sexta-feira, julho 07, 2006

Momento Luluzinha

Zenti, eu tenho que comentar o final de Belíssima! Sim, porque novela só vale à pena no primeiro capítulo e no último. E no meio, de leve, só pra ver como é que tá.
Acho que Silvio de Abreu se redimiu nesse final. Todas aquelas maluquices que disseram (Cemil era o vilão; Ornela era a vilã; Mustafá era o vilão...) eram especulação da Nídia e ele optou por um desfecho à la Hitchcok: o assassino é o mordomo que, de tão óbvio, você já acha que não é. E vamu combinar que Medeiros é a encarnação do mordomo inglês, né? Se lembram em Senhora do Destino, quando ele era mordomo da Ângela Vieira? Meeeeeedammmmm.
Agora, alguém me explica o que foi Medeiros e Angelita Feijó! Hahahahaha!!! Eu me mijei de tanto rir! Então quer dizer que Medeiros, quem diria? Mó garanhão. Ainda por cima ouvir Fernanda Montenegro dizendo Eu não tenho tempo para os seus joguinhos sexuais, Medeiros foi tuuudaaa!! Como será que a Angelita Feijó dorme em paz sabendo que ela contracena com dois atores como a Fernanda Montenegro e o Medeiros (ah, me fugiu o nome dele) e ela parece figurante do Museu de Cera?
Tudaaaaa Fernanda terminando com o Matheus-cuequinha-vermelha em Paris. Podre de chique. Larga essa gentalha turca que não te entende, Fernanda! Gentalha, gentalha.
Bonitinha a homenagem do Manga pras vedetes.
Muito bacana a noção de tragédia grega que Silvio de Abreu tentou passar - sim, claro, é novela das oito, mas ainda assim estiveram presentes os elementos de inexorabilidade de algumas coisas na vida, e, também da sua força e beleza.
Agora vem Manoel Carlos por aí. Eu amo Manoel Carlos. Amo Regina Duarte, por mais trash que ela seja. Mas eu sou da seguinte filosofia: TV tem que ser trash. Ou alguém espera adquirir conhecimento vendo documentário da TV Cultura/Futura ou alguma dessas bobagens pseudo-inteligentes?
Eu adoraria ter um mordomo. Não, melhor ainda! Uma governanta com curso superior e bilíngüe. Que fizesse a lista de compras, fosse ao supermercado, desse alguns telefonemas, levasse pra consertar tudo que precisa ser consertado, pagasse minhas contas, respondesse e-mails, cuidasse das minhas roupas e me esperasse com a casa impecável e um chá quentinho.

Um comentário:

M.Eduarda disse...

Achei o final da Bia maravilhoso! Já o resto... não sei.. não gostei muito!

beijos