ela, mas com os mesmos longos cabelos anelados, e com as habituais batas brancas e sandálias de couro.

Um belo dia, em uma ardorosa discussão pela lista de professores do Departamento de Comunicação, não sei porque motivo (professores universitários têm o hábito de brigar entre si e é raro o departamento que não é rachado, com grupinhos que não se falam) ele simplesmente mandou a seguinte resposta: “VÃO TODOS VOCÊS TOMAR NO CU!!!!!”

(Pausa para reflexão)

Não, não quero falar sobre o absurdo da situação: um chefe de departamento de uma universidade pública mandar os colegas, no meio de uma discussão profissional, tomarem no cu. Isso é óbvio. A situação é tão, tão, tão surreal que não tem nem o que comentar. Assim como o Alexandre Frota (aliás, eu queria aproveitar o ensejo e...vocês sabem).

Depois as pessoas não sabem porque eu tenho trauma da faculdade de Comunicação.


* * *


Recebo toneladas de e-mails com concursos para universidades públicas. Para locais tão acolhedores quanto Sergipe e Tocantins. Aliás, esse ano de 2009 será de muitos concursos para universidades. Bom né, Carrie? Bom leitor. Mas e a preguiça? Tocantins? Sergipe? Ai, ai...como diria meu Cosnis.

Temo ser acometida pela síndrome Odete Roitman ao voltar para o Brasil sil sil. Ainda que eu esteja com saudades da MINHA casinha, dos MEUS amigos, da MINHA família...e só.

* * *

Hoje tinha casacos Adidas na lujinha da academia a 5 dólares. Catei, não quis nem saber se ia servir ou não. Era XL. E aqui XL é realmente grande. Ficou um balão (pra vocês terem uma idéia eu tinha comprado uma calça de moletom L e tive que trocar pela M, pois ela tinha ficado realmente grande. Aproveitei pra trocar por uma vermelha e ganhei 20% de desconto. Que não poderia ser devolvido em dinheiro, só em mercadoria, mas como eu ia levar mais coisas mesmo, foi um negoção). Sorte de alguém que vai ganhar presente. Depois vi uns outros lá, não Adidas, mas igualmente bonitos pela mesma bagatela. Mas não comprei, ainda. Trouxe moletons (calça e blusa). Tudo a 5. Tudo bem que não é “oh, que lindo”, mas é um moletom. Cinza. E a promoção do vermelho, branco e azul continua. Achei que era pra acabar com os estoques, mas hoje tinha mais produtos. O problema é que cada vez que eu vou lá eu PRECISO comprar alguma coisa. Por esse preço, gente?!

Esses dias comprei uma dessas blusas de por por baixo da roupa, quentinhas, e também fui logo na XL. Ficou meio grande. Ainda mais porque esse tipo de roupa tem que ser usada certinha no corpo, se não faz volume. Resultado: só dá pra dormir com a blusa (mas também foi 2,99). O conjunto completo (calça e blusa), de melhor qualidade, quentinho, sai a 7,99. No Brasil sil sil você acha, com muito esforço, naquelas lojas de Ipanema para esportes de inverno, por 60, 70 reais. Ok, num país tropical esse tipo de roupa tem que ser mais caro, mesmo. Mas eu fico chocada como itens de inverno são baratos aqui. Na lojinha aqui perto, a Bargain (tipo uma 0,99), um super casaco de inverno meio de nylon, desses fofinhos tá 19,99!! Aliás, minha maior perdição aqui são essas lojinhas. Que mané Macys! A Macys é muito cara e nem dá pra comprar muito. Mas essas lujinhas...ui ui ui! Salim fica saidinho: “vai, menina Carrie, gombra!”.

É foda ter complexo de gordo. Você sempre acha que as roupas não vão te caber, que você precisa de um número maior, que não vai servir...isso se você for um gordo consciente, pois tem também o gordo sem loção e esse, só dando surra de toalha molhada. Mas todos os dois tipos são safados. Aliás, esses dias tava fazendo as contas dos 10 quilos que eu emagreci esse ano e fiquei pensando: “não é possível que eu tenha emagrecido isso tudo!”. Tive até que consultar meus arquivos para ter certeza. E, segundo a balança da Raquel, eu ainda teria emagrecido mais 2 quilos além dos 10. Mas ela mesma disse que a balança dela não esta muito precisa. Mas se eu pensar que eu emagreci 10, engordei 3, depois vim pra cá e, fatalmente emagreci nos primeiros dias (muita tensão, andando muito, muita coisa pra resolver, sem saber se o dinheiro vai dar, sem muita intimidade com os produtos no supermercado...), depois devo ter parado e engordado um quilo...é...devo estar com os mesmos 10 quilos perdidos.

* * *

Chaaaato esse post...

* * *

Previsão de ligeira neve pra amanhã. Aquecedor que esquenta tanto que eu tenho que abrir a janela pra gelar.

* * *

Minha família toda em Gotham City para formatura de meu priminho Túlio, em Medicina, e eu aqui, sem nem televisão. Mas, como diz meu primo Matheus, com quem falei pelo skype, de 10 anos: “ah, aí também é bom”. É. Mas que tem horas que podia existir o teletransporte, isso podia.

Bomba! Bomba! Acidente ecológico em Gotham City!!! Uma empresa jogou detritos no rio Paraíba e toda a região está sem água!! Teria sido o Curinga, me pressionando para que eu vá na formatura? Versailles lotada e sem água para os festejos reais! Ah, mas em Versailles ninguém toma banho, disse o leitor engraçadinho ali. É, mas em dia de festa se toma.

8 comentários:

ila fox disse...

Caaaarrie, vc tirou fotos da pocilga mal assombrada?!!?! O.O
compartilhe este momento conosco!

*

Pois é... imagine eu que fiz Artes Plásticas, o tanto de doido que tinha que lidar diariamente...
Um tal de gente com discurso bicho grilo que me dava vontade de por arsênico na maconha deles.
ufs, ainda acho que deveria ter feito Desenho Industrial, o povo pelo menos é mais nerd, e nerds são legais. -_-'

*

Sindrome de Odete Roitman é boa! eu tenho síndrome de Lurdinha. (Lembra? "coisas de Lurdinha...")
Para estas e outras existe a cara Helena. :-P

*

Nossa... além do povo lá ganhar proporcionalmente mais, as coisas são mais baratas!! isso que fode a gente! nós aqui trabalhando feito condenados para ganhar dois salários mínimos para chegar no fim do mês e não sobrar dinheiro nem para comprar blusinha da Pernambucanas. :-(
Ai Carrie... não é melhor dar um jeito de ficar por aí? ainda dá tempo de pegar um Mórmon doido pra casar... vai, casa com um Mórmon.

*

Chato nada. ;-)

*

Neve amanhã?? u-huuu! enquanto isso aqui estou eu num calor senegalês. Tô dizendo Carrie... ainda dá tempo...

*

Sim! com certeza foi o Curinga ou algum outro malfeitor que está te pressionando para sair da sua busca pela força.

trinity disse...

Carrie,

1º: vc nunca fez post chato;
2º: coloca por favor as fotos do seu niver e da pocillllga;
3º: essas compras que vc faz da adidas por essa bagatela, são torturantes;
4º: Não pode poluir os rios, se poluir tanto assim o Paraiba eu fico sem banho tumémmmmmmmmm, Carrie vc precisa nos salvar!!!!!!!!

Helena disse...

First of all: Parabéns Carrie, com alguns dias de atraso mas importa é o sentimento :)
E não poderia deixar de te desejar o melhor do mundo e arredores, então cá vai: o melhor para ti, para que estejas sempre no teu melhor para tornar os nossos dias melhores! Sim, que este blogue é uma injecção de boa disposição, e sem contra-indicações. Mesmo quando tudo corre menos bem a "nossa" Carrie dá um colorido à coisa.

Carrie, a Estranha disse...

Ila,


Ah, eu sou ruim, mas não sei se chego a tanto. Expor Zorba dessa forma...bom, talvez eu bote fotos de coisas pequenas, q não dá pra identificar.


Trinity,

:) Que bonitinha!

Em relação a Zorba e fotos zorbenses repito o q falei pra Ila. mas as do niver eu vou por.

Helena,

Estava a sentir sua falta, cromo! Muito obrigada! Que bonitinho tb! Sério q eu dou colorido? mas eu sou tão cinza! Rsrsrs

Bjs, meninas.

Mariana. disse...

Bom, se quiser vir para o Tocantins, estamos às ordens :)

Carrie, a Estranha disse...

Oi Mariana!

Não é nada pessoal contra o Tocantins. Na verdade eu nunca nem estive aí. Eu só tenho um problema séééério com calor!

Bjs

ila fox disse...

Ai Carrieeee, vc está sendo muito má com a gente! :P

Mas tudo bem, concordo que vc tenha por estas fotos, mas só DEPOIS que sair daí. Pois vc já viu né? este povo americando (mesmo ela sendo grega) são doidos por processar contra danos morais. Todo cuidado é pouco nestas horas. :-P

Amana disse...

HAHAHAHAHAHA
Fashion descontrooool!
[Esse seu post foi determinante para eu programar minhas malas. Levarei duas mudas de roupa de friiiio e dólares trocadinhos em moedas! hahaha]
Faz assim: não posta as fotos no blog, põe no seu fotolog com várias legendas elogiosas: "aqui, o belo apartamento onde passei dias inesquecíveis em NY"
nós leitores vamos rolar de rir!
:D
beijuuus