terça-feira, janeiro 08, 2008

Panis et circense: primeiras impressões.


Há oito edições que eu assisto o BBB. Às vezes vejo mais, outras menos. Gosto dos que tem barraco. Muito barraco. E gente burra que fala sem pensar. Mas, apesar disso, apesar de gostar de ver a desgraça alheia, eu sempre, sempre, sempre me espanto com o ser humano. Eu não consigo acreditar que eu faça parte da mesma raça que esse pessoal. Eu sinto vergonha pelas pessoas. Eu sou má, ruim, sacaneio as celebridades, mas eu fico nervosa pelas pessoas. Ainda mais quando eu vejo garotos e garotas de vinte e poucos anos que ainda acreditam que o programa não pode ser editado a ponto de criar mocinhos e vilões. Eu não acredito que alguém entre numa roubada dessas, largue suas vidas, suas profissões, seus empregos, suas famílias, pra conviver com um monte de gente mala, pela remota chance de ganhar um milhão de reais - que, diga-se de passagem, não é nada se você não souber administrar. A maioria vai queimar o filme, sair com uma mão na frente e a outra atrás. A gente vê isso há oito edições. Mas aí eu paro e penso: que filme? Que vida? Que meprego? Essas pessoas não tem nada. São pobres de tudo. Principalmente de espírito. Aí é que eu vejo como a minha vida é boa. Eu chego a ter compaixão por essas pessoas.

Mas aí passa e eu volto a rir.

Afinal, não sabe brincar não desce pro play, certo? Vendeu a alma ao diabo, neguinho. Agora guenta.


***


Imagine você, caro leitor, deprimido, com síndrome do pânico, toc e o caralho. Você vai, se mune de coragem e procura ajuda médica (o que é difícil pra caralho). Vai num psiquiatra, gosta. Acha que a vida vai entrar nos eixos. De repente, você liga a TV e vê o seu psiquiatra está no Big Brother! Sim, há um psiquiatra no BBB. Sinceramente, eu tenho pena dos pacientes desse cara. Na boa, o que ele pensa da vida? Opa! Pensar?


***

E o cara mais gatinho (por enquanto) é o que estuda medicina, o tal do Rafael, louro. Mas eu nunca quero cair nas mãos dele “a nível” de paciente. Só que ele falou “teoria conspirativa”. Ah, quem liga, né? De intelectual basta eu.


***


Parece que eu conheço essa Bianca, a sapata (tá, já desmentiram, mas agora pegou: sapata). Ela não me é estranha. E sabendo que ela é aqui do Rio é possível que a gente já tenha se esbarrado por aí. Quem sabe num dos inúmeros cursos, curtas, faculdades de comunicação e outras roubadas que eu já me meti nesta vida.

E o que foi a mulher pulando até aparecer a calcinha e machucar o nariz?


***

Tem uma moça de boca torta. Tem mais dente na boca, daí a boca não fecha direito. Aï, não! Pelo menos gente bonita, né? É o mínimo que a gente exige.


***

E a ingenuidade deles, falando que não tem edição? Ói, que dó. Oi pcê vê, como diz o povo lá em Minas.


***

Por enquanto é só pessoal. Deixa eu dormir porque eu amanhã eu tenho um grande dia pela frente (meu bom humor anda insuportável).


10 comentários:

Natucha disse...

Nossa, eu acho que vai ser a pior edição do programa, tb sempre vi um pouco dos outros, mas nunca a ponto de faltar da facu pra ver eliminação....achei todos feiosos, a Globo n soube escolher, n tem nenhum homem e nem mulher de tirar o folego, vai mal.

nervocalm disse...

Rá rá rá pro segundo tópico.

Eu também não entendo como as pessoas se metem nessa. E olha que por forrrça de trabalho, eu já tive que ver pelo menos um reality pior, muito pior, que todos os bbs somados ao quadrado. Sempre penso nos pais. Eu morreria de vergonha se fosse mãe desse povo.

Cris disse...

ahauhauaha, olha eu tô vendo e acompanhando pelo blog que a mary w fez. porque a mary e socióloga e tals, fala das eleições no tio sam e do bbb com a mesma desenvoltura, kkkk. então como ela fez um blog só de bbb, eu vou lá e me divirto. eu também não achei ninguém lindo, não. mas acho que ainda é cedo, a gente precisa se acostumar com aquelas pessoas bizarras. bjs!

Andrea disse...

Carrrie do céu....você tirou as palavras da minha boca. Fala sério, o mínimo que a Globo nos deve são uns cinco clones do Alemão. Num fode! Agora vamos apostar pra ver se tem pegação gay. Ui!

Alvaro disse...

Gente boa;
Vale a pena ver a nova edição do BBBizarro, no kibeloco:

http://www.kibeloco.com.br

Ele faz uma construção de cada um dos integrantes do BBB8 misturando outros personagens, tem uns muito engraçados!

E quanto ao show em si, é tosco, mas fala muito acerca desses tempos que vivemos, de culto à imagem e à midiatização das personalidades...

Abração, do
Alvaro

Raposinha disse...

Eu também tenho pena deles Carrie, mas acho que no fundo, no fundo todo mundo é meio ignorante sabe? pelo menos em algum assunto.

*

Achei engraçado eles colocarem plaquinhas nos integrantes com as "características" deles: o mandão, sem-noção, a divertida, a tagarela... se eu tivesse na casa eu seria "a chata", e você "a estranha". heheheh

Raposinha disse...

Este BBB vai render heim?

"Diretor diz que integrante do BBB é gay: Um dos homens, no fim da entrevista, assumiu que é gay."

"Jaqueline é uma cachorra, ela mente muito, diz diretor."

Hahahha, quero só ver!

Bella disse...

ah teve um q eu achei bonito sim. acho q é fernando...
bjks

Anônimo disse...

Fiquei bolada quando minha mãe disse que tinha um psico no programa. Meu primeiro pensamento foi "Putz, e os pacientes dele?". Isso tem explicação? Freud? Jung? Alguém?

Carrie, a Estranha disse...

Ah, mulherada! Fala sério! Cês são muito exigentes, hein? Eu pegava fácil vários dali.

Andrea,

Hahaha! Bem que podia rolar uma pegação gay pra animar a festa, neam?

Anônimo,

Ele é psiquiatra. Não confundir com psicólogo ou psicanalista. Mas, claro, acho q o CRM deveria cassar o diploma desse cara.

Bjs a todos