sábado, maio 26, 2007

A tentação da maçã (ou: um post geek)



Estou às voltas com a autorizada da dona maçã em função do meu Eu Podo, como vocês sabem. Meu contato com Macs (computadores, não os hamburgeres – estes são meus veeeelhos amigos) se resumem a certo estágio que fiz em um jornal que não saiu (dedo de Deus me avisando que jornalismo não era a minha. Avisando, não. Ordenando: run, Forrest, run!) cuja redação era formada por Macs novinhos em folha. Nunca achei nada demais, fora o fato de serem cute-cute e fofos, mas até aí morreu Neves. Também nunca achei nada de menos, mesmo eles dando pau com uma freqüência enorme. Mas não creio que era um problema da máquina, mas da rede interna. Anfam, sei lá. As pessoas que mexiam com imagens gostavam.

Este preâmbulo é para dizer que eu achava que era papo essa lendária rixa entre usuários de PCs e Macs. Assim como Linux x Windows. Acho graça e meio nerd além da conta. Mas ontem, na sala de espera da autorizada da maçã, eu tive um exemplo vivo do quão geek um ser humano pode ser. Eu descobri que Apple não é simplesmente uma marca de computadores e outros eletrônicos. É uma seita. Os usuários não são usuários, são fanáticos. E eles tentam te converter. E são eficientes. Se você não tomar cuidado logo estará tatuando uma maçã no seu braço.

Estou eu, sentadinha, quietinha, esperando a moça me atender, quando um cara, ao meu lado, mexendo em uma roupa de dança do ventre (sim, dança do ventre) começa a puxar assunto:

- Nossa, minha mulher pediu pra eu comprar essa roupa de dança do ventre pra ela...

(Grunhi qualquer coisa do tipo hãn, ah ou kjsdkf. Tradução: quem te perguntou?). Amiguinho insiste:

- Você gosta de Apple?

(Ôou)

- Não. Odeio. Só estou aqui porque comprei um I-pod que deu problema. Todas as pessoas que eu conheço que tem I-pod também tiveram problemas. Eu não tenho nada da Apple e pretendo nunca mais ter nada.

- Sério? Que isso! Você deu azar!

- É, devo ter dado. Eu e mais todo mundo que eu conheço que tem I-pod.

- Nossa, desde que eu conheci o I-Mac, quando eu fui pros Estados Unidos fazer mestrado, eu nunca mais consegui usar PC.

- Você trabalha com computador?

- Não. Justamente porque eu não trabalho com isso, não entendo nada, é que eu gosto! I-Mac é um computador pra quem não entende de computador!

(Pronto. Na verdade o elevador que eu peguei para chegar até aqui deve ter me levado pra outra dimensão. Especificamente para um filme do Kevin Smith. Só pode ser).

- Ah é? (resolvi dar trela pro maluco, pois senti que ele tinha potencial para entrar em meu blog).

- Claro! Eu sou economista e professor de filosofia e teologia. E é justamente por isso que eu gosto de I-Macs.

(Não falei que eles eram seita? Teologia...)

- Olha, eu vou te dar um exemplo (adoro desconhecidos que dão exemplos em suas conversas): um arquivo em PDF que você receba. No PC o q você faz? Tem aquelas opções de “salvar” e “abrir”. Você tem que “salvar”, “abrir” e “salvar como”, né?

- Não!

- (Ele, me ignorando): No Mac não tem isso! Você recebe e salva!

- No PC eu também recebo e salvo
– insisto, tolinha.

- Não, senhora! (senti quase um brilho no olhar do cara ao ser contrariado). No PC eu já tive vários problemas, liguei pra Microsoft e eles me deram essa instrução.

Enfim, eu não vou cansar o meu caro leitor com os milhares de exemplos que o cara me deu. Mentira, vou sim! Ele falou que o dono da empresa pra qual ele trabalha mora na Holanda, baixa arquivos de músicas e filmes direto pelo I-Mac sem problemas. Explico: segundo ele, se você baixa um arquivo de música que não seja pago na Holanda a polícia bate na sua casa na mesma hora. Porra, logo na Holanda?! Puta e maconha, beleza, um arquivinho do e-mule, não?

Outra coisa que ele falou é que I-Macs são menos sujeitos a vírus (no que a vendedora entrou no meio e concordou).

Mas o auge, o supra sumo, o momento em que achei que íamos nos abraçar e ter vivências lúdicas descobrindo que fizemos parte do mesmo byte na outra encarnação, foi o que veio em seguida:

- O PC é hierárquico. Estragou uma coisa em cima, você tem que arrumar tudo. O Mac, não. No Mac você trabalha com um pool de idéias hegelianas (!!!!), estragou uma, você tira, arruma e bota de novo (nisso ele fazia gestos).

Céus! Eu não fui transportada para um filme do Kevin Smith! Eu estava em um filme dos irmãos Wachowski!! O cara é o Wachowski dos pobres!

Aí eu tive que provocar, né?

- Mas então seu I-Mac deu problema por quê?

- Ele nunca deu problema, filha! – disse o cara, limpando a baba de ódio escorrendo do lado esquerdo da boca.

- Ah é? Então o que você está fazendo aqui?

- É a primeira vez!!

- Sei... então é por isso que você gosta, né?

- Mas aí eu te digo: vamos fazer o caminho inverso, como Nietzsche
(hein?). Por que eu gosto? Só por causa daquele simbolozinho da maçã que aparece ali ou por que é bom?

(Pra mim isso é Tostines e não Nietzsche).

Nisso ele deixou um suspense pairando no ar. Temi que fosse o momento em que entoaríamos cânticos em louvor ao Steve Jobs voltados para o Vale do Silício. Oh, lord...

E quando eu fui dizer que só quem mora em grande centro pode ter um Mac, porque a assistência técnica só é feita nesses lugares, ele mandou: “eu moro em Rio das Ostras”.

Definitivamente o cara era pirado. Melhor não contrariar.

No final ele quis conhecer o dono da loja e ainda mandou um “Deus te abençoe”. Tive a certeza absoluta que eu estava diante de uma nova religião. Igreja Adventista da Maçã.

Mas sei lá. Ainda prefiro o Bill e a IBM. Sou conservadora. Detesto mudanças.

10 comentários:

Jussara disse...

Hilário, Carrie! agora tô com meda do meu 'eu podo' pifar tb.... se bem que o meu é daqueles sem vídeo, mais "barato"(se é que existe algo da apple barato).Espero que consiga resolver o problema do seu ou que eles te dêem outro.E esse povo é fanático mesmo, hein?! sempre achei isso.

Carrie, a Estranha disse...

Jussara!

Vc andava sumida, hein? Não gosto qdo meus leitores somem. Ah, não gosto mesmo! Rsrsrs...q bom q "voltou".

Meu Eu podo é um Nano de 1GB. Já é de umas gerações atrás, mas tem visor. Há qto tempo vc tem o seu? O meu estragou com 4 ou 5 meses.

bjs

Rê disse...

hahahahahaha.
mto kevin smith.
eu tb acho super estranho essa adoração toda por mac. na faculdade só dá eles. editam tudo em final cut. é a nova era da exclusão digital: os q não sabem usar mac!

eu tb achei borat hilário. é difícil nadar contra a corrente.

Márcia Aguiar disse...

huahuahuahua! quero ver quantas vezes o maluco vai fazer rio das ostras - rio - rio das ostras pra consertar seu Mac.
eu tive um i-pod que ganhei na promoção da Pepsi, mas sempre detestei ouvir música com aquele negocinho enfiado no meu ouvido (tenho ouvidos muito pequenos e sensíveis) e vendi para minha sobrinha (sim, sou Sarah e Sarah não dá nada, afinal deu um trabalhão ficar mandando torpedos pra promoção da Pepsi, além disso quem pagou foi o pai dela, meu irmão). No dia em que inventarem um ipod que não tenha que enfiar aqueles negocinhos dentro "duzuvido" eu compro.

Carrie, a Estranha disse...

hahahaha..."sou sarah e sarah não dá nada".

Tessa disse...

Hahaha... particularmente ainda prefiro o Bill tb. A maçã não é justamente a culpada de todos termos essa vida de pecadores? rs...

Jussara disse...

Hehehe, sumi só dos comentários, mas leio sempre, assiduamente.Às vezes fico com preguiça, já falei isso, rs, às vezes "é só tristeza". Eu ia voltar a comentar naquele post que vc "teve" que retirar; pq eu estava pensando em algo parecido com o que vc tinha escrito; mas qdo fui reler para comentar, tinha "sumido". Chato aquilo,né?

Não sei exatamente qto tempo tem o meu, mas acho que comprei numa promoção no final do ano passado; deve ter mais ou menos esse tempo aí que vc falou... mêda!rsrs.
Acho que devia ter feito igual vc escreveu num post abaixo: comprado aqueles de camelódromo, que ainda por cima, gravam e têm rádio.Eu fiquei super indecisa antes de comprar, pesquisei outras marcas e tal,mas aí apareceu uma promoção super boa pq era um novo modelo, e eu embarquei.

P.S.: como disse alguém num dos comments abaixo, esse pop-up do mercado livre, realmente enche o saco; usar um navegador que bloqueia pop-us não adianta,pq o meu bloqueia, mas mesmo assim, aparece a maldita janela; instalei um anti-spy e um programinha bloqueador, mas ainda assim, às vezes escapa,parece uma praga. Acho que piorou depois que vc colocou o ad-sense, e acho que isso só acontece em blogs mto acessados; isso que dá ser pop,rsrs.

Carrie, a Estranha disse...

Sim, Tessa, bem lembrado! A maçã é sempre a culpada. E é uma maça mordida, né?

Monica disse...

Desculpe querida, adoro aquela maçã... Por tudo... Pelos Beatles, pelo Paul, pelo Mac que foi o primeiro em que toquei, mas como tava doida por um EU PODO e resolvi gastar a grana em outra coisa, comprei um desses...sabe? EU NAO PODO, tem um ano e nunca deu defeito.

Monica disse...

Desculpe querida, adoro aquela maçã... Por tudo... Pelos Beatles, pelo Paul, pelo Mac que foi o primeiro em que toquei, mas como tava doida por um EU PODO e resolvi gastar a grana em outra coisa, comprei um desses...sabe? EU NAO PODO, tem um ano e nunca deu defeito.