sábado, junho 21, 2008

Lalalala...

Na outra encarnação eu quero ser engenheira. Ou física. E vir com esse setor do cérebro ativado. Sim, porque a região do meu cérebro onde ficam essas habilidades para coisas exatas, lógicas e concretas é um imenso terreno baldio, com mato crescendo e destroços abandonados. O neurônio responsável por realizar essas operações é um moleque de oito anos que vive com o nariz escorrendo, fazendo bolinha de meleca pra jogar nos amiguinhos e jogando playstation. Eu tenho uma espécie de Beavis and Butthead nesse setor do meu cérebro. Eu não sei como eu consegui sair do colégio sem nunca ter pegado uma recuperação em matemática ou física. Acho que meu colégio era muito ruim. Deve ser isso. Não é à toa que eu consegui tirar 0,75 em uma prova de vestibular de matemática. Discursiva, que fique claro – porque no chute eu sou boa.

Mas então. Na outra encarnação eu quero ser engenheira (qualquer engenharia serve) ou física. Ou matemática. Eu vou olhar para os problemas e aplicar idéias racionais e lógicas e eles vão se resolver. Eu lerei os textos e eles não me darão infinitas possibilidades. Eles dirão é ou não é. Eu me casarei com 24 anos com um físico e nós teremos vários fisiquinhos. Seremos a família nerd. Nossos finais de semana serão animados campeonatos de cubo mágico.

Um dia. Em outra vida.

(Só pra não perder o costume de reclamar).

2 comentários:

Ila disse...

Na outra vida quero ser menos comlicada, pensar menos, acho que meu defeito é pensar demais.

a que deseja disse...

Meu pai é físico, mas acredite, não chego nem perto de ser uma fisiquinha...