domingo, junho 05, 2011


Escrevi uns quatro parágrafos tentando explicar alguns sentimentos de hoje.

Apaguei os quatro, coisa difícil de acontecer. Em geral eu publico a primeira merda que aparece na cabeça. Nenhum era bom o suficiente. Um era mentiroso, o outro extremista, o outro leviano e um quarto ingênuo.

Posts têm data de validade. Se você não escreve quando vem a ideia, não há mais sentido.

Pra onde vão os sentimentos depois que se para de senti-los? Existe um sistema de reciclagem adequado para lidar com sentimentos obsoletos? Ou eles são que nem o lixo espacial: ficam vagando, vagando, baseados na ideia de que o Universo é infinito? Ou são lixo tóxico, se não forem pro compratimento certo, dão problema mais tarde?

Como diria a Clarice Lispector, tenho que fazer um rol de sentimentos. Certas coisas que eu sinto ainda não foram nomeadas.

2 comentários:

ila fox disse...

Os sentimentos não são biodegradaveis, então acho que ficam vagando por aí, feito lixo espacial até encontrarem um outro motivo de existir.

Natália disse...

Olha, como psicóloga, eu tenho convicção que se não forem para o compartimento certo, dão problema mais tarde.....sentimentos são direcionados....precisamos de direção, é isso que dá sentido, e sem sentido, estamos perdidos!