sábado, setembro 29, 2007

Carrie ecologicamente correta


Minha mais nova mania é o lixo. Estou obcecada por lixo. Amo lixo. Lixo é legal. Calma, explico: reciclagem de lixo.

Descobri que no Rio há uma lei que obriga os prédios e condomínios a fazerem reciclagem. Maravilhoso! E descobri que é muito simples reciclar. Eu achava que eu tinha que ter mil lixeiras e ir a vários lugares...nada disso!

Basicamente você deve separar o lixo seco do molhado. O que é seco? Plástico, papel/papelão, alumínio e vidro. Molhado (ou orgânico, que “molhado” pega meio mal): resto de comida e papel higiênico – creio que absorventes e cotonetes entram nessa categoria. Daí você tem que ver como funciona no seu prédio. No meu é assim: o orgânico eu jogo no lixo comum e o seco eu deixo num compartimento próprio – mas, evidentemente, cada prédio é um prédio.

A Comlurb tem um sistema muito legal. Eles passam uma vez por semana na sua rua – sim, na sua, caro leitor – recolhendo o lixo reciclável. Lá eles separam plástico, papel, vidro e alumínio e vendem para cooperativas. Confira aqui no site na Comlurb qual o dia ela passa na sua rua. Converse com o síndico e porteiros. Se você não mora no Rio, veja na sua cidade como funciona. Você pode doar direto pras cooperativas. Outro site muito legal sobre reciclagem: http://www.lixo.com.br/index.html.

Ah! Muito importante! O lixo seco tem que estar limpinho. Ok, essa é a parte chata. Você tem que se acostumar a tomar um iogurte, abrir um creme de leite, um extrato de tomate e lavar a caixinha/latinha/potinho. Se não junta bichinhos nojentinhos como baratas e ratinhos. Chato? Pois é. Mas fazer o quê? Tem um monte de coisas chatas que a gente precisa fazer na vida. Essa é só mais uma.

Também não esqueça do lixo que não se recicla como pilhas, baterias, lâmpadas...Aí você tem que juntar e levar num lugar – em geral as operadoras de celular recolhem.

O isopor é que eu não sei o que faço...idéias?

Além disso, um importante conceito na reciclagem contemporânea é reduzir o seu lixo. Lixo mínimo. Pense antes de comprar. Dê o que você não usa. Pense na embalagem do produto. Compre carrinhos de feira para ir ao supermercado ou quitanda. Ou sacolas de pano ou feira próprias – agora existem várias, super féeeeeexion! (Esse último item eu confesso que ainda não faço e é o mais difícil pra mim, pois pressupõe um grau de organização que eu não tenho).

Sei que vocês, meus queridos leitores, são super espertos e já devem fazer isso há tempos. Quando fui a casa de Clis comer torta de limão ela pôs a caixinha de creme de leite de molho. Paulinho, seu marido, tem o sonho de ser lixeiro. Confesso que eu também estou me apaixonando por lixo (e quem falar que as baratas estão vindo morrer aqui em casa leva uma lata totalmente reciclável na cabeça. As baratas estavam morrendo antes. Meu lixo agora é limpinho).


10 comentários:

Cris disse...

ahauahuahahauuha, é incrível como o paulinho repete isso todos os dias. agora ele está envolvido numa cruzada pela recuperação das latas de lixo da orla de niterói. e tome ligação pra clin todo dia, reclamação, fala com a superintendente e tals. é incrível a paciência dele. confesso que fui contamina da também. teno vontade de voar no pescoço de quem joga lixo na rua... bjs

André Rafael disse...

A questão da inocente sacolinha de supermercado é até desaforo, dona Carrie-que-ama-o-lixo. Não precisa ser muuito organizada pra deixá-las de lado: compras mensais, leva uma bolsa, dá um jeito; compras esporádicas: salvo maus-hábitos, dá pra se virar sem sacola. Ora.
Beeijo
;)

Carrie, a Estranha disse...

Cris,

Yesss! Viva Paulinho!

André,

Tá, eu to tentando, to tentando...mas, vc mora sozinho? Em primeiro lugar é muuuito complicado fazer compra de mês se vc mora sozinho. Já teve q cuidar de uma casa? Pois é. As coisas as vezes saem do controle. Há dias em q vc tem q passar no supermercado à noite, voltando pra casa e não se lembrou de sair com a sacola de compras - com o carrinho de compras nem se fala.

Não tô dizendo q é impossível. Claro q tudo é questão de educação e mudança de hábitos. Só quis dizer que ainda é o item mais difícil pra mim, que não tenho empregada e moro sozinha.

Bjs

Dissimludada disse...

Carrie, há muito tempo eu levo minhas sacolas ao mercado. Para casos imprevistos tenho uma sacolinha chinesa, daquelas que viram quase pochettinhas depois de dobradas e fechadas com fechoeclair nem sei se é assim que se escreve. Esta bolsinha práticamente mora nas bolsas maiores que uso para sair e é utilíssima.
Quanto a lavar os potes de yogurte e outros, há controvérsias : a própria água consumida no processo poderia ser considerada desperdício, principalmente se lavarmos um de cada vez. Desconheço, portanto, a solução ideal. Questão aberta.

Dissimuldada disse...

Ah, ia esquecendo ISOPOR É UMA PRAGA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Uma peste, uma condenação....
Para minimizar, sempre peço os frios de corte SEM bandeijinha, mas é claro que isso não resolve porque tem 100000001 de outras coisas que vêm acondicionadas no famigerado isopor. Precisaríamos de uma campanha contra ! Pelo menos os ovos estão em papier maché, que é totalmente biodegradável.Um avanço!
Como pode ver, adorei o tema LIXO !!! huahuahua
Bjos

Ly disse...

Essa semana comprei uma lixeirinha para reciclagem, em que vc pode utilizar dois sacos de lixo ao mesmo tempo para separar os secos dos molhados (R$ 29,00 no saara). Adorei porque minha cozinha é pequena e ela coube muito bem no espaço. Lixo é bom. Lido com lixo desde pequenina, catando brinquedos, revistas ou jornais que os vizinhos depositavam nas escadas. É como dizem: o lixo de uns pode ser o tesouro de outros. Bjs

Carrie, a Estranha disse...

Dissimulada!

Vejo q vc � uma expert no assunto!

Pelo q eu vejo h� muitas controv�rsias sobre o tema lixo. Mas o problema de n�o lavar � q junta bichinhos desagrad�veis. E tb o material org�nico pode danificar o papel, pl�stico, inviabilizando a reciclagem.

Puxa, adorei a dica da bolsinha dobr�vel chinesa - n�o sei o q � mas imagino. Vou pensar em algo semelhante.

Morte ao isopor!

Eu sabia q meus leitores j� eram iniciados no tema!

Bjs

Carrie, a Estranha disse...

Ly,

Que bacana!

Gente, to me sentindo a última a aderir a reciclagem! Mas tudo bem. Antes tarde do que nunca.

Bjs

Anônimo disse...

Voces estão esquecendo do oleo que se usa para fritura e depois deve ser entregue em alguma instituição para que seja reciclado e utilizado e nunca deve ser jogado na pia da cozinha.
M

Carrie, a Estranha disse...

Formiga Mãe,

Mas é q eu não faço fritura aqui em casa. Não dessas que sobram óleo. Mas é uma boa lembrança.

Bjs