quinta-feira, novembro 23, 2006

Crise? Ah é!


Definitivamente a ficha dos 30 anos ainda não caiu. Estou com o fuso horário totalmente atrapalhado. Jet leg etário.


Não, não é isso. Apaga. Começa de novo. Tô nem aí de estar fazendo 30 anos. Sinceramente a única coisa ruim em ficar velho é estar mais próximo da morte. E cada ano de vida é mais um ano perto da morte, mesmo que você seja um bebê de dois anos. Acredito que quando estiver muito velha algumas funções vitais vão começar a se debilitar - e isso deve ser meio chato. De resto, quase tudo que eu faço só tende a ser melhorado com a idade. Nunca fui uma adolescente muito bonita - aliás, nunca fui jovem - , então não sinto nem um pouco de saudades de quando meu corpo era assim ou assado. Tive espinha em todos os lugares do meu rosto até os 21 anos, quando comecei a tomar Flutamida e Diane. Meu cabelo era meio elétrico, também – ou eu não sabia cuidar dele, sei lá. Então não tem nada que esteja pior hoje. Tá, mentira, só queria estar um pouco mais magra. Mas isso eu também estava há 4 anos atrás. E só. O resto só tem melhorado. Não entendo pessoas que dizem que se sentem “como com 15 anos”. Não me lembro muito bem dos meus 15 anos pois estava bêbada demais.


Mas é sempre bom a gente poder botar a culpa das coisas em forças maiores que nós. O tempo, inferno astral, conjuntura sócio-política, Deus...Por isso essa história de crise dos 30 veio a calhar.

14 comentários:

Tereza Cristina disse...

De uma coisa eu tenho certeza: você está "produzindo" mais do que nunca! E com muita qualidade...
beijos puxa-saquísticos

Ila Fox disse...

Uma coisa é fato: todo mundo que está vivo por 30 décadas chega aos 30 anos, ué.

O segredo é manter a sanidade e aquela certa alegria da infância (como por exemplo comer risoles de camarão da Dona Elizabeth).

E como diz aquele texto no Oswaldo Montenegro:
"Que o espelho reflita no meu rosto um doce sorriso que me lembro de ter dado na infância, e que não seja preciso mais que um simples sorriso para me fazer arquitetar o espírito"

E afinal, nós começamos a morrer a partir do momentos que existimos.

Anônimo disse...

Você está certa. Eu leio o seu Blog sempre, em silêncio. Mas sabe por que eu o faço? Por que ele é bom pra caralho. Você é muito inteligente, e isso estimula a leitura.
Parabéns pelos seus 30 anos.
Celso

Carrie, a Estranha disse...

Ôôô zenti...
e vc são todos lindos, fofos e amados!
Celso, seu danadinho...sabia q vc estava por aí! Me desculpe as eventuais grosserias, tá? Não são grosserias. É meu jeitim caminhoneiro-hooligan de ser! Rsrsr...mas q depois eu percebo q as pessoas podem se magoar.

Bjs

Celso disse...

Ué, Carrie, eu nunca me magoei com você. Preste atenção: eu nõa me magoo pela Internet, e quem fica magoadin no ambiente virtual é por que leva isso aqui muito a sério mesmo. No entanto, como grosseiro e antipático contumaz, que destesta gente e ama bichos, eu só não tenho entrado mais nos comments do seu genial Blog por que lembro sim que discutimos por causa da BS e se eu, tempos atrás, tivesse continuado a entrar aqui, persistiríamos com aquela discussão ridícula até hoje. Então, dei um tempo. Mas como vc sabia que eu tava por aqui? Tu tem bola de cristal ou algum software do Blog?
Porra, não se pode mais nem ser anônimo nessa vida, caráio.
Bjs.
Celso

Carrie, a Estranha disse...

Não, só tenho um contador de vistias e olhe lá. Eu tenho poderes telecinéticos! Rsrsrs...Imaginei q fosse isso mesmo q tivesse acontecido.
Bjs

Celso disse...

Peraí, Carrie, tu tá me sacaneando agora, né? Só pode ser. Tá me dizendo que vc sabia que eu entrava escondido no seu Blog? Quer me convencer que não existe um identificador aqui no Blog que diz quem entra a partir de um IP que você deve ter associado ao meu nome?
Eu não acredito nisso.

Carrie, a Estranha disse...

Calma, Celso! Muita calma nessa hora. Vamos por partes.

Eu notei q vc sumiu do meu blog e do da Van, logo após o episódio Bruna Surfistinha. Tb lembro q vc dicutiu com uma figura do blog da Van.

Depois comecei a ver vc entrar no dela e deixar comentários. Aí começaram a aparecer uns comentários anônimos aqui q eu imaginei q fossem os seus, pois parecia com as coisas q vc fala.

No dia do post de 10.000 acessos eu apenas joguei verde.

Hoje, somente hoje, qdo vc assinou o recado aqui de cima eu vi q era mesmo vc.

Sobre o número de IP, não são todas as pessoas cujo número de aparece (não sei pq, mas pode clicar nesse simbolo azul no final do meu blog e ver q, a grande maioria, só aparece o tipo da conexão). Mesmo assim, pra mim não adianta nada saber q o número da pessoa é 987.106.77. Pode ser q p/ hackers experientes isso diga alguma coisa, mas pra mim, não.

Agora, q eu tenho poderes telecinéticos, isso eu tenho. É uma realidade q eu não posso negar e está aí Padre Quevedo q não me deixa mentir..

Esclarecido?

Bjs

padrequevedomandabrasa disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Padre Quevedo disse...

É verdade! Eu oriento essha criansha deshde o sheu nashcimento!

Celso disse...

Caraca, Carrie! Mas então eu caí numa verde sua? Putz! Acabo de chegar a conclusão que eu sou um otário e você é muito ardilosa, como todas as mulheres shakespeareanas. :)
Bjs.
PS: Eu vi todas as suas fotos da sua viagem à Europa. Lindas. :)

Carrie, a Estranha disse...

Não, vc não é um otário. Eu é que tenho poderes telecinéticos! ;)

Celso disse...

Só uma correção: eu entrava aqui sim, muito tempo antes de eu tornar a fazer comentários no blog da Van, mas nunca entrei aqui anonimamente. Quem o fez, não era eu, com certeza. Mas alguém com idéias semelhantes as da minha cabeça pirada. rs
Bjs.

Roberta disse...

Como eu já te disse, apesar da bunda mais caída e a barriga mais renitente, estou muito melhor e mais feliz depois dos 30. E olha que já tô a caminho dos 36....

Beijo