terça-feira, outubro 09, 2007

Pobre Fló

Aliás, Fló lembra de histórias bizarras da nossa infância/adolescência. E ela tem confessado cada vez mais como eu a oprimi todos esses anos de amizade. Falei pra ela que ia escrever um texto em sua homenagem, me redimindo, e a resposta dela foi “ai, meu Deus...Eu tenho até medo!”. Sim, porque diz ela que eu mordo e assopro. É verdade, eu mordo e assopro. Mais de uma pessoa já me disse isso. Disse que até no depoimento pra ela no orkut eu fiz isso. Eu realmente sou um ser deplorável. E tenho os melhores amigos do mundo. Porque eles me agüentam. Grande parte desde a infância. Não é que eu seja de todo ruim. Eu apenas tenho tantos defeitos quanto qualidades. O problema é que eu possuo muitas qualidades.

3 comentários:

1worklover disse...

Pq ser modesta, né?

André Rafael disse...

muito bom.
(exceto a parte de morder e assoprar, pô, aí pegou pesado)

tem leitores que te aguentam, também.
com todas as injúrias que você lhe[s] oferece.

e quando EU crescer pretendo deixar de conhecer essas siglas, deixar esse emprego de concurso, deixar dessas coisas de gente grande.
deixar os números, ainda que os ame. (coisas de gente grande)

beijo

Anônimo disse...

E eu t amo, assim mesmo, com todas as minhas forças... e sem lesbianismo, é claro!!!!
Muda não!!!!
Qto ao fato de ter sido "oprimida", me fez muito bem!!!! Q até consegui superar a "mestre"!!!! rsrsrs
Bjao

Fló