terça-feira, agosto 29, 2006

Je suis Paris!!!

Olah amigos.Jah estou em Paris e a merda do teclado frances eh horrivel. Perdoem-me os erros - alem dos que jah cometo. Sem contar que estou pagando quatro euros a hora, entao serei breve.
O ultimo dia de Londres foi maravilhoso. Fomos a Tate Modern Gallery, que, como o nome indica, eh uma galeria de arte moderna. Vi Andy Warhol. Muita emocao! Ateh comprei uma repdroducao das suas sopas Campbell alem de alguns livros de arte que estavam realmente muito baratos _ e mais bloquinhos e agendas e etc. Vi tambem um Malevitch e quis fotografar pra minha amiga Patricia, mas infelizmente era proibido.
Depois fomos ao Shakespeare Globe Theater; Uma das maiores emocoes dessa viagem!! Eles fizeram uma replica do Teatro onde Shakespeare se apresentava exatamente do jeito que era. Fizeram milhares de pesquisas pra seguirem o mais fielmente possivel. Foram usados materiais que eram usados na epoca e tudo foi feito a mao. E, eh claro; eh um teatro elizabetano.
Ia ter uma estreia do dia seguinte e os atores estavam no palco; arrumando suas coisas. Muito legal respirar um pouquinho do clima do teatro ingles!! Voce tem que pagar nove libras e isso te da direito a uma visita guiada e uma visita ao museu Shakespeare. O guia tinha aquele sotaque britanico maravilhoso; o que contribuia mais ainda pra toda a atmosfera do lugar. Legal ver Shakespeare sendo tratado com o respeito que ele merece, mas sem a pompa de um classico. Afinal, ele era o Big Brother do tempo dele, neh? Concorria com as execucoes em praca publica e outras atividades sanguinolentas.
Fomos ajudadas por uma velhinha adoravel, saida dos contos dos Irmaos Grimm; Passou de bruxa a fada. Ela parecia habitante de uma velha Londres outrora gloriosa. Tinha tracos finos e se vestia com lenco, sobretudo, bengala, luvas, mas era tudo puido e roto; Seus olhos eram de um azul profundo e brilhante, embora sua boca jah faltasse dentes. Descobri, com essa senhora, que podemos, sim, pagar as passagens no onibus. Alias ela entrou conosco no onibus, falou com o motorista - um negao rasta, com uma cara otima - onde queriamos ir. Quando jah ia sentar ela disse sit here e achei melhor nao contraria-la. Nisso comecou a dizer pra eu ter cuidado e soh pedir informacoes pra pessoas, mais velhas. Quis dizer que venho de um lugar onde as pessoas te assaltam com uma Uzi na cabeca, mas nao auis tirar o encantamento daquele momento e ouvi tudo como a Chapeuzinho Vermelho ouvia a vovozinha. De vez em quando ela falava algo como it blank my mind e disse que depois do acidente elq ficou assim.
Londres pra mim ficou como a impressao de uma cidade misterioriosa; estranha; fascinante; surpreendente. Fico como Paulinha, minha sobrinha, que, ao entrar em um lugar novo torce o pescocinho quase como minha amiga Linda Blair. Londres se,pre foi uma cidade com a qual eu achava que me indentificaria profundamente. Nao digo que nao tenha me identificado. Mas talvez, justamente por ter me identificado, achei-a estranha. Eh uma cidade dura e inospita a primeira vista. Assim como eu. Precisarei voltar mil vezes.
Hoje jah eh o terceiro e ultimo dia em Paris. Paris jah eh o oposto de Londres. Eh uma beleza obvia que te prende de cara, te arrebata, te conquista no primeiro segundo; Mas tambem talvez nao tenha tantos misterios. Nao sei; O povo eh gentil e, ao contrario do que me disseram, falam ingles sem problemas; Ateh a caixa de supermercado fala ingles! Tambem eh bem mais facil de andar. O problema eh que estah chovendo muito - ao contrario de Londres. Ontem fomos ao Louvre e hoje, por enquanto, estamos fugindo da chuva.
Queria postar fotos, mas, com essa internet cara e sem falar frances tah dificil. Agora tenho que ir.

5 comentários:

osvjor disse...

franceses gentis e falando inglês com a maior boa vontade em Paris? já não se fazem parisienses como antigamente...

M.Eduarda disse...

Oi querida!!
Também fiquei com uma impressão meio estranha de Londres, mas me diga, não conseguiu assistir a nenhum espetáculo da broadway?
Paris é demais não é? É linda, encantadora. E os castelos? E o louvre? Estava lendo O Código Da Vincci quando fui.. fiquei ainda mais emocionada!
Estou adorando os relatos de sua viagem, vou lembrando aos poucos das minhas...

beijos

Leo disse...

Eu paguei 6 reaus em um shopping de joao pessoa :~

ella disse...

4 euros a hora? Esqueça o blog, e vá curtir London, London :))
bjs

Jussara disse...

Franceses gentis e que não se importam em falar inglês? vc teve sorte!! nunca vi povo mais mal humorado,antipático e de cara fechada nas ruas; os mais velhos parece que simplesmente odeiam falar inglês!!! se a gente perguntava antes se eles falavam inglês, eles respondiam, qdo sabiam, que sim - um pouco - mas com uma arrogância e desdém únicos!!acho que é complexo de inferioridade por Waterloo...claro que sempre há as exceções,mas prefiro os ingleses que têm fama de frios,mas ao menos são autênticos. E a comida?a comida na França é horrível, sem sal, sem açúcar, sem gosto!não sei pq é tão famosa...mas andar de metrô é mto fácil mesmo,e tem uma estação a cada 500 m ou algo assim(talvez o de Londres seja complicado,pq é o mais extenso do mundo). Mas achei Paris muito mais cara que Londres. E prefiro o mistério,a estranheza,a frieza e o cinza de Londres, do que a obviedade de Paris. E o adaptador acho que vc vai precisar ao longo de toda a viagem, então no fim das contas,não foi uma aquisição tão cara,pois vai ser útil...quais serão as próximas paradas??