quinta-feira, junho 16, 2011

Porto Alegre

Fiquei sumida esse tempo todo porque estava fazendo um concurso em Porto Alegre. Quer dizer, já voltei há duas semanas, mas tá difícil aterrissar definitivamente. Fiquei em terceiro lugar, mas era uma vaga só. Mesmo assim, fiquei satisfeita com o resultado. Claro que preferia passar, mas nunca cheguei tão perto. Deixei gente boa atrás de mim. E a menina que tirou primeiro lugar mereceu. Fazer o quê? Alguém tem que levar.

O concurso foi praticamente uma prova de resistência do BBB. Com algumas cenas hilárias, outras impublicáveis.

Porto Alegre é muito, muito legal. É outro país em diversos sentidos. Tem muito mais afinidades com a Argentina ou com o Uruguai do que com a gente. Realmente dá pra entender todos os movimentos separatistas. Eles tiveram a mais longa guerra civil do Brasil - e invocam isso a todo momento, para legitimar suas tradições e sua hombridade. Eles dizem "vinte com cinquenta" quando a compra dá 20,50, que nem os argentinos. Eles vendem alfajor barato em qualquer supermercado, de várias marcas. Eles leem e fumam muito mais do que a gente. E tem cafés. E tabacarias. Há quanto tempo eu não via tabacarias. E têm também o maior índice de tabagismo do país. A lei anti-fumo simplesmente não pegou aqui. Vi até uma matéria na RBS sobre isso.

Ah é. Eles não dizem Globo. Dizem RBS, que é a afiliada da Globo em POA. Ok, toda região tem afiliadas. Mas a  de lá é diferente. Por exemplo, o que nós conhecemos como RJ TV, SP TV, MG TV (o jornal local entre a novela das seis e a das sete) lá se chama RBS notícias. O cenário é diferente de todos os jornais locais das afiliadas da Globo.

Eles andam muito de bicicleta. Estilo gente-civilizada-país-de-primeiro-mundo: de capacete, retrovisor, etc. E param nas faixas pra você atravessar - quando não jogam boliche com os ciclistas, claro.

Vou tentar colocar minhas impressões sobre a cidade aqui.

7 comentários:

Gazzy1978 disse...

O Sul realmente é um país à parte. Eu sei pq moro em Curitiba - e olha que a gente aqui tem mania de querer ser SP (não me conformo).

Mesmo assim, quando desço pra SC, lá eu já me sinto DEFINITIVAMENTE em outro lugar, uma coisa assim "nossa, lá em Curitiba é tudo tão diferente". Engraçado, né?

O problema é que eu nunca fui pra outra região que não seja o Sul, nem pra outro país (nem pro Paraguai, olha só). Ou seja, minha base de comparação é mínima.

Mas eu gosto de Curitiba. E de Londrina. E de Santa Catarina.

Nísia Floresta disse...

Eu gosto de Porto Alegre. Adoro o sotaque e fico ridícula quando vou pra lá pois em dois minutos estou falando cantado, embora me esforce pra não fazê-lo. Adorei o mercado público que tem uma sorveteria maravilhosa cujo sorvete é servido com nata (não chantily). Gosto do Internacional de Porto Alegre e do Beira Rio. Gosto dos curtas gaúchos. E, de modo geral, costumo gostar de quem se acha e tem motivo para isso, como eles e você, Carrie.

ila fox disse...

Tenho um amigo que nasceu lá e chama a cidade carinhosamente de "Forno Alegre" pq fica muuuuito quente no verão (acho q por causa da umidade toda). Lembro que no ano retrasado Porto alegre ficou mais quente que o Saara por um dia! O_o

Nayana. disse...

Porto Alegre é tudo de bom. Sou catarina da ilha, mas me mudaria pra POA a qualquer momento, eles são ainda mais sulistas que os 'barriga verde', eles proporcionaram ao mundo Caio Fernando Abreu, Mário Quintana [visitou a casa dele?], Veríssimo[s], Martha Medeiros, Cláudia Tajes, Lya Luft... e mais um monte de coisa nova e legal. Evoluíram sem perder o contato com as raízes...

Porto Alegre é tudo de bom (L)

Natália disse...

Parabéns.

Fulana disse...

Carrie,

Porto Alegre de fato é um sonho. O único defeito de Porto Alegre é ficar lá em Porto Alegre, tão longe, mesmo pra catarinas feito eu!
Gosto muito de seu blog, me identifico com você. Boa sorte com a bici e os próximos concursos.
Se quiser visitar meu blog, vou gostar!
Até!

Jana disse...

Sou Porto Alegrense, bairrista até por dentro do branco dos meus olhos e foi muito legal ler sua visão daqui e da gente. Nunca me daria conta destes detalhes. Sabe tabacaria sempre fez parta da minha vida, alfajor é mesmo comum (mas nenhum daqui se compara aos uruguaios), sim leio muito, muito mesmo, em media 5 livros/mês (mas pra mim é coisa da personalidade), mas sou ex fumante (ha 2 meses). E confesso, não parei porque quis, parei pq me dei conta que tenho um filho pequeno para cuidar e mesmo gostando (sim eu gosto!) do ato, decidi que depois de 16 anos estava na hora...

Mas assim, não é todo mundo que diz vinte com cinquenta? kkkk

Concordo com a leitora acima, o frio aqui é cortante e o calor sufocante. Mas ainda é meu Porto, nem sempre tão alegre, mas sempre um Porto.

Feliz de ler sua visão daqui.

Abs