segunda-feira, junho 15, 2009

Conversas insólitas com João Francisco


Ooooi, João!!! E aí, você gostou da sanfoninha que o vovô te deu?

(João balança a cabeça afirmativamente)

- Você tem tocado muito?

- Não.

- Sabia que eu vi sua sanfoninha antes de você?

- Pu quê?

- Porque o vovô foi comprar lá em Volta Redonda.

- Que que che tava fajendo lá?

- Eu moro lá, João.

- Pu quê?

- Porque sim, João.


(Pausa)


- Que que chê é da Tia Maiú?

- Eu sou filha dela, João.

- O que a Tia Maiú é shua?

- Minha mãe.


(Pausa)


- E cadê sheu pai?

- Meu pai morreu.


(Pausa)


- Ele foi pro céu – eu continuei, tentando dar uma aliviada, mas sem aquele papo de estrelinha.

- Ele foi pu chéu?

- Foi.


(Pausa)


- E agola, quem é sheu pai?

- Eu não tenho pai, João. Quando o pai da gente morre, a gente fica sem pai.

- Pu quê?

- Porque sim, João.


Achei melhor mudar o rumo da prosa, antes que o moleque deprimisse aos 3 anos, se deparando com a finitude humana.

2 comentários:

Stella disse...

Criança leva a gente pra cada assunto, viu? xD hahah...

Beijo!!

Lilith disse...

Adooro conversa de criança...hoje em dia eles estão cada vez mais espertos...

bj.