terça-feira, abril 10, 2007

Saudades de Sullivan e Massadas


A nova música da Kelly Key diz o seguinte: O seu problema é de Ana...analista/Vai procurar um neuro...um neurônio.

Hein?

Que eu saiba essa galera não costuma compor. Em geral eles tem produtores e letristas por trás. Quem é que deixou passar uma parada tão completamente sem sentido?

Eu não vou nem falar do fato que analista aí está sendo usado como uma ofensa e coisa de maluco, porque essa é a idéia que o senso comum tem de profissionais como psicólogos, terapeutas, analistas e psiquiatras. Mas...procurar neurônio? Os neurônios estão lá. Mesmo em se tratando da Kelly Key eles estão lá e não tem nada a ver com problemas emocionais. E que porra de rima é essa, Kelly Key? Um neuro...um neurônio? Porque não um neuro...logista pra rimar com analista?

Aí é que eu vi o restante da letra: Você tá vendo coisa onde não tem/ Tá procurando chifre em cabeça de piolho.

Cuma? Piolho agora rima com neurônio? Desisto.


(Sim, o horário é esse mesmo. São cinco e alguma coisa da matina e eu já dormi – muito bem, por sinal – e já tô de pé. E acordei com essa questão da Kelly Key me martelando as idéias. Talvez eu precise de um Ana...analista! Dã...)

Um comentário:

Alline disse...

Que meda da Kelly Key como compositora...
E eu cheguei a acreditar que ela tinha sumido pra sempre.
Bjos