segunda-feira, maio 28, 2007

Miss Universo 2007: crítica




Houve um tempo, no qual eu não era nascida, em que o Miss Universo era um evento tipo Oscar. Após décadas de ostracismo o Miss Universo ressurge dos escombros, mostrando que no pós-modernismo Lavosier é quem manda e que o clássico de anteontem, é o cafona de ontem, que é o kitsch de hoje e o cult de amanhã. Baseado nesse argumento chinfrinzinho, lá fui eu assistir ao Miss Universo 2007 ao invés de fazer minha tese, transmitido apenas pela Band e pela TNT, canal a cabo. Claro que eu preferi ver a versão da Band, pois teria comentaristas em tempo real! Adalgisa Colombo e um “missólogo”, Evandro-Sei-Lá-das-Contas cuja sexualidade me parece uma incógnita. Talvez até pra ele.

Enfim, mas a ganhadora foi a japonesa. Sacanagem. A Natália Guimarães ficou em segundo. Injustiça. Politicagem, como diria a Adalgisa Colombo. Comparem:


7 comentários:

Milema Medeiros disse...

'Acho mto fácil ser miss alguma coisa atualmente. Lipos, plásticas, botox. Se fosse assim antes a Marta Rocha teria lipado e tirado a 1/2 polegada. Tudo fake!!!!

Cris disse...

olha, eu adorei o vestido da japa. foi o melhor, de longe. totalmente diferente dos outros, que na maioria das vezes, caíam na breguice. agora, mais bonita que a brazuca ela não é não. [opinião absolutamente isenta, tá.]

Monica disse...

Cara, isso é TUDO muito cafona! rss

Monica disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Monica disse...

Cara, isso é TUDO muito cafona! rss

Carrie, a Estranha disse...

Ah, Milema, aí eu vou ser obrigada a discordar. Não acho q seja fácil, não. Mesmo com lipos e tal ainda é muito difícil. Se fosse fácil todo mundo tava lá.

Cris,

Gostei do vestido da japa, mas gostei tb do vestido da brazuca.

bjs

Vanessa disse...

a jpa era vesga mesmo ou é impressão?