sexta-feira, agosto 06, 2010

Entreouvido por aí


Centro de Gotham. Cinco da tarde. Moça e rapaz:

Moça: pode levar sua namorada sim, que é super trnaquilo. Além disso só vai casal. E só casal tranquilo. Tenho certeza que ela vai se sentir super à vontade.

Ôpa. Ôpa. Minhas antenas formigais rapidamente se voltaram para a dupla. Casal tranquilo, sentir à vontade? Só pode ser casa de swingue. Suruba. Me chama aê, cálega.

Moça: Porque eu também vou estar acompanhada...(cara falava algo incompreensível). Eu acho que ela me conhece, sim, mas não deve ligar o nome à pessoa. Mas tenho certeza que ela vai ficar à vontade. É um lugar maneiro, tem pista de dança...

Swingue. Só pode.

Rapaz: Porque aí eu faço uma média com a família dela, né?

Ôpa. Botar a mãe no meio não, gente. Suruba, no meu tempo, era sem mãe.

Moça: Ah é. Pode levar que é tranquilo. É lugar pra fazer média mesmo. Se fosse zueira eu te chamava sozinho. Se eu tô dizendo pra você levar ela é porque é tranquilo.

Se despediram e foi cada um pra um lado.

Fiquei pensando: sobre o que será que eles estavam falando?

a) Os dois têm um caso e a namorada dele tem alguma deformidade e não sai de casa, daí tem que ser um local onde ela fique à vontade.

b) Ela é  garota de programa, eles saem com alguma frequência e a namorada dele tem alguma deformidade e não sai de casa, daí tem que ser um local onde ela fique à vontade.

c) A namorada dele tem alguma deformidade e não sai de casa, daí tem que ser um local onde ela fique à vontade. Period.

c) Trata-se apenas de mais um casal pequeno-burguês onde o marido/namorado não pode ter amigas e sair sem dar satisfações, nem a mulher ter amigos e sair com eles sem dar satisfações pois ambos são mega ciumentos, daí quando ele sai com a namorada tem que ser em uma turma só de casais se não a mulher cisma que qualquer mulher solteira tá dando em cima dele.

Por mais que as alternativas A, B e C (e fazer suruba com a família e a mãe no meio) sejam muito mais tentadoras para minha mente torpe, a realidade é mais medíocre e deve ser a letra C mesmo.

5 comentários:

Paola Bracho disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

E eu pensei que só eu prestasse atenção (vez ou outra..rs) na conversa alheia e ficasse tentando completar as lacunas....sherlock holmes feelings....rs.

Bj!

P.S: Carrie, eu vou fazer minha mono de final de curso sobre evolução e posicionamento de marca. Vc indica alguma leitura. Thanks! (abusada modo off)

ila fox disse...

Hahahahaha X-D

Ou o cara vai conhecer a família da menina que é cheia de nhém-nhém-nhém e ele tá morrendo de medo.

Carrie, a Estranha disse...

Paola

Ouvir conversa de estranhos é um dos meus hobbies prediletos.

Cara...eu entendo mto pouco sobre isso. Dou mais a parte de texto, redação. Provavelmente vc sabe mais q eu.

Ila,

Pô, mas aí não precisava ir com um monte de casais amigos. Bastava ir pra um restaurante legal, né?

Bjs, meninas.

Docinho de abacaxi disse...

Reclama que a gente não comenta... mas, ó: hoje é dia 12!
6 dias e nada de post novo!
Tá pensando o q?
Tá deixando sua dileta audiência abandonada!
E nem vem com esse papinho furado aí de "preparar aula" que essa não cola mais.

(sou abusada mesmo)

Daqui Por Diante disse...

Putz, a ideia da deformidade é a comunzinha? huahuahuahuahua lascou-se tudo, então ahuhuahua

Mas também fiquei MEGA curioso. Sabe que eu acho que eu até perguntaria do que se trata? ahuahauhhua