segunda-feira, dezembro 13, 2010


Eu adoro esse filme que tá passando agora na Globo: "O quarto do pânico", com a Jodie Foster. Eu não sei o que é. É um filme relativamente bobo. Quero dizer, é um suspense clássico. Mas eu adoro. Não sei se é aquele casarão maravilhoso, de 4 andares, em Manhattan, piso de madeira, banheiro antigo, banheira de louça...ou não sei se é o quarto do pânico em si.

Eu adoraria ter um quarto do pânico.

A chuva, os móveis, a clarabóia, o plano sequência...tudo me agrada neste filme. Não é nada demais, mas é gostoso de assistir.

Só esqueci o final. Pra variar.

Acho que eu tenho gostado cada vez mais de decoração.


* * *


Tô passando direto no canal local da Net. Quer dizer, eu não. O lançamento do livro da minha irmã. Só que eu dou entrevista. Daí eu apareço. E minha família toda.

Impressionante como meu cabelo está lindo. A pele tá destruída, com aquela luz toda da TV.(apesar da maquiagem profissional que eu fiz). Descobri que minhas pintas são maiores do que eu supunha, tô com linhas de expressão perto da boca gigantes, mas o cabelo tá uma coisa. Olha que eu não tinha feito absolutamente nada naquele dia. Parece um babyliss natural. Espetáculo. Cleo Pires perde.

Eu amo o meu cabelo. Muito. Mas sou humilde.

(Ha ha. Só pra minha irmã dizer: tá se achando, né Formiga?).

Pena que, como diria um conhecido, "quem fode com cabelo é caspa". Quem liga pra cabelo, tirando as próprias mulheres?


* * *


Vocês conhecem a Susan Miller? Meu bolsista de Iniciação Científica me apresentou ao site dela. Perdi mó tempo lendo as previsões pro meu signo do mês de dezembro - umas sete páginas em arquivo de word. A mulher é tão detalhista, tão específica que dá até medo. Basicamente eu vou conhecer o amor da minha vida, porque tem dois planetas na minha casa do "amor verdadeiro" - um planeta da sorte e o outro dos acontecimentos imprevisíveis. Um desses planetas vão embora e nunca mais voltam. O outro dá um rolé em 2023. Mas também posso ter que fazer uma cirurgia - mas devo adiar até janeiro, se possível - e supostamente tive problemas na minha vida fincanceira esse mês (não, não tive), por causa de uns pobreminha aí com Mercúrio, mas em janeiro tudo melhora.

Mêda.

E, dentre os dias favoráveis pro amor dois já foram: ontem e hoje.

Devia ter ido na festa da A, em Santa Tereza. E ela disse que convidou um cara que fazia doutorado na NYU só pra conversar comigo.

E vai rolar um eclipse lunar que vai ser ruim pra todo mundo. Dia 21 de dezembro.


* * *


Vou tomar banho com um dos meus trocentos sabonetes cheirosos, deitar no meu lençol cheiroso de algodão 150 fios penteados presente da Fumiga Imã, em atracar com meus quatro travesseiros e ver "O quarto do pânico". Porque esse fim de semana foi foda. Três dias quebrando a cabeça num projeto que ainda está a passos de tartaruga.

Beijomeliga.

6 comentários:

Alê disse...

Olá

Clarabóia é tudo Carrie.

Eu não acredito que sua pele ficou ruim na tv.

Simplesmente não acredito e nem adianta contestar hein?

Desse assunto não cabe Recurso (rs).

Beijos

Alê

trinity disse...

Exite algum link para ver o vídeo?
Estou muito curiosa.

Alê disse...

Simplesmnte não sei o que dizer:

http://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI4843148-EI13419,00-Alexandre+Frota+posa+vestido+de+noiva+para+revista.html

Beijos

Alê

Isabella disse...

Sabes como tirar um sorriso dos seus leitores.
Bjos.

Taís Teixeira disse...

Hey, Carrie, cadê você?
Eu vim aqui só pra te ver!

Tá tudo bem?

Carrie, a Estranha disse...

Oi Alê!!

Bigada! :)

Eu já tinha visto o Frota. É ou não é muso total?

Isabella,

:)

Taís Teixeira,

Muito silvisso.

Bjs