sábado, dezembro 01, 2007

Carrie, a animada


Além da “limpa” no guarda roupa, de novos utensílios para a casa, “limpa” no banheiro eu também comprei uma nova agenda de telefones para a casa. Sim, eu ainda uso agendas de telefone, apesar dos celulares. Aliás, tenho uma certa mania em ter umas três agendas de telefone: uma pequena, pra carteira, outra que fica em casa, além daquela que tem atrás da agenda do ano. Vai que eu perco o celular? Mas então. A minha estava velha, despedaçando, e resolvi trocá-la – sou uma pessoa metódica.

Fiquei surpresa em ver a quantidade de pessoas que eu nem sabia quem eram. Nem com as claras indicações: Fulaninha, inglês; Sicrano, UFF e eu sequer me lembrava dos rostos. Outra coisa que levei susto: quanta gente morreu. Além disso, uma enorme quantidade de gente que eu simplesmente não sou mais amiga. Pessoas descartáveis que usamos por um ano, como um calendário. São legais enquanto estão ali, depois passam, tem funções definidas e prazo de validade idem. E me surpreendi mais ainda gostando dessa sensação de eliminar pessoas. Energia se renovando. Cumpriram suas funções foram “amigos de ocasião”. E não há mal nenhum. Eu mesma fui amiga de ocasião para algumas pessoas.

Claro que aquelas pessoas que valem a pena estão sempre ali, entra ano e sai ano, mesmo já tendo decorado seus telefones. Mesmo porque muitos são amigos de infância, cujos endereços vão se acumulando: Fulano (mãe); Fulano (casa); Fulano (trabalho); Fulano (casa de não sei onde). Em outros casos eu continuo com os telefones dos pais dos meus amigos, embora eles não morem mais lá. Mas eu sei que se precisar falar com eles é só ligar e os acho onde estiverem. Outro fenômeno engraçado são pessoas conhecidas que eu até tinha o telefone, mas que adquiriram uma proximidade muito maior.

E a vida fica mais leve.


*

Muito boa a Primavera do Livros. Bellinha pôde presenciar meu surto nos livros. Comprei doze. Todos do Antônio Cândido que eu não tinha (cinco); Roberto Schwarz (Um mestre na periferia do capitalismo e Ao vencedor as batatas; Auerbach (Ensaios de literatura ocidental); Adorno (Notas de literatura I); Dostoievski (Noites brancas e Um jogador), além de edições bilíngüe de “Poemas”, de Sylvia Plath e “Folhas de Relva”do Walt Whitman. Cósnis, você ia ficar doido. Tem todos aquela da Heloísa Buarque de Holanda que você queria. Domingo eu volto para encontrar uma amiga-leitora e tenho certeza que ainda vou comprar mais uma coisinha. Sem contar que ainda fiquei conversando com os expositores, quase todos donos das editoras.

Eu e Bellinha Fofolete batemos papo, conversamos sobre Londres, Frankeinstein, amizades, a faculdade de Letras - Inglês-literatura que ela fez (e cada vez mais eu vejo que deveria ter feito Letras), perspectivas para o futuro, tomamos café, água, coisas do passado e a tarde voou. Cris apenas almoçou com a gente e foi ter sua aulinha de Witgeinstein (não sei como se escreve e não vou googlar), vulgo Wivi Maluquete. Lamentável essas pessoas que trocam um dia de ócio com amigas pra estudar filosofia. Lamentável. Tsc, tsc, tsc...

Expus a Bellinha a minha idéia de montar um clube do livro e ela gostou. Ia deixar pro ano que vem, mas resolvi falar agora. Vou fazer um clube do livro e convido os meus leitores a participarem. Elegeremos livros – prosa – para ler. Podemos fazer discussões virtuais, por e-mail ou aqui mesmo e, pros que estiverem na região do Rio, faríamos uma reunião uma vez por mês para uma discussão mais animada. Primeiramente em locais públicos, depois que eu perceber que não há psicopatas entre nós posso convidá-los a minha mansão onde William terá prazer em servir-lhes chá e quem sabe opinar sobre os livros discutidos.

A idéia é falar o que você achou do livro, impressões, ler trechos em voz alta, dizer o que não entendeu, o que não gostou...quem quiser trazer coisas relacionadas ao texto, outros textos falando do texto, também pode.

Ai, que legal! Seremos o novo Grupo de Bloomsbury, tomando chá e discutindo sobre literatura! Eu posso ser a Virgínia??? (Sim, porque a brincadeira é minha e eu escolho). Sem as pedras no bolso! Posso usar chapéus estranhos e fumar longos cigarros em piteiras?!!!!

Ah é: todos estão convidados. Mesmo. Pessoas de quaisquer idade e escolaridade. Sem essa de “ah, mas você faz doutorado!”. Alunos de segundo grau serão bem vindos – há há...até parece que algum vai querer. Pessoas da área médica. Porteiros, jogadores de futebol ou ex-BBBs. Cada um contribui com o que tem e pode, qualquer dez centavo já ajuda, tia: quem quer dizer que achou o livro: “tipo assim: chato”, tudo bem; mas quem quiser trazer exegeses husserlrianas sobre o autor, tudo bem. Mesmo. Ninguém é obrigado a entender tudo, saber tudo, nada disso. Só uma oportunidade de lermos livros considerados relevantes para a literatura universal. Quem quiser levanta a mão.

Eu!

Bellinha?

Formiga Irmã?

Alguém?

Podemos combinar agora o livro e discuti-lo lá pra março.


Algumas sugestões:

Russos? Pode ser.

Guerra e Paz – Tolstoi.

Ana Karênina – Idem.

Crime e Castigo – Dostoievski.

Literatura inglesa? Alou, professoras de inglês! (em português, claro)

Virgínia Woolf

Joyce – ia falar Ulisses, mas como um primeiro livro é de desanimar.

Ah! Já sei! “Ilusões perdidas”, do Balzac, que tal? Vende em qualquer banca, nessas coleções de bolso.

Façam suas sugestões. Podem ser autores nacionais, também. Machado, Érico Veríssimo, Guimarães Rosa (Grande Sertão?); Graciliano, Clarice Lispector, Rachel de Queirós...

Ou um Saramagozinho? A banca está aberta, senhoras e senhores. Façam suas apostas.

“Ah, não vai dar certo”. É, em geral grupos de estudo tem vida curta. E daí? Usufruamos de sua efemeridade – queria fazer alguma metáfora sobre casulos e coisas que tem vida curta, mas nada me ocorre. Se só lermos um livro, pelo menos teremos lido. Dá licença que vou ali ler meu Walt Whitman estalando de novo.

20 comentários:

Alvaro disse...

Caraca, que probrama legal, esse da Primvaera dos livros! Certamente irei neste final de semana!...

E gostei muito muito muito da idéia do grupo de conversas e debates sobre literatura!

Estou vivento uma fase absolutamente apaixonada pelo Grande Sertão, e sinto uma falta danada de com quem conversar a respeito...

O meu pai é um aficionado, mas depois de um tempo a conversa fica meio monotemática.

E os clássicos russos também são uma grande alternativa. Tem também Bulgakov (O Mestre e Margarida), que não tem o relevo de um Tolstoi, um Dostoievski, mas que tem o seu valor.

Abrir com Joyce é meio ousado, mesmo...

Um outro que escreve inacreditavelmente bem, é delicioso, é o João Ubaldo Ribeiro.

Ah! E vale poesia? Nesse caso, já sugiro o Manoel Bandeira, ou ainda (tem gente que não vê graça, mas eu sou encantaddo com sua delicadeza) o Mario Quintana. Pra ficar nos nacionais, claro!

Ai, fica até difícil escolher!
Beijo, do
Alvaro

Carrie, a Estranha disse...

Álvaro:

Vc tem que ler o blog do meu primo! poesiassim.blogspot.com

Ele é completamente aficionado por Guimarães. Tem 28 anos e já leu tudo dele e grande sertão três vezes. Ele tem tb livro de poesias, cujo link eu pus aqui. Se quiser depois te empresto.

Bulgakov? Caraaamba! Nunca ouvi falar! E por falar em russos, o Daniel está inaugurando - quer dizer, não só ele, mas vários outros - um núcleo de estudos russos e a inauguração, semana q vem, será com palestras sobre literatura e vários assuntos. Vamos? Só tem um problema: é em Niterói e é de dia. Vou te passar a programação.

Por enquanto achava que podíamos nos restrigir à prosa. Apenas uma divisão formal, mesmo. Só pra não termos mais muita opção.

Tá vendo q legal! Já somos dois! E o que é melhor: meu grupo é de graça ;)

Bjs

Bibibibibi disse...

Eu quero!!!!!
Eu sou a segunda dona da brincadeira, tá?
Voto nos russos, até para aproveitar o núcleo de estudo russos do Daniel. rs
Bjs,
For Sister

Hetie & Claudio disse...

Carrie querida do coracao:
Ja comprei os livros na Saraiva. Mas devo confessar que sao para o Claudio. Eu vou amanha na Barnes comprar....adivinha? "book thief".. alem de ser mais barato aqui...)se nao me engano, 10 ou 12dolares)... tenho que improve my English, right? meus relatorios nao tem nada a ver com o que leio, uma vez q leio para desestressar do dia "de cao" que passo...mas qto mais leio, melhor fico... so que troco tudo em portugues agora...eh uma faca de "2 legumes" estou colando todos os adjetivos na frente dos substantivos em portugues... aijesuscristinho... eu topo a parada com vcs, se tiver tempo e capacidade para segui-los..beijinhos...

Pandora disse...

Há meses leio seu blog,só na surdina (rs),adoro seu senso crítico(?),seu modo engraçado de ironizar coisas,pessoas e situações!!Racho de rir!!!Me identifico na maioria das vezes,aquela sensação de ler e pensar "ela leu meus pensasamentos"...hahahaha
Enfim,gostei dessa idéia de clube do livro também,mas sinceramente já te antecipo,não é apenas seu doutorado que intimida,vc é toda segura e cheia de embasamentos mesmo p/ as coisas mais simples(que aliás admiro)....;não será fácil não...hahahhahaha
Sou uma reles estudante de Direito do interiorrrrr de sampa!!!!
Se não conseguir acompanhar já me contento em continuar na surdina...
A sorte está lançada!!!!
Beijinho!!!!

Nalu disse...

Pena que eu tô em outro estado, mas iria gostar de participar. Eu tb leio seu blog e adoro...Mas quem sabe se for rolar alguma versão on line. Abraços

Carrie, a Estranha disse...

Gentiiiii alooooou??? É claaaaaro q dá para participarmos todos! Mesmo os de outros estados! A idéia é fazer uma parada on line, mas pra quem estiver no Rio (morando ou passeando), rolaria tb um encontro ao vivo e a cores.

Pandora,

Eu juro q eu serei boazinha! Rsrsrsrs...não ironizarei pessoinhas do grupo (nunca! Jamais!!) Eu sou um doce (com um amarguinho no fim, mas doce)! Ainda mais qdo se trata de uma proposta como essa. Imagina!

Mas eu já te vi comentando por aqui.

Mas eu preciso q vc deixem seus e-mails aqui, então. Ou me escrevam: carriewhiteaestranha@yahoo.com.br que é pra gente se comunicar por e-mail. Não vou ficar falando do grupo aqui todo dia - ainda que possa falar eventualmente. Aí a gente se encontra nos e-mails e conversa melhor.

Hetie, Álvaro e Baru eu já tenho. Faltam Pandora e Nalu.

ôba, já vou arrumar minha fantasia de Virgínia Woolf!

Bjs

Anônimo disse...

Já que o espaço é democrático, sugiro paulo coelho, um dia daqueles, alguém roubou/pegou meu queijo, e deixa eu ver....qq outro do lair ribeiro (rá)kkkkkkkkkk adoraria participar + o nível tá muito elevado
Sandra Lee

Carrie, a Estranha disse...

ÔOOO, Sandra! Pára de bobeira, garota! A idéia é ler coisa difícil pq a gente tá junto. Se fosse fácil a gente lia sozinho! Vem pra cá, anda!

;)

Vanessa disse...

Olha eu de novo...hihihihi
Então Carrie,quem tá na chuva é p/ se molhar,que venham água,trovoada e tudo mais...vamo que vamo!!!rsrsrs
E a Pandora que vc disse ter postado não era eu não;aliás é a 1° vez na vida que faço isso!!De agora em diante usarei meu nome mesmo...Vanessa,muito prazer...kkkkk
Vou te mandar um e-mail!!!!
Muuuuito obrigada pelo incentivo!!!
Beijinho!!!

Carrie, a Estranha disse...

Oi, Vanessa! Adoro gente que ri com "hihihihi". Imagino sempre uma pessoa magrinha, pequenininha e envergonhada.

Sério q vc nunca comentou? Mas já teve uma Pandora por aqui.

Tô esperando seu mail.

Bjs

Bella disse...

carrie baby, tb adorei nossa passeio ontem e sim a tarde voou! ai, nosso clube, to very excited!! huhuhu!! mas cara, eu tava pensando, temos q ter um blog do clube. simmm, um bloguinho, podemos ser colaboradoras todas juntas! ai, tenho várias idéias, precisamos conversar! vou te mandar um e-mail com meu msn mas isso tb pode ser um pretexto para outro encontro! yuppie! ahh, eu sou criança, eu falo "yuppie"! hey!
bjs

Bella disse...

ahhh, eu voto por crime e castigo q tá aqui me olhando há meses com essa cara ameaçadora na pilha dos não lidos...

Bárbara disse...

estou no clube também. amei a idéia. bjs

ju.lucia disse...

Mais uma pro clube. Participei de um na época da faculdade que infelizmente acabou rápido demais. Mas até hoje foi a única vez que li um Caio Fernando Abreu (Morangos Mofados).

Gostei das suas sugestões! Qualquer escolha pra mim será ótima!

Sarita disse...

Também estou no Clube!!!
Ai que bom ter alguém para comentar os livros!
Eu já voto nos russos: Guerra e Paz ou Ana Karenina que eu sou louca para ler e não li ainda!
Vou te mandar um email Carrie.

Beijos!

Lidi disse...

Olá, Carrie!!!

Saindo do anonimato (tenho essa mania), leio seu blog há mto tempo, mas nunca tinha feito comentário. E adoro!!!
Sou de bsb, mas estou interessada em participar do grupo de discussão sobre literatura...
Se eu for aceita na comunidade e tiver jeito de burlar os 1.200 km de distância, voto por Tolstói, começando com Ana Karenina. Aliás, digo sim a todos os autores eslavos e brasileiros.
(Por favor, Saramago não!!! Ninguém merece o estilo dele).

Bjos!!

Kukla disse...

Estou dentro também.
morei na Rússia, posso ser útil de alguma maneira.
Abraços!

Andrea disse...

Post cheio de coinciências. Hoje abri Folhas a esmo...é meio que meu Manual de auto-ajuda. Tô lendo Anna, meu primeiro Tolstói ( nãomebatam) e amando. Quero discutir, sim...como vai funcionar o clube?

Cris disse...

eba. eu também adorei. e pode enveredar por outros gêneros que não romance? pra começar eu voto pelo tolstói da andréa. ou então um balzac básico. bjs