domingo, abril 29, 2007

Instâncias Superiores


Senhor Google, Aquele Que Tudo Vê e o qual não dizemos o nome completo nem encaramos face a face, me acessou essa tarde, da Califórnia. Tudo bem, Seu Google? Tá gostando do brogue? Tô fazendo tudo direitim? Se não estiver o Senhor pode reclamar.

Um comentário:

Vanessa disse...

Caraca. Não tô dizendo que o cara vai perseguir a gente pro resto da vida. Isso é que dá vender a alma pro coisa ruinzinha. Essa história de dinheiro fácil nunca me convenceu. (ôôpa, Seu Gúgol: tudo jóia aê? Aqui tá beleza pura: muito sol, muito mar, muito carnaval... a gente não tem do que se queixar, né mesmo?)