domingo, novembro 11, 2007

Se um desconhecido de repente lhe oferecer flores...


Ah é. Esqueci de contar. Na quinta feira, antes de eu sair, passei na locadora pra entregar uns filmes. Só que já fui pronta pra night. Montada às seis da tarde. No que eu entro o balconista: “nossa, esse cheiro é seu?”

Sem saber direito se isso era bom ou ruim, meio temerosa respondi: “éé...”.

“Que cheiro delicioso!” – continuou ele.

Fiquei bastante sem graça. Eu sou uma pessoa muito tchímida para elogios, que nunca sabe o que dizer. Daí, na dúvida, ao invés de calar a boca, falei algo estúpido: “será que eu passei demais?”. Ao que o vendedor disse: “se você tivesse passado demais eu estaria espirrando, porque eu tenho asma. Tá ótimo. Cheiro de verde”.

A sem loção aqui continua querendo “melhorar” a situação: “ah, tem gente que não gosta desse meu perfume, diz que ele é doce” (cala a boca, cabeção! Agradece e fica quieta!). O balconista: “não, não achei doce, achei um cheiro de... floresta! De verde! Sei lá...muito bom”.

Já me imaginei nua em pelo, cabelos soltos, cavalgando em slow motion em um lindo cavalo branco em meio a uma floresta do Canadá ou da Alemanha, talvez a Floresta Negra, cheia de eucaliptos, com uma musiquinha da Enya ao fundo...praticamente uma amazona. Corta pra realidade (yep! Assim funciona este cérebro!).

Nisso ele conferiu as fitas e eu fui saindo. Não contente ele manda: “lindo esse vestido, aliás você toda tá linda!”. Ainda bem que jeu á tinha aberto a porta de vidro e o cara não viu minhas bochechas vermelhas.

Pergunta: o cara era viado? Creio que sim. Homens não fazem esse tipo de elogio gratuitamente. Fora de contexto. Do nada. Homem só faz elogio com uma meta definida. Ainda mais reparando em coisas como vestido, perfume...
Há também a hipótese do cara ser viado E estar me cantando, afinal eu exerço um grande poder de atração sobre viados. Já até peguei alguns, inclusive. Acho que é esse meu jeito naturalmente traveco de ser.

Me senti que nem na propaganda do Boticário, em que a mulher sai pela rua e todos os homens viram a cabeça, inclusive um gay – o namorado dele fica puto em seguida e os dois começam a brigar.

Ai, ai. Tô com um probleminha de público alvo.

15 comentários:

Bella disse...

hahaha!! adorei esse episódio de "lendas da carrie". td bem q o cara é veado, e daí?? pelo menos recebeu um elogio, ué! eu, ultimamente, nem cantada de gay recebo! se o seu problema é o público alvo, o meu tá mais pra falta de público! hahahuahuah!
bjks

Carrie, a Estranha disse...

Ah, claro! Com certeza é melhor q nada. Mas q foi engraçado, foi. E qto mais eu falava, mais o cara me elogiava.

Bjs

André Rafael disse...

Não fazem mais homens como antigamente...
Um [re]toque no ego nunca é demais, né?!
Beijo,

Carrie, a Estranha disse...

Pois é, André. Nós, pessoas mais velhas, sentimos falta desse tipo de delicadeza, não é verdade?

;)

Eugenia disse...

ué, só pq ele te elogiou abertamente é viado?
vc é tudo, garota!!!
bjooo!

Pati Linden disse...

Nananananana!!! Mulher é bicho triste, hein? Ganha elogio e fica pensando nas razões do sujeito! rsrsrsrsrs. Adorei que me respondeste o e-mail. E fazemos aniversário perto! Que máximo. Eu vou ficar num bairro ao lado do teu, na casa da minha sogra. Penso em ir num buteco na Lapa na sexta. Um beijo

Betto disse...

Mulher é bicho esquisito mesmo... Se os caras NUNCA falam nada, não reparam e talz, elas reclamam... Quando elogiam, o cara é viado...

Vai entender!!

Carrie, a Estranha disse...

Eugênia, Pat e Betto,

Não é só isso. Era um conjunto de características. Era a forma de elogiar. Enfim, se não era viado já recebeu o telegrama, como diria Roberta Carvalho.

Raposinha Loura disse...

Carrie, me diiiiiz, qual é o nome deste perfume?????

Amo perfumes com cheiro de floresta, hehehe. EU também quero me sentir uma godiva da floresta! hohoho

Beijos.

Milema Medeiros disse...

Q coisa ótima. Vários elogios ao mesmo tempo e de um desconhecido. Pouca importa se ele é gay ou não. O q importa é q tem bom gosto!

Carrie, a Estranha disse...

Ilinha,

Não tem nem um pouco cheiro de floresta. Foi delírio do cara. Mas aí vai o nome: Hipynôse, da Lancome.

Pois é, né, Milema. É isso q importa.

Bjs

Andrea disse...

Eu vi! Eu vi! Tava linda merrrmo. O vestido era puro loosho e glamour!

julieporto disse...

ahem, o perfume do boticário é feito com a tênica ancestral francesa da Enflourage...que vem a ser a tênica que o psicopata do Perfume vai aprender na cidadezinha cu da mãe no interior da frança a fim de capturar o cheiro das molheres...
*bim bom* você sabia?

Carrie, a Estranha disse...

Séeerio?

julieporto disse...

siiiiiim!!!