sábado, abril 30, 2011

Porque o mundo precisa de nós


Essa é a imagem do casamento real para mim. Não é que eu não curta o casamento real - não tanto quanto Formiga Mãe, que acordou às seis da manhã pra ver, chorou litros, sabe de cor toda a dinastia inglesa, conhece, com detalhes, a vida de Diana. Achei bacana. Kate tava realmente um arraso, simpatizo com a moça e com o William - apesar de eu ser 100% team Harry. Desejo felicidades ao casal, acho que eles se amam e serão felizes. 

(Aliás, abrindo um parênteses: eu fico realmente abismada com o fascínio da minha mãe pela família real. Como ela mesma diz: eu adoro mitos. Minha mãe sabe de cor a saga das famílias Kennedy, Onassis; a vida da Marylin Monroe...falou em histórias grandiosas e trágicas, ela saca tudo. O que eu acho realmente curioso é que ela não nos tenha ensinado essa obsessão com casamento. Ainda bem)

É que eu defendo o mau humor como opção estética. Hoje em dia muito mais como opção estética, mesmo. Aprendi a domar meu mau humor diante da sociedade, uma vez que ninguém compreende, ninguém quer saber ou entender que não é nada pessoal. Claro, às vezes o mau humor tem uma causa e é preciso tentar entender. Ele mascara alguns outros sentimentos. Já fui muito, mas muito mais mau humorada do que eu sou. Hoje em dia eu consigo rir do meu mau humor. Ou consigo transformá-lo em um traço caricatural de mim mesma. Mas gosto sempre de defender o direito das pessoas serem mau humoradas. Afinal, já tem gente demais sorridente no mundo.

As pessoas confundem o mau humor com tristeza ou infelicidade. Não é isso. O mau humor é apenas uma falta de paciência para com o mundo. Um cansaço da humanidade. Não é pessoal. Não é com ninguém em particular. É só um me deixa em paz.

Vivemos numa sociedade tão obcecada com a felicidade e com um estado de saúde e alegria plenas que esquecemos que, caramba, as coisas são chatas muitas vezes. E difíceis. E chatas. E q você acorda se sentindo feia, gorda, com o cabelo espigado. E às vezes não queremos acordar cedo, vestir um vestido pinicante e ficar de frente pra uma multidão com um bando de caça sobrevoando nossas cabeças. Não. 

O mundo precisa de gente mau humorada. Gente que não sorri em todas as fotos. Gente que não acha que a vida é um grande Facebook. Não. Para.

A vida real não é feita de princesas. No fundo, somos quase todos aquela garotinha ali - por mais que desejemos ser os protagonistas da história. 

24 comentários:

Luana disse...

Concordo com voce, Carrie, tem muita gente já nesse mundo (pesudo) feliz e sorridente... Eu sou mal humorada, está no meu DNA. Fui uma criança mal humorada, adolescente insuportavelmente mal humorada (tá, isso é bastante comum) e hoje sou uma mal humorada com bandeira e tudo... Porque tenho todo o direito de não querer me relacionar com todo mundo... Não tenho paciência! E realmente, nao é pessoal, eu não tenho saco e pronto! Me deixem em paz! risos...

Quanto ao casamento real... Eles realmente parecem felizes... Mas eu ia detestar ter meu casamento televisionado para 2 bilhoes de pessoas!

Ione disse...

Super legal ter lido o teu post porque hoje mesmo tive um dia de brigas com o marido por causa do meu mau humor advindo da tpm. Eu fico tao, mais tao mal humorada que nem eu me aguento. E é isso que você disse. Tem dias que eu acordo me sentindo feia, gorda, com o cabelo horrível (tenho brancos desde os 20 e tô precisando urgentemente pintar de novo), querendo ficar sozinha. Mas sempre nesses dias eu tenho compromissos (hoje foi batizado de uma sobrinha e aniversário de uma amiguinha da minha filha, que tem 2 anos...) e eu tava com tanto abuso do mundo, que chegava a sentir dor de estômago. Principalmente porque meu marido, apesar de saber o que é tpm, nao quer entender e fica procurando briga porque eu tenho que ser alegre, ficar sorrindo para o mundo, sabe? E o que eu queria era só passar o dia sozinha em casa com minhas roupas confortáveis, me encher de chocolate e curtir meu abuso do mundo lá fora... Eu acho que existe muita intolerância, ninguém - ou quase ninguém - tem compreensao pelo mau humor alheio. Vixe, que isso deu um post.
Abracos sem acentos,
Ione

Carrie, a Estranha disse...

Ione!

"tava com tanto abuso do mundo". Q ótimo isso! Posso adotar? Abuso de mundo! Muito bom!

Luana,

É isso aí. Pelo direito ao mau humor.

bjs

liz disse...

bem vinda ao time!!!

Anônimo disse...

Nada irrita mais alguém genuinamente mal humorado do que gente feliz em tempo integral. Não confio em pessoas assim - as felizes em excesso, com vida de comercial de margarina -, me fazem desejar ser um bule azul.

Há dias em que a maioria deveria aderir a campanha "Parem de Sorrir".

Sejamos mais naturais e bitolados! E viva o mau humor, que também pode ser útil e produtivo, ou simplesmente servir pra valorizarmos ainda mais os momentos realmente singelos e felizes!

Anônimo disse...

ops: *mais naturais e MENOS bitolados!

Lilian disse...

E uma vez Calvin disse: "O mundo provavelmente é mais engraçado para as pessoas que não vivem aqui"

Carrie, a Estranha disse...

Liz,

:)

Ou melhor: :/

Anônimo,

Gente, vcs realmente estão inspirados hj. "me fazem desejar ser um bule azul".

Hahahahahaha

Um bule.

Azul.

Fiquei pensando nessa cena. Um bule azul. Por que não amarelo? Nem vermelho? Nem branco ou verde? Porque não, né? O azul faz mais sentido.

E ele é um bule, né cara? Fica ali. Sendo um bule. Ele não ferve água. Não conserva - muito. Só segura o leite por pouco tempo até que as pessoas se sirvam.

Luiz Asp disse...

"Mau humor como opção estética" é o máximo, adorei. Até porque, muitas das vezes o mau humor é uma forma de fazer humor com a vida.

Como disse um texto apócrifo, temos o direito ao foda-se. Ao prazer que é o foda-se.

E, Ione, não sei como é por aí. Por aqui, se minha esposa diz "tô de TPM e me deixa quieta", eu escolho outro cômodo da casa pra ficar, alugo um filme, saio de casa... Já é uma coisa conversada.

(Ok, sei que sou homem e não entendo nada disso. Só estou partilhando.)

abraços a todos!

Ione disse...

Oi, Luiz!
O problema é que, como eu falei, logo nesses dias nós temos compromissos sociais aos quais nao podemos faltar e devemos "interagir"... Nao tenho como dizer pra me deixar quieta, entende? Além do mais, muitas vezes eu só vou me tocar que tudo é culpa da tpm depois de muita briga... Mea culpa...
Mas valeu pela dica, tá anotada para o mês que vem. ;)

Carrie, a Estranha disse...

Ione e Luiz,

O problema da TPM é a tendência em negá-la. A mulher tepeêmica sempre duvida da própria TPM. Nunca diga: é TPM para uma mulher com TPM. A menos que queira comprar sua ira.

Carrie, a Estranha disse...

Oi Lilian!

Tinha esquecido de dar "oi". Gosto de dar "oi" pra todo mundo q comenta.

Anônimo que deletou o comentário,

Tô de olho em vc, rapá. Favor dar os créditos.

Gazzy1978 disse...

Eu de TPM tb sou o cão - vou do "euteamonãomedeixe" ao "euteodeiosenãosairdafrentetemato" em questão de milésimos de segundo. Senna perderia feio pra minha alteração de humor.

O post descreveu tão bem o mau-humor quase contínuo do meu irmão que não aguentei e mandei o texto (com link, pq qdo o blog é show eu dou os créditos) pra família.

Léo Jaime (sim, o cantor) escreveu uma vez na coluna que tinha na revista Capricho: "quando chegam as férias, é como se saísse um exército cantando 'eu tenho que ser feliz, eu tenho que ser feliz'..." E estava CERTO!

Taís Teixeira disse...

Faz tempo que tenho reparado nisso. As pessoas simplesmente não conseguem aceitar o mau humor alheio. Gente feliz o tempo todo ou é falsa, hipócrita ou cria um mundinho e vive aquela mentira. O pior é quando ficam perguntando "o que tem de errado?", "mas por que vc tá assim?". Aff!

Eu já fui muito mal humorada, hoje tô mais pra 'blasé', mesmo.

Tô ligada que tu é 100% team Harry , hein! Eu também! Além de galeto, é ruivo! Adoro! :-P

Beijos!

ila fox disse...

Também não tenho muita paciência com "jogo do contente" que muita gente faz. Aquele tipo "amo muito tudo isso".
No meu blog não posso transparecer muito isso pois é uma vitrine do meu trabalho, mas no Twitter acabo me soltando mais e mostrando meu lado Godzila.

Lilian disse...

Oi Carrie! =)

Obrigada por posts como este.

É isso aí, felicidade comum não existe.

Vou tentar comentar mais vezes...

Beijo

Luiz Asp disse...

Meninas, o barato é que hoje minha esposa já percebe quando está antissocial, se afasta e me avisa. Mas a gente não chegou da lua-de-mel sabendo se resolver assim não!

Mal-humorada ela tira o dia pra fazer seus frilas. Eu cozinho, vejo algum filme ou jogo videogame.

abraços!

Luiz Asp disse...

E eu nunca falo que ela tá com TPM. Muito mal mostro que ela me deu uma patada e me afasto.

Anônimo disse...

Já leu "Ostra feliz não faz pérolas" de Rubem Alves?

M.D.M disse...

Gente, eu estava tão mal-humorado hoje, mas tão mal-humorado, que meu ego se negou a agir, e eu tive de funcionar o resto do dia só com o Id e o superego. O resultado foi que eu bati num aluno e depois pedi desculpas, bati de novo e pedi desculpas de novo, até que todo mundo fugiu de perto de mim, eu saí correndo e mordi um cachorro. Nunca tive um dia melhor e tudo graças ao mau humor.

Anônimo disse...

Mau humor é o máximo, se as pessoas que criticam fossem realmente tão felizes, boazinhas, superiores etc etc e tudo o mais que elas "se acham" iam olhar para o mau humor dos mal humorados e fazer alguma coisa light para melhorar o clima que elas dizem ser horrivel, só que nunca vi ninguém que se diz bem humorado agir assim...então acho que criticam com inveja daqueles e daquelas que assumem de fato seus momentos de força ou de fraqueza, depende de quem olha.

Anônimo disse...

p.s. quando digo fazer alguma coisa light para melhorar o clima não é ficar rindo ou sorrindo, não sou dentista pra viver olhando pros sorrisos e sim apenas fazer uma abordagem natural (ainda não sei se consegui explicar, mas o fato é que odeio aqueles ares de alegria que não são nada).

Gazzy1978 disse...

Ainda não vi mau-humor resistir a uma rodada de cerveja paga pelos amigos, uma caixa de chocolates... Mas só faço isso qdo o mau-humorado em questão tá me dando nos nervos, já.

lin disse...

this is soooooooooooooooooooooooo gorgeousbridal jackets