quinta-feira, dezembro 15, 2011

31 dias

Parece mentira que já tenha se passado um mês. Parece mentira que só tenha se passado um mês. Na verdade, nós dois sabemos que não tem um mês. Nem dois. Tudo começou há dois anos e quatro meses, mas isso é outra história. A gente ainda não sabia.

Faz um mês e a culpa é toda sua. Se não fosse a sua persistência, seu jeito leve de encarar as coisas, sua falta de medo (ou coragem) não teríamos saído do lugar. Faz um mês e a culpa é toda minha. Se não fosse meu pé atrás, meu jeito pesado de encarar as coisas, meu medo (ou falta de coragem) ainda estaríamos nem sei aonde.

Eu ainda tenho medo. Mas meu medo não é por mim. É por você. Eu tô acostumada a me foder. Eu me viro bem nesse papel. Tenho pouca experiência do outro lado. Vocês não têm a noção do perigo. Eu te avisei. Que as coisas terminam. Que para nós talvez elas talvez terminem antes, por razões que eu não controlo. Me senti um homem dizendo "eu não estou em um momento bom para começar um relacionamento". Mas você quis. Insistiu. Resolveu correr todos os riscos. Mesmo avisado. E só por isso já ganhou muitos pontos comigo. Afinal, quem pode prever o futuro de qualquer relação? E se você tiver certo e eu errada? E se tiver outra saída?

Eu sou estranha. E diferente. As pessoas nunca me levam a sério quando eu digo isso - afinal, todo mundo se sente um pouco estranho e diferente - mas, então deixa eu precisar melhor: eu não sou como 90% das mulheres (e 90% das mulheres dizem essa frase). Eu não sei ter relacionamentos de longo termo. Eu adoraria dizer que sou uma loba solitária (auuuu!!) que vaga por aí em busca de prazeres efêmeros, mas a verdade é que deve ser apenas por azar e incompetência minha. Talvez por isso eu seja muito apegada a meus hábitos solteirísticos. Eu preciso ficar sozinha com frequência. Eu não acho que o amor romântico seja a coisa mais importante do mundo - na verdade eu acho realmente que as pessoas superestimam-no. And I don't want to be your other half, I believe that 1 and 1 make 2. Eu acho que nada pode ser mais atraente do que uma pessoa com vida própria - assim como o oposto disso é verdade.

Eu não quero casar. Não que eu tenha algo contra, mas não necessariamente quero casar. Até gostaria de ter filhos, mas não a qualquer preço, como a maioria. E eu sei que você é um moço casadoiro e namorador. Eu não acho que a felicidade de ninguém deva ser posta em outra pessoa. Por favor, não me coloque responsável pela sua felicidade. Só você pode ser responsável por ela. See this pedestal is high and I'm afraid of heights. No final é a gente com a gente mesmo. Não confunda com egoísmo. Apenas acredito que a melhor forma que a gente tem de cuidar dos outros é cuidar de si mesmo primeiro. Mas nunca duvide da minha lealdade quase canina.

Bom, isso tudo tá ficando muito sério e isso era pra ser como uma canção do Teenage Funclub, mas eu avisei: às vezes, quase sempre, sou pesada demais. Mas é que eu pensei em definir o que eu sinto por você, mas não consegui. Não se preocupe em definir, dirá você e todas as revistas femininas. Eu só preciso de tempo - tempo e espaço. E sei que você tá no caminho certo. 

Só sei que eu gosto de você. E eu gosto de você por vários motivos. Por várias coisas que fazem você ser você. Vamos a elas:

1) Adoro a sua calma.
2) Adoro seus bonequinhos dos Simpsons, do South Park e dos X-Men, incluindo aquele na cadeira de rodas que parece o Stephen Hawking.
3) Adoro suas camisetas pretas de bandas e personagens de desenhos e seus tênis coloridos.
4) Adoro seus amigos - os poucos que conheci.
5) Adoro o fato de você parecer um personagem do Nick Hornby em um filme cujo roteiro e direção são do Kevin Smith.
6) Adoro seu Sandman convivendo ao lado dos Camus.
7) Adoro a trilogia das cores do Krzysztof Kieslowski lado a lado com Jornada nas Estrelas e Senhor dos Anéis - veja bem: gosto deles um ao lado do outro. Não me peça pra assistir e gostar. Ok, Senhor dos Anéis vá lá.
8) Adoro suas bandas obscuras do norte da Grã-Bretanha.
9) Adoro sua simplicidade.
10) Adoro o fato de você não se intimidar com a minha sala. :)) (e "sala" aqui quer dizer "sala" mesmo, o cômodo. Nenhum sentido oculto, mentes imundas).

Já falei que adoro a sua calma? Pois é. Adoro.

11) Adoro sua educação e meiguice, sem que isso seja viadagem.
12) Adoro a sua doçura. Você é uma das pessoas mais doces que eu já conheci.
13) Adoro o jeito como você escreve.
14) Adoro o fato de você lembrar de tantos detalhes sobre mim - ainda que isso me dê um pouco de medo.
15) Adoro o fato de você pensar (e pensar) em mim tantas vezes por dia - ainda que isso me dê um pouco de medo.
16) Adoro o fato de você me adorar. Ainda que eu tenha medo de altura ;)
17) Adoro a sua preocupação comigo.
18) Adoro o fato de você querer me esperar dormir pra que o seu ronco não me incomode - ainda que você não consiga. 
19) Adoro a sua casa bagunçada.
20) Adoro as lasanhas congeladas e as barras de chocolate branco - ainda que isso esteja com os dias contados, néééé? Você, como um personagem do Nick Hornby, ainda acha que é um garoto.

E a calma? Falei? 

21) Adoro o modo obsessivo com que você gosta de música. 
22) Adoro seus gostos estranhos, como por exemplo, acompanhar todo o campeonato de futebol americano, saber todos os times, jogadores, história dos campeonatos e todos os nomes daquelas jogadas incompreensíveis. E ainda por cima gravar os jogos.
23) Adoro o fato de você ter o mesmo nome e fazer aniversário no mesmo dia que um dos primos que eu mais amo, o Cósnis.
24) Adoro a sua falta de paciência com algumas pessoas e coisas.
25) Adoro suas frases do Facebook. Aliás, isso foi uma das coisas que nos aproximou.
26) Adoro quando você diz que eu sou a "namorada mais linda e fofa do mundo".
27) Adoro o fato de você me achar a mulher mais inteligente do mundo. Um de nós tem que ter bom senso e equilíbrio e não serei eu.
28) Adoro você querer saber o que eu gosto de comer pra ter em casa.
29) Adoro os seriados que você me apresenta. Os livros que você me empresta. Os DVDs de música que você grava pra mim. E o fato de nunca faltar assunto quando a gente está junto.
30) Adoro o modo como você trata as pessoas em volta de você.
31) Adoro o seu abraço, o seu cafuné e a sua orelha. Além do óbvio, que não poderia falar aqui, afinal, esse é um blog família e minha mãe lê.

É isso que eu posso dizer no momento. Frente a sua constante loquacidade acerca do nosso relacionamento, acho que até que é bem humilde a minha lista. Mas espero que fique claro.

Ah é: também posso te fazer uma lista das coisas que eu não gosto. É verdade que ela não passaria do 5º item, mas ela existe. ;)

Adoro você, namorado fofo. Ih, quase esqueço da característica mais marcante de todas. A fofura.


17 comentários:

Luana disse...

Namorando!!! EHHHHHHH!!!
Que bom que bom!

Fulana disse...

que lindo! mas...tem que ver a trilogia das cores!

Lilith disse...

Ameeei o texto!!!!

ila fox disse...

Ai, morri de tanta fofura!

Já gostei logo no começo, quando vc diz: "Me senti um homem dizendo "eu não estou em um momento bom para começar um relacionamento". Mas você quis. Insistiu. Resolveu correr todos os riscos. Mesmo avisado. E só por isso já ganhou muitos pontos comigo".

Me lembrei do meu começo de namoro, que virou casamento. Homens destemidos são demais!

Que este amor, esta admiração e esta paz nunca acabe entre vocês!

Gazzy1978 disse...

Momento OWWWWNNNN do dia!

Patricia do Rio disse...

Carrie, há quanto tempo eu não entrava aqui! Amei esse texto, dá pra ver aquele sorrisinho de quem tá em processo de apaixonamento, hehehe.

Karine disse...

Ai, quanta fofura!

Teodoro disse...

:)

Neanderthal disse...

Nossa, que legal! Fiquei feliz com a notícia! =)
E ler isso me dá esperanças, porque o meu gato diz as mesmas coisas que você escreveu no começo.
Que bom!

Carrie, a Estranha disse...

Hehehehe pessoas...bigada pela torcida e pelos "owms". Rsrsrs...

Ele é mto fofo. É o namorado mais fofo q já tive.

Bjs

Docinho de abacaxi disse...

Tô tão tão tão tão feliz por vc! :)
E é uma coisa tão boa a gente ver as pessoas de quem a gente gosta felizes.
Ganhei meu dia com sua felicidade!
Beijos!

Felicia Luisa disse...

Que bom!

Nayara disse...

Oi Carrie,

esse sem dúvida é um dos posts que me deixou mais feliz, não necessariamente pq vc está namorando, mas pq vc está feliz. Sim, pq na minha imaginação, enquanto leio aquela linda lista que vc fez, vejo um sorriso tão claro e leve no seu rosto...que acabaou provocando uma lágrima matreira em mim. Espero que seu namorado já tenha lido isso pq, rótulos à parte, foi uma das declarações de amor mais bonitas que eu já vi.

Um bj e mais uma vez: eu estou muito feliz por vc!!

Nay.

Carrie, a Estranha disse...

AI, pessoas...mais uma vez, obrigada.

Bjs

***GrAzI disse...

Fofura na veia, em doses cavalares, mas eu amei!! Já tinha curtido saber do namorado no face e esse texto está cuti-cuti mas sem deixar de ter a sua cara! rs
Beijos!!

Menina de óculos disse...

Tô super na torcida também...

:)

Taísa disse...

Adorei também... cheguei tarde, mas estou aqui. É uma fase linda, Aline, mas gostei da realidade da parte de saber que tem coisas nele que não agradam. Normalmente, as pessoas se abestalham e não conseguem discernir essas características. Aproveite cada minuto da fofurice e tudo que o amado tem a te proporcionar. Não pense quanto tempo irá durar, vá aproveitando =) Beeeijos!
Em tempo: depois manda aquelas fotos de Olinda?