domingo, maio 22, 2011

Uma reflexão



Sim, estou sumida. E vai piorar esta semana e na outra. Juro que não vou largar o blog. Não, não aconteceu nada, gente. Só muito trabalho. Depois eu conto.


Não, não fui demitida nem vou ser demitida por essa chefe que falou q eu tô estressada. Ela tem umas ondas de psicóloga e tem dias que resolve falar coisas...e ela foi minha professora da segunda série primária. Então ela se acha meio mãe...


Enquanto isso, fiquem com o vídeo da professora Amanda Gurgel, de Natal, Rio Grande do Norte - que está neste momento no Faustão - aliás, gente, quando foi que o Faustão virou comunista? Sério? Perdi esse capítulo.

Valorizar a educação não é fazer propaganda dizendo que ser professor é legal, nem fazer PROUNI e REÚNI - ainda que essas medidas sejam, TAMBÉM, importantes. Mas é uma parcela mínima. É passar um verniz em um móvel que está todo quebrado. Precisa substituir o móvel.




8 comentários:

Paola Bracho disse...

Não abandona a gente....é duro viver no apocalipse diariamente atualizado que é a net hoje...rs.

ila fox disse...

Esta professora foi o máximo! que bom que algo de útil viralizou pela internet.

anna v. disse...

Assim como a Ila Fox, fiquei feliz com esse viral útil. A professora potiguar é o máximo e tem toda razão em todas as suas colocações. Já imaginou a revolução neste país se o salário base de professor do ensino fundamental fosse, em vez de 930, 9.300?

Gazzy1978 disse...

Realmente, querer que uma pessoa salve o mundo com um pedaço de giz na mão... Nem o Super-Homem faz isso, ele tem PODERES!!! O Batman tem armas (não letais, segundo o politicamente correto-pé-no-saco, mas ainda assim armas). O Homem-Aranha tinha poderes E era nerd... E querem que ela salve o mundo com um PEDAÇO DE GIZ???

Ah, esqueci: ela é de verdade, enquanto que o Super-Homem, o Batman e o Homem-Aranha só existem nos quadrinhos...

Batendo perna por aí... disse...

Aprecio muito seu blog! é ótimo ler o resultados das suas reflexões, acabo me identificando. Sobre o vídeo, independente do programa que a convidasse, achei sensacional!
Um abraço,

Regiane

Lilás disse...

Oi Carrie.
Eu não vejo Fautão, não sei o que ele disse, mas acredito que valorizar a educação não seja coisa de comunista apenas. As principais potencias capitalistas investem muito na educação!

A grande questão é que educação pública no Brasil nunca foi e nunca será prioridade porque não atende aos interesses das camadas privilegiadas da nossa sociedade.

Tenho notado que tanto no faustão quanto no fantástico eles têm adotado novas táticas na guerra pela audiência. Os assuntos mais repercutidos durante a semana passaram a integrar a pauta desses programas.

Eu abri seu facebook, mas fiquei sem jeito de te adicionar. Eu tenho lá meus momentos de timidez... Mesmo após ter exposto no seu blog que achei seu irmão gato! =)
Beijos e inté.

Anônimo disse...

VOLTE CARIE, VOLTE!!!!........
VOLTE CARIE, VOLTE!!!!VOLTE CARIE, VOLTE!!!!VOLTE CARIE, VOLTE!!!!VOLTE CARIE, VOLTE!!!!VOLTE CARIE, VOLTE!!!!VOLTE CARIE, VOLTE!!!!VOLTE CARIE, VOLTE!!!!VOLTE CARIE, VOLTE!!!!VOLTE CARIE, VOLTE!!!!

Edione Rodrigues disse...

Olá!!
Adorei seu blog ^^
Estou seguindo
Bjo.