terça-feira, março 20, 2012

O Facebook como metáfora da vida


O Facebook, assim como qualquer rede social ou ferramenta, é só uma ferramenta. Do Diabo, mas é só uma ferramenta. As pessoas é que determinam o seu uso e não o contrário. 

Falo especificamente sobre as listas. Dividimos nossos amigos no Facebook por listas e estas listas são a materialização da classificação que fazemos deles no dia a dia. Algumas listas são pré-determinadas pelo Facebook, como as listas dos Melhores Amigos, dos Conhecidos e aquelas formadas a partir dos dados que colocamos a respeito de nossa escolaridade e nos encaixam em certas listas. Algum escritor que eu não me lembro quem falava que os amigos de trabalho eram amigos aéreos. Aqueles amigos que você convive por um tempo e depois se perdem. Também não me lembro se o termo era exatamente este...enfim, não me lembro de nada...que eu tava falando mesmo?

Hoje em dia é possível personalizar cada publicação para determinados grupos de amigos. Por exemplo, se quero mandar um recado para meus alunos, posso colocar a personalização apenas para eles. Ao contrário, se quero soltar um palavrão sem medo de ser mal interpretada, restrinjo o post para alguns poucos. Tenho listas de "alunos", "blogs e internet", além das já citadas. Claro que continua a velha máxima de ter bom senso em geral. Não coloque nada completamente proibido ou pessoal no Facebook, porque vai q você esqueceu de colocar a pessoa na lista certa. Vai que o Facebook resolve confundir as bolas...puxado. Muito puxado. Continua valendo a máxima de não dar muita informação sobre a vida pessoal. Infelizmente as pessoas andam perdendo um pouco a noção e extrapolando. E é contagioso. Até algum tempo atrás compartilhar certas informações seria um absurdo. De repente, você se vê compartilhando coisas que nunca imaginou.

Outra lista muito útil, criada pelo próprio Facebook, é a lista Restritos. Esta lista é uma espécie de limbo social, pra onde você varre as pessoas que você não quer que vejam nada a seu respeito, suas fotos, seus posts e quase tudo de mais confidencial. A estas pessoas só é dado o privilégio de enxergar o que você - ou o Facebook - determina como público.

Mas pra que ter pessoas nessa lista? Não é mais fácil não ser "amiga" da pessoa? perguntaria um não usuário de Facebook. Não, não, não. Algumas. Você é obrigado a aceitar  certas pessoas como amigas. Não tem como NÃO aceitar. Assim como na vida, quando a gente tem que conviver com certas pessoas por questões variadas. Mas você pode neutralizar a pessoa de tal modo que será quase como se ela não existisse. Exatamente como podemos fazer na vida. 

Outra grande invenção do Facebook é o botão assinar e não assinar. Sabe aquela pessoa que fala demais da conta no Facebook? Tipo eu? Ou aquela pessoa que fala muita bobagem, um nível de bobagem que começa a irritar? Comentários religiosos-radicais e preconceituosos em geral? Então. Você pode continuar amiga da pessoa, para que ela não se ofenda, ela pode continuar recebendo suas atualizações, mas pode não ouvi-la. É um la-la-la-la-não-estou-ouvindo-nada-estou-com-os-ouvidos-tampados. 

E o bom disso tudo é que você pode mudar a qualquer hora e qualquer momento. Uma pessoa pode ser assinada ou deixar de ser, passar pra lista de Restritos ou sair dela etc. Sem ninguém saber.

Facebook é convivência e não declaração de amizade.
 
Infelizmente ainda não sei colocar as pessoas nas listas de Restrito na minha vida.



7 comentários:

Inaie disse...

eu nao sabia sobre assinar ou nao assinar. E confesso que to cansada de tanta gente rezando na minha orelha, digo no meu facebook.

Nayara disse...

Olá Carrie! Saudades! :)

Menina, o facebook é uma coisa que me assusta, sério...rs. Eu sempre ouvia as pessoas dizendo que a internet pe coisa do demo e sempre discordei, mas o FB está mudando minhas certeza kkkkkk e a pergunta que n calar: como recusar o convite de alguém ali? Como apagar um comentário sem noção e não ganahr um inimigo? como não descobrir que seu parente é um bocó ao vê-lo publicar foto de toda e qualquer comida consumida? Difícil, muito difícil.

Bj!!

Fulana disse...

que beleza isso, nem sabia dessa lista dos restritos! finalmente postarei mal do trabalho sem medo (mentira).

Carrie, a Estranha disse...

Hahahaha...

Fulana,

Cuidado! Vc pode esquecer de colocar alguém do trabalho na lista de restrito e pode descobrir q alguém q vc julgava amigo conhece alguém do trabalho e vai comentar...enfim, todo cuidado é pouco ao falar mal do trabalho. ;)

Nayara,

Comentários sem noção eu deixo. Afinal, a pessoa q falou. Mas se ela me escreveu na minha linha do tempo ou me cita eu tenho aquela ferramenta q eu posso aprovar ou não para aparecer na minha página.

Inaie,

Assinar ou não mudou minha vida! Rsrsrs...


Bjs

Tati disse...

Carrie, confesso que eu uso minha lista de restritos e olha, sinto até um certo prazer de fazer isso em relação a algumas pessoas que estão lá... rs
É como vc falou, tem "amizades" que não temos como recusar, então, em nome da boa convivência, prefiro aceitar o convite e jogá-las para o limbo!

Bjs

Gazzy1978 disse...

Pow, vc me deu um PUF! aqui, agora!!! Não lembrava q Facebook é convivência e não declaração de amizade...

Vou lembrar disso pelo resto da vida (facebookiana).

www.falagrasi.blogspot.com

Amana disse...

Procurando por uns 2 minutos o botão de curtir abaixo do post...
=D