quinta-feira, julho 26, 2007

Pessoas estranhas e seus hábitos bizarros


No celular, aos berros a mulher se despede depois de longo telefonema:

- Então táaaaaaa! TE AMO, pai! Beijo!!


A mesma mulher, outro telefonema:

- Oiiiii, AMIIIIIIGA! Posso ir praí? Você me atende??!!


Quem são essas pessoas? Onde elas compram essas drogas?

A melhor comunidade do orkut que eu vi nos últimos tempos foi uma que a minha irmã me mostrou: “não confio em gente feliz”. Na boa, dá pra confiar num ser humano desses? Eu não confio. Essa gente não é de verdade. E quando te puxar o tapete vai puxar com força. E vai te mandar um “amiguuuuuxa!” ainda por cima.

Isso é tóchico. Da pesada.

Um comentário:

J@de disse...

Eu detesto que me tratem bem demais... já fico logo esperando uma sacanagem...