terça-feira, novembro 07, 2006

Feliz Aniversário, Gi! (achou que não ia ter textinho pra você?!)


Hoje minha amiga Gi, irmã da Dani, faz aniversário. A Gi é uma das poucas amigas minhas que mora aqui no Rio. Fiel escudeira e companheira de roubadas em geral, já apareceu aqui em fotos, fatos e comentários. É bem verdade que eu deixo muitos furos com ela (e vou deixar outro hoje), mas até que a gente se diverte.

Gisele era A Irmã Mais Velha da Dani, de quem todos tínhamos medo nas festas. Basicamente porque ela chegava pra impor moral. Aos poucos foi sendo corrompida para o lado negro da força e adotou os amigos da irmã. Essa história já tá mais do que batida. Esse é o momento em que eu digo que eu tinha medo dela, até quando a gente morou junto aqui no Rio etc, etc.

Tudo isso seria o óbvio pra dizer da Gisele. Beleza. Mas eu não gosto das coisas óbvias. Gosto dos não-ditos. Dos silêncios. De ver coisas que ninguém vê.

Gisele é fofa. Um poço de fofura e gentileza. Embora ela tenha pinta de má, é das criaturas mais gentis que existe. Mas ela gosta de manter a fama.

Gisele não tem paciência. Tudo bem, eu também não.

Gisele é fisioterapeuta, mas por um triz não é da área humana. Ninguém é perfeito.

Gisele não gosta de crianças. Quer dizer, não é que ela não goste. Só não gosta delas cruas.

Gisele é corajosa. Não só porque salta de asa delta e cruza o Rio de carro, sozinha, de madrugada, mas principalmente porque salta dentro das coisas, cruza horizontes dentro de si a qualquer momento e tenta ir sempre além do que já tem.

Gisele não sabe muito bem, embora acho que desconfie, mas sua força está nas suas pequenas fraquezas. Nos deslizes. Nas confusões. Nos tropeços. Aliás, acho que a verdadeira força e coragem das pessoas vem daí. Dos momentos em que não tem ninguém olhando. E, na maior parte do tempo, não tem ninguém olhando. Porque as vitórias, as tarefas cumpridas, o serviço bem feito, competente, isso Gisele tira de letra.

Desejo a ela, neste dia, muitos tropeços. Muitas dúvidas. Muitas idas e vindas. Muitos titubeios. E se minha amizade puder ajudar, estarei sempre por perto.

Mais do que isso não digo. Mesmo porque Gisele já deve estar morrendo de vergonha pensando "ah, não precisava ter dito isso". Eu tenho sorte de ter uma amiga Gisele na minha vida.

2 comentários:

Dani Machado ( a irmã mais nova!!!) disse...

Alô galera, ela é a minha irmã mais velha. Que isso fique bem claro....rsrsrsrs. Mas ela é linda e hoje em dia vemos vida dentro dela, nos olhos, nas atitudes e, modesta a parte, meus amigos são também responsáveis por isso. Né Gi!!! Parabéns de novo....irmãzinha do coração!!!!!!!

Gisele disse...

Amiga, só hoje pude ler o Blog, vc sabe né? ontem estava muito ocupada, afinal de contas motivos para comemorar tenho vários como vc mesma relatou tão bem aqui. Adorei a homenagem, realmente como sempre vc arrasou no "textinho". Grande beijo, agora vamos partir pra comemorar o seu niver.